14/02/2019

PSB cria novo embaraço com o segmento evangélico…

O líder do governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Isaltino Nascimento, tomou a decisão de trocar o deputado Presbítero Adalto da Comissão de Direitos Humanos por ele próprio no sentido de facilitar a indicação das Juntas para a presidência da comissão na Alepe. A troca de Adalto é uma verdadeira afronta à Assembleia de Deus, que é um braço do segmento evangélico que dá uma firme sustentação ao PSB em diversas eleições desde os tempos de Eduardo Campos e Miguel Arraes. O episódio de agora, que teve uma interferência direta do governo no sentido de viabilizar as Juntas na comissão, remete ao ocorrido em Garanhuns quando o governo financiou uma peça que relacionava Jesus a figura de um travesti, que permitiu um grande embaraço ao governo na época. Caso a manobra feita pelo governo garanta as Juntas na presidência da Comissão de Direitos Humanos, isso terá um desgaste muito […]
12/02/2019

Fernando poderá encampar o contraponto ao PSB em Pernambuco …

O grupo Pernambuco Vai Mudar composto pelos então senadores Fernando Bezerra Coelho e Armando Monteiro e os ex-ministros Fernando Filho, Bruno Araújo e Mendonça Filho sofreu uma acachapante derrota em 2018. Apesar de a vantagem de Paulo Câmara não ter sido muito elástica, a Frente Popular elegeu os dois senadores e uma bancada significativa de estaduais e federais, fazendo da oposição no estado uma minoria. Se no âmbito local o PSB fez barba, cabelo e bigode, no plano nacional a vitória de Jair Bolsonaro foi fundamental para que não houvesse um absolutismo do partido em Pernambuco. Se Fernando Haddad também tivesse vencido, é latente que a Frente Popular iria ter um protagonismo ainda maior do que o obtido em 2018. Do tsunami que varreu os principais líderes da oposição a Paulo Câmara, Fernando Bezerra Coelho foi um dos poucos sobreviventes, pois tem ainda mais quatro anos no Senado e ainda […]
11/02/2019

João Campos intensifica agenda no Recife visando 2020…

Herdeiro político do ex-governador Eduardo Campos, o deputado federal João Campos foi eleito com 460.387 votos, sendo o mais votado do pleito passado em Pernambuco. Na capital pernambucana não foi diferente, João atingiu 70.864 votos ficando na primeira colocação. O resultado obtido e a conjuntura política que se estabeleceu que corresponde a uma renovação dos quadros colocam o deputado federal na condição de nome natural para disputar a prefeitura do Recife em 2020. Ciente disso, apesar da intensa agenda em Brasília, João tem realizado várias visitas nos finais de semana aos bairros da cidade. Isso cria a marca de deputado presente na sua principal base política e lhe credencia ainda mais para a disputa. João poderá ser oficializado como nome de Geraldo Julio e de Paulo Câmara nas eleições do ano que vem, representando a Frente Popular que já foi liderada em eleições anteriores por Pelópidas da Silveira, Miguel Arraes […]
10/02/2019

Opinião: A força dos Ferreiras…

Fruto do patriarca Manoel Ferreira(PSC), que foi deputado por vários mandatos até não se reeleger em 2010, os irmãos André e Anderson se mostraram verdadeiramente dois animais políticos. Em 2010, Anderson conseguiu ser eleito e ainda ajudou o irmão a ser eleito vereador do Recife com ampla votação em 2012. Em 2014, ambos foram eleitos deputados, com destaque para Anderson, que se elegeu com mais de 150 mil votos. A escalada não parou por aí, porque, dois anos depois, Anderson sairia vitorioso da disputa pelo comando da segunda maior cidade de Pernambuco e o cunhado da dupla, Fred Ferreira(PSC), também foi emplacado como vereador do Recife. Em 2018, André foi eleito deputado federal e Manoel retornou à Alepe após tanto tempo afastado. É inegável que a família represente uma das maiores forças políticas do estado, podendo desdobrar resultados importantes na engenharia partidária pernambucana.  De posse de uma prefeitura poderosa, de […]
07/02/2019

