04/04/2020

Neymar doa R$ 5 milhões para ajudar na luta contra a Covid-19

O craque Neymar fez uma doação de R$ 5 milhões pela luta contra a Covid-19 no Brasil, conforme noticiado pela rede de televisão SBT. Contactada pela AFP, a assessoria do atacante do Paris Saint-Germain não quis comentar as informações. “Nós nunca falamos sobre assuntos de doações e valores”, declarou. Segundo o SBT, parte do dinheiro doado por Neymar vai para o Unicef e outra para o fundo de solidariedade liderado pelo apresentador e amigo do jogador, Luciano Huck. Huck, que há alguns anos é mencionado como um possível candidato à presidência, garantiu recentemente nas redes sociais que conseguiu arrecadar R$ 1,5 milhão com doações, que serão destinadas a comunidades carentes do Rio de Janeiro. Depois que as competições de futebol na Europa foram interrompidas pela pandemia do novo coronavírus, Neymar viajou para o Brasil, onde está em sua residência em Mangaratiba (na costa sul do estado do Rio de Janeiro). […]
02/04/2020

Bebê de seis meses vence o coronavírus após 50 dias internado na Itália

Um bebê de seis meses venceu a batalha contra a Covid-19 após 50 dias internado no hospital. A recuperação do pequeno Leonardo, que tão nova já precisou lutar pela vida, animou os moradores da Lombardia, região da Itália mais afetada pela pandemia do novo coronavírus.  Marco Ballarini, prefeito de Corbetta, cidade onde mora o bebê Leonardo, se referiu ao pequeno como “o maravilhoso rosto da esperança”. “Hoje temos motivos para sorrir e ser felizes, para sentir que fazemos parte de uma comunidade. Hoje, olhamos para a maravilhosa face da esperança”.  “Corbetta dá as boas-vindas ao pequeno Leonardo que acabou de sair do hospital após derrotar a Covid-19. Muito obrigado Leo, e obrigado a seus pais que nunca desistiram. Eles trouxeram o verão aos corações de todos os cidadãos de Corbetta! Força Corbetta” declarou Ballarini. (Diário de Pernambuco)
28/03/2020

Itália tem 889 novas mortes por coronavírus neste sábado e passa de 10 mil vítimas

G1 A Itália registou 889 novas mortes por coronavírus neste sábado (28) e superou as 10 mil vítimas. O país tem o maior número de mortos no mundo por causa do vírus. Os 10.023 mortos na Itália são mais de três vezes mais mortos do que o total registrado na China, primeiro país afetado pela pandemia, que já diminuiu seu avanço e teve 3.295 mil mortos no total. A Itália, país o mais afetado na Europa, chegou a 92.472 casos confirmados neste sábado. O aumento em 24 horas foi de 5.974 novos casos. A Itália é o segundo país mais afetado do mundo em número de casos, atrás dos EUA, que já passaram dos 110 mil confirmações . Mas os EUA têm 1,9 mortes registradas, menos do que na Itália. Confinamento e estímulo econômico O governo federal italiano também anunciou neste sábado que se prepara para ampliar as medidas de […]
27/03/2020

Itália registra 919 novas mortes, maior número diário desde início da pandemia do coronavírus

FolhaPress A Itália registrou nesta sexta (27) 919 novas mortes provocadas pelo novo coronavírus, o maior número diário desde que a pandemia atingiu o país, no começo deste ano. O país conta agora 9.134 mortos. Dentre os que morreram nas últimas 24 horas, mais de 500 viviam na Lombardia, região mais rica do país, ao norte. O instituto italiano de saúde havia afirmado pela manhã que a transmissão do coronavírus não chegou ainda ao pico na Itália, e que as medidas de restrição devem ser prorrogadas. O total de casos às 14h (horário do Brasil) era de 86.498, das quais 66.414 ainda estão doentes. Recuperaram-se 10.950, segundo o governo italiano. Há 3.732 em terapia intensiva e 36.653 pacientes em isolamento domiciliar. Leia também: Espanha registra 769 mortes por coronavírus em um dia e total alcança 4.858 Bebê de três meses tem coronavírus no Mato Grosso do Sul Após um mês e 4 […]
27/03/2020

Xi Jinping diz a Trump que China e EUA ‘devem unir-se contra pandemia”

