Em Destaque

Últimas do Blog

16/01/2014

Pais de beneficiários do Bolsa Família devem comunicar mudança de escola dos filhos…

Os beneficiários do Programa Bolsa Família que possuem filhos entre seis e 17 anos devem ficar atentos para as mudanças de escola dos estudantes. Caso o aluno mude de unidade escolar, os pais e responsáveis deverão entrar em contato os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou a prefeitura de seu município que cuide dos registros. A não atualização das informações pode gerar a perda do benefício, uma vez que o mesmo depende da frequência escolar. De acordo com o coordenador-geral de Acompanhamento de Condicionalidades do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Marcos Maia, quando um estudante muda de instituição de ensino e não registra a mudança no Cadastro Unico para Programas Sociais, o Governo Federal não consegue fazer o acompanhamento da frequência escolar, o que impossibilita o acompanhamento do cumprimento das obrigações do estudante e, consequentemente, a manutenção do benefício. Para gozar do Bolsa Família, […]
16/01/2014

Álcool mata 100 mil pessoas por ano no Brasil…

O álcool provoca, em média 80 mil mortes anuais nas Américas, um problema que coloca o Brasil na quinta posição dos países com maior número de casos por 100 mil mortes, informou nesta terça-feira (14) a Organização Pan-americana da Saúde (OPAS). O estudo “Mortalidade nas Américas por doenças, condições e lesões em que o álcool é causa necessária, 2007-2009”, das brasileiras Maristela Monteiro e Vilma Gawryszewski, observou que o álcool é uma causa “determinante” de morte em uma média de 79.456 casos ao ano, segundo comunicado da OPS, representação regional da Organização Mundial da Saúde (OMS), com sede em Washington. Na maioria dos países, as mortes foram consequências de uma hepatopatia alcoólica ou doença do fígado, seguida de distúrbios mentais provocados pela ingestão de bebidas alcoólicas. As cientistas Vilma Gawryszewski, assessora da OPAS em informação e análise sobre saúde, e Maristela Monteiro, especialista em abuso de substâncias, estudaram padrões de […]
16/01/2014

Megasena acumula…

As seis dezenas do concurso 1.565 da Mega-Sena foram sorteadas ontem (15), em Osasco (SP). Não houve vencedores e o prêmio acumulado para o sorteio do próximo sábado está estimado em R$ 15 milhões.   Veja as dezenas sorteadas: 18 – 37 – 39 – 41 – 43 – 51   O prêmio da quina teve 52 apostas contempladas com o valor de R$ 38.754, 07. A quadra teve 5.157 ganhadores com o valor de R$ 558, 24.   A Caixa Econômica Federal faz sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas e aos sábados. As apostas devem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em qualquer uma das 11,9 mil lotéricas. A aposta mínima custa R$ 2. (G1 )
16/01/2014

Festa de São Sebastião em Machados – PE

 
16/01/2014

Hoje:

_________________________________________________________   DIA DO CORTADOR DE CANA DE AÇÚCAR O dia-a-dia dos cortadores de cana na atualidade pouco difere da realidade dos canaviais na época colonial, fazendo com que haja muita reflexão acerca desse tipo de trabalho. O dia de trabalho começa já de madrugada. Ainda na escuridão, os trabalhadores se levantam, tomam seu café puro e ralo e rumam em direção à praça, ou a algum outro ponto central da “rua”, para aguardar o transporte que os levará para mais um dia de peleja nos canaviais. Esse transporte disponibilizado pelas usinas e pelos fazendeiros, em tese, é precário. São utilizados ônibus velhos e enferrujados, sem condição de uso e sem a mínima segurança para os trabalhadores. Isso quando não são usados os “gaiolões” e “boiadeiros”, caminhões que tem como função o transporte de animais. Não é difícil, em várias regiões do país, esbarrar com esses caminhões nas estradas da […]
16/01/2014

A Parábola do Semeador…

16/01/2014

Curiosidades Literárias

  *** O escritor Wolfgang Von Goethe escrevia em pé. Ele mantinha em sua casa uma escrivaninha alta. *** O escritor Pedro Nova parafusava os móveis de sua casa a fim que ninguém o tirasse do lugar. *** Gilberto Freyre nunca manuseou aparelhos eletrônicos. Não sabia ligar sequer uma televisão. Todas as obras foram escritas a bico-de-pena, como o mais extenso de seus livros, Ordem e Progresso, de 703 páginas. *** Euclides da Cunha, Superintendente de Obras Públicas de São Paulo, foi engenheiro responsável pela construção de uma ponte em São José do Rio Pardo (SP). A obra demorou três anos para ficar pronta e, alguns meses depois de inaugurada, a ponte simplesmente ruiu. Ele não se deu por vencido e a reconstruiu. Mas, por via das dúvidas, abandonou a carreira de engenheiro. *** Machado de Assis, nosso grande escritor, ultrapassou tanto as barreiras sociais bem como físicas. Machado teve […]
16/01/2014

Campanha do Desarmamento 2014 pretende ampliar em 30% cidades visitadas…

As atividades da Campanha do Desarmamento de 2014 já começaram no estado. O Posto de Coleta Itinerante deve atender, inicialmente, as cidades da Região Metropolitana do Recife e da Zona da Mata que não têm posto fixo de coleta. A expectativa é aumentar em 30% o número de cidades atendidas até o final do ano no estado com a visita de 78 municípios. Em janeiro, o recolhimento vai acontecer em Itapissuma, Itamaracá, Paulista, Olinda, Araçoiaba, Goiana (Pontas de Pedras), Abreu e Lima e Igarassu. Já no mês de fevereiro, será a vez dos municípios de Moreno, Jaboatão (centro), São Lourenço da Mata, Camaragibe, Passira, Feira Nova, Gravatá e Pombos. A campanha dará uma pausa no carnaval e será retomada após a festa, nas cidades da Zona da Mata, do Agreste e do Sertão, de acordo com um cronograma que ainda está sendo preparado. Coleta itinerante A ativação do posto, na […]
16/01/2014

É preciso mudar tudo…

Confirmados pelo próprio governo, números divulgados pela turma do “Impostômetro” revelam que o cidadão comum paga 46% de tudo o que recebe, por ano. Quer dizer, trabalha de janeiro ao final de julho para o poder público, seja nacional, estadual ou municipal. Claro que as grandes empresas encontram artifícios para escapar, da mesma forma como os especuladores e demais integrantes da quadrilha há décadas empenhada em burlar o fisco e a nação.  Se ao menos esse dinheiro arrecadado servisse para minorar as agruras dos menos favorecidos ou contribuir para o aprimoramento social, político e econômico, ainda valeria aceitar o sacrifício. O problema é que o governo ainda precisa fazer mágicas para equilibrar suas contas. Ou dizer que equilibra. Chocou todo mundo o furo da revista “Isto É”, do fim de semana, denunciando a mais nova tramóia daqueles que pensam deter o poder, mas iludem-se porque representam apenas o papel de […]