Guedes elogia Câmara, lembra Eduardo Campos e libera crédito…

Coube ao governador Paulo Câmara, anunciar, ontem, que o ministro da Economia, Paulo Guedes, comandará reunião, no próximo dia 20, com todos os governadores do Brasil para apresentar, efetivamente, a sua proposta de Reforma da Previdência. O referido encontro se dará em Brasília. Em entrevista concedida após o papo com o ministro, o socialista, ao ser indagado, informou que, sobre a idade mínima, Guedes aguarda retorno do presidente Jair Bolsonaro para definir a proposta a ser apresentada. O ministro não detalhou o projeto ao socialista. “Ele falou de maneira genérica, não falou ponto a ponto, até porque o intuito da reunião não era esse”, considerou Câmara. Como resultado prático, o ministro sinalizou que uma operação de crédito junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de R$ 140 milhões, está pronta para ser liberada para Pernambuco. Foi de recursos para o Estado que o governador foi tratar. À mesa […]
07/02/2019

Marília Arraes precisa de mais espaço no PT…

Eleita deputada federal como a segunda mais votada de 2018, Marília Arraes perdeu uma grande chance de ser candidata ao governo de Pernambuco no ano passado pelo PT por conta de uma intervenção da executiva nacional que direcionou o partido a fazer uma aliança com o PSB. A votação para deputada federal lhe consolidou para projetos futuros e lhe confere legitimidade para ser uma das principais lideranças do partido tanto a nível local quanto nacional.  Apesar de ser um quadro em ascensão na política local, Marília Arraes tem enfrentado dificuldades dentro do partido, que tem o senador Humberto Costa como dono do partido em Pernambuco, e que impõe suas vontades pessoais independentemente de serem boas para o conjunto partidário. Foi assim em 2012 na disputa municipal quando implodiu o partido para ser candidato a prefeito e em 2018 fez o mesmo para ser reeleito senador, porém com o êxito na […]
02/02/2019

A ascensão meteórica de Eriberto Medeiros…

Iniciando seu quarto mandato consecutivo como deputado estadual Eriberto Medeiros (PP) com menos de 20 anos de vida pública ascendeu politicamente como poucos. De um simples agente da Polícia Civil de Pernambuco a vereador do Recife por dois mandatos entre 2000 e 2004. Deixando o Parlamento recifense para ser deputado estadual em 2006 pelo PTC com uma votação de 24.349 votos. Em todas reeleições ele subiu a quantidade de votos, exceto em 2018 porque havia se preparado para uma eleição federal e recuou de última hora para se reeleger. Sem nenhum padrinho político, Medeiros construiu muito bem seu espaço dentro da Casa de Joaquim Nabuco ocupando por quatro vezes a quarta-Secretaria. Até que com o falecimento do deputado Guilherme Uchoa se transformou em o nome do consenso para presidir a Assembleia num mandato tampão de alguns meses. Foi o suficiente para ele mostrar seu jeito e suas habilidades que conquistaram […]
02/02/2019

Opinião: Saber ouvir é mais saber (Peninha)…

Uma das maiores lições que recebi na minha vida foi do prof. Rinaldo da FACAL, lecionava Recursos Humanos e devido a sua paciência, eu ironicamente o apelidei de The Flash. Certo dia, eu e minha inquietude, estava daquele jeito: falava aqui, falava ali, perturbava com um com outro, até que o professor Rinaldo olha pra mim e fala: – Benízio! Você vai sentar e ficar dois minutos calado; se você abrir a boca irá se retirar da sala de aula. Passado alguns segundos, levantei a mão e disse: – Professor! Desculpe, mas eu não aguento não, deixe eu sair da sala. Ele parou a aula e olhou pra mim e mandou o maior cascudinho que recebi: – Benízio! Deus nos deu o dom da fala para a gente se comunicar e não simplesmente falar. – Os animais por exemplo, não falam, mas se comunicam. Confesso meu amigo que se tivesse […]
02/02/2019

Opinião: A eleição da proximidade…

Por Arthur Cunha  Venceram a eleição para os dois cargos mais importantes da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, ontem, os deputados que tiverem um convívio mais ativo com os pares da Casa Joaquim Nabuco nesses três meses de campanha intensa. Prevaleceu o voto da proximidade. Em regra geral, os 47 parlamentares votantes – incluindo aí os novatos – optaram por quem se mostrou mais próximo a eles. Extremamente hábil, o presidente Eriberto Medeiros foi quase uma unanimidade. Ele costurou tranquilamente a sua reeleição sem sombras. Dele só se ouviu elogios por parte dos pares. Obteve 42 votos e vai comandar os destinos do Legislativo com força política. Eriberto assume o vácuo de poder deixado pelo falecimento do ex-deputado Guilherme Uchoa, em julho passado. Já Clodoaldo Magalhães confirmou o favoritismo e elegeu-se para a poderosa Primeira-Secretaria com 35 votos, vencendo Isaltino Nascimento. De todos os candidatos, Clodoaldo foi quem mais trabalhou […]