Correio Braziliense O presidente chinês, Xi Jinping, afirmou nesta sexta-feira durante uma conversa telefônica com o colega americano Donald Trump que os dois países, apesar da rivalidade, “devem unir-se contra a epidemia” de COVID-19, informou a imprensa estatal. A mensagem de apaziguamento acontece após uma série de ataques verbais entre Pequim e Washington nos últimos dias sobre a questão. “A China está disposta a continuar compartilhando sem reservas informações e experiências com os Estados Unidos”, afirmou Xi, de acordo com o canal televisão público CCTV. Nas últimas semanas, Trump acusou em diversas ocasiões as autoridades chinesas de demora em comunicar sobre a gravidade do novo coronavírus. Segundo o presidente americano, a propagação poderia ter sido limitada. Pequim acusou Trump de “fugir de suas responsabilidades”.  Além disso, Trump e seu secretário de Estado, Mike Pompeo, aumentaram a tensão com Pequim ao chamar o patógeno de “vírus chinês” em várias declarações públicas. […]
26/03/2020

Casos de coronavírus no mundo passam de meio milhão com acréscimo de 100 mil em 2 dias

 G1 A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta quinta-feira (26) que, nos últimos dois dias, o mundo registrou mais 100 mil novos casos de coronavírus. Ao todo, já são mais de meio milhão de pessoas infectadas. Na segunda-feira (23), a OMS apresentou um balanço dos casos a cada marca de 100 mil para alertar como a pandemia está se acelerando nesta semana: os primeiros 100 mil casos de Covid-19 foram registrados em 67 dias – mas foram necessários apenas mais 11 dias para dobrar e atingir 200 mil casos e outros quatro dias para chegar a 300 mil casos. Agora, a pandemia levou dois dias para somar mais 100 mil novos casos ao balanço. “A pandemia da Covid-19 está se acelerando a uma taxa exponencial”, publicou nas redes sociais o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus. “Sem ação agressiva em todos os países, milhões poderão morrer”, completou. Esta semana, Tedros […]
22/03/2020

EUA registra mais de 100 mortes em 24 horas por novo coronavírus

AFP O novo coronavírus causou mais de 100 mortes nos Estados Unidos nas últimas 24 horas, elevando para 389 o número de óbitos no país, segundo a contagem divulgada neste domingo pela Universidade Johns Hopkins, usada como referência nacional.  Os estados de Nova York (114 mortos), Washington (94 mortos) e Califórnia (28 mortos) são os mais atingidos pela pandemia, que já infectou pelo menos 30.000 pessoas em todo o território americano. (Diário de Pernambuco)
19/03/2020

China não tem transmissão local, mas registra 34 casos ‘importados’

Por France Presse A China anunciou nesta quinta-feira (19) que nas últimas 24 horas não registrou qualquer novo caso de Covid-19, mas verificou 34 casos de infectados que vieram do exterior. Trata-se da primeira jornada sem casos locais de contaminação desde que as autoridades locais definiram, em janeiro, os critérios de contagem. Segundo a Comissão Nacional de Saúde, estes 34 casos “importados” constituem o maior aumento diário em duas semanas. A Comissão também informou oito óbitos nas últimas 24 horas de pacientes do coronavírus, o que elevou o total de vítimas fatais na China continental a 3.245. Os números revelam que a epidemia parece estar sob controle na cidade de Wuhan, capital da província de Hubei e onde a Covid-19 foi inicialmente identificada, em dezembro de 2019. O boletim revela ainda que apenas 7.263 pacientes permanecem internados na China devido ao Covid-19, que infectou mais de 81 mil pessoas no […]
14/02/2020

Brasil não vai adotar o mesmo formato da China para tratar coronavírus

Correio Braziliense A mudança na metodologia de identificação do coronavírus, conforme a adotada pelo governo da China, só deve ser aplicada no Brasil caso o número de confirmação de infectados chegue a 100 pessoas. A decisão do Ministério da Saúde foi divulgada nesta quinta-feira (13) e segue o protocolo internacional de combate ao Covid-19, nome oficial atribuído ao novo vírus. A diferença entre os dois países é a justificativa da pasta para manter o modelo de diagnóstico atual. Enquanto o Brasil não tem nenhum caso confirmado, a China já registra 1.367 mortes pela doença, sendo necessário, segundo o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber, concentrar os esforços nos tratamentos. “Eles (chineses) estão usando os critérios clínicos radiológicos e epidemiológicos para considerar os casos como possíveis positivos para o coronavírus. Isso tem um fundamento prático: acelerar o tratamento, diminuir os casos graves e reduzir a taxa de mortalidade”, explicou Kleber. […]