25/04/2019

Tabela do frete é reajustada em 4,13%…

A Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT) publicou ontem (24), no Diário Oficial da União (DOU), a resolução que atualiza os valores da tabela do piso mínimo do frete para o transporte rodoviário de cargas, com um reajuste médio de 4,13%. A revisão dos valores foi um ponto do acordo firmado entre o governo e os caminhoneiros na última segunda-feira (22). De acordo com a ANTT, a variação do diesel em relação aos valores da última tabela, publicada em janeiro, foi de 10,69%. No dia 17, a Petrobras anunciou um aumento de 4,8% no preço do diesel nas refinarias. Os caminhoneiros reivindicavam a aplicação do dispositivo previsto na Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas, instituída pela Lei 13.703 de 2018, que determina a revisão dos valores da tabela sempre que houver oscilação superior a 10% no preço do óleo diesel no mercado nacional. Paralisação Na segunda-feira (22), os […]
25/04/2019

O recado da Alepe ao governo…

A Assembleia Legislativa de Pernambuco votou ontem uma Proposta de Emenda à Constituição apresentada pelo deputado estadual Alberto Feitosa (SD) e aprovou em primeira votação que fixa em 0,8% do orçamento estadual o percentual para as emendas parlamentares individuais e em 0,4% as emendas de comissão. A medida, de acordo com alguns parlamentares, dará maior autonomia para a Assembleia Legislativa de Pernambuco permitindo que as emendas apresentadas pelos deputados possam ser efetivamente destinadas e executadas pelo governo de Pernambuco, configurando-se em maior força política para o poder legislativo. O resultado tem outro desdobramento, há muito tempo o governo contava com o apoio da Alepe, mas para alguns parlamentares não havia reciprocidade no tratamento, e que era preciso mandar um recado para o Palácio do Campo das Princesas, e a PEC aprovada ontem teve este efeito no sentido de dar um freio de arrumação e mostrar ao governo que é preciso […]
25/04/2019

Bolsonaro no toma-lá-dá-cá…

No mesmo dia em que aprovou a constitucionalidade da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, o Governo ficou exposto e em maus lençóis com o vazamento da notícia de que já existe um acordo entre o presidente Bolsonaro e sua bancada de sustentação na Casa, mediante o qual cada deputado que votar favorável será contemplado com emendas de até R$ 40 milhões. O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), ofereceu destinar o valor em emendas parlamentares até 2022. Segundo o jornal Folha de São Paulo, a proposta aos parlamentares foi feita por Onyx na casa de Rodrigo Maia, presidente da Câmara, em negociação que ajudou a garantir a aprovação de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19 na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a primeira etapa da tramitação da reforma da Previdência apresentada pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL). Hoje, os […]
25/04/2019

João Alfredo/Salgadinho – Atenção para o recadastramento biométrico…

25/04/2019

Ginecologista e Obstetra – Marcos Araújo…

25/04/2019

Venha para a TiConnect…

25/04/2019

Confira como votaram os deputados pernambucanos na CCJ…

A reforma da Previdência foi aprovada pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados – que considera a constitucionalidade do projeto – na primeira de votações no Congresso Nacional. A bancada pernambucana esteve dividida na votação, com três votos “sim” (pela admissibilidade) e dois votos “não”, contra a aprovação do projeto. Saiba como foi o voto de cada um dos deputados de Pernambuco que integra a CCJ. Votaram sim (foram a favor da reforma): Augusto Coutinho (SOLIDARIEDADE-PE) Sim Pastor Eurico (PATRI-PE) Sim Votaram não (foram contra a reforma): Renildo Calheiros (PCdoB-PE) Não Danilo Cabral (PSB-PE) Não João H. Campos (PSB-PE) Não Tramitação Depois de fazerem um acordo, a base do governo resolveu em instalar a comissão especial para analisar o teor da proposta de reforma da Previdência. A previsão é que isso aconteça já nesta quinta-feira (25). O colegiado terá 40 sessões para analisar o mérito da proposta. É nessa […]
25/04/2019

Maia arquiva pedido de impeachment contra Mourão…

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), arquivou ontem o pedido de impeachment do vice-presidente Hamilton Mourão, protocolado na semana passada pelo deputado Pastor Marco Feliciano (Podemos-SP). Nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro pediu ao governo unidade após militares terem demonstrado insatisfação ante as declarações do escritor Olavo de Carvalho contra Mourão e outros militares. O pedido do vice-líder do governo no Congresso acusava o general da reserva de “conduta indecorosa, desonrosa e indigna” e de “conspirar” para conseguir o cargo de Jair Bolsonaro. À reportagem, ele afirmou que teve anuência do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Um dos argumentos sustentados no pedido é uma “curtida” (like) da conta de Mourão no Twitter em uma publicação da jornalista Rachel Sheherazade, do SBT. (Agência Estado)
25/04/2019

Hoje:

25 de abril é o 115.º dia do ano no calendário gregoriano (116.º em anos bissextos). Faltam 250 para acabar o ano. 404 a.C. — Atenas se rende a Esparta pondo fim à Guerra do Peloponeso (431-404 a.C.) 387 — Santo Agostinho, recebe o batismo das mãos de Ambrósio, Bispo de Milão (340-397) 775 — Batalha de Bagrevande põe fim a uma rebelião armênia contra o Califado Abássida. O controle muçulmano sobre a Transcaucásia é solidificado e começa a sua islamização, enquanto várias grandes famílias naxarar armênias perdem o poder e seus remanescentes fogem para o Império Bizantino. 799 — Papa Leão III é atacado enquanto se dirigia a cavalo de Latrão para San Lorenzo in Lucina para presidir a uma procissão. 1185 — Batalha de Dan-no-ura: maior batalha naval da Guerra de Genpei, no Japão, onde a frota do clã Genzi, comandada por Minamoto no Yoshitsune, derrota a frota do clã Taira. 1512 — Selim I, assumiu o trono do Império Otomano derrubando seu pai Bajazeto II, que morreu pouco depois. 1607 — Batalha de Gibraltar, episódio da Guerra dos Oitenta Anos, onde a frota holandesa destrói a armada espanhola. 1707 — Batalha de Almansa: defensores do Burbons, […]