12/05/2021

Paulo Câmara atua para segurar Gleide e encaminha reforma

Renata Bezerra de Melo/Folha de Pernambuco As conversas em torno da Reforma Administrativa foram retomadas pelo governador Paulo Câmara ainda no mês passado, como a coluna revelara. Foi ali que ele recebeu o presidente estadual do PSD, André de Paula, para uma conversa, assim como foi à mesa também com outras lideranças. Ontem, o chefe do Executivo estadual formalizou o nome de Ruy Rêgo Rocha, conforme a coluna antecipara, para presidir o Instituto de Recursos Humanos (IRH). Ruy é uma indicação do PSD e o cargo que ele vai ocupar estava vago desde que Ruy Bezerra fora exonerado, em outubro de 2020, para integrar a Casa Civil. Junto com Ruy Rocha, Paulo Câmara anunciou o nome da delegada Ana Elisa Fernandes Sobreira como nova secretária da Mulher. Detalhe: ela é uma indicação da deputada estadual Gleide Ângelo. Não à toa, o governador recebeu Gleide, ontem, no Palácio das Princesas. O […]
25/04/2021

Novas eleições em Pernambuco

Por Pedro Melchior de Melo Barros* Eleitores do Agreste, Sertão e Zona da Mata devem retornar às urnas em 2021. A realização de eleições suplementares ocorre em duas hipóteses, previstas, respectivamente, no caput e no § 3º do art. 224 do Código Eleitoral, quais sejam, quando mais da metade dos votos de determinada eleição forem declarados nulos pela Justiça Eleitoral, e em casos quando houver decisão final da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário, independentemente do número de votos anulados. Havendo nova eleição, o processo eleitoral será reaberto: escolha dos candidatos em convenção partidária, pedido de registro (e de impugnação) de candidato, propaganda eleitoral, votação, totalização dos votos, proclamação dos eleitos e prestação de contas de campanha eleitoral. Em Pernambuco, até o momento, a previsão é que em breve ocorram novas eleições em […]
19/04/2021

Os Coelhos vão para ofensiva e aumentam o tom no jogo da sucessão

Carlos Britto O grupo Coelho partiu para cima com tudo no caminho da sucessão em uma movimentação contundente no jogo eleitoral. Capitaneado pelo senador Fernando Bezerra (MDB) e apostando no nome do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), como nova aposta das oposições para as eleições de 2022, conversaram com 12 prefeitos do Agreste, Sertão e Zona da Mata, além de outros que haviam falado durante a semana. Miguel já havia se encontrado nas semanas anteriores com os prefeitos, Professor Lupércio (Olinda), Marcelo Gouveia (Paudalho), Célia Sales (Ipojuca) e Keko do Armazém (Cabo). Quinta e sexta o clã sertanejo conversou com diversos prefeitos de diferentes partidos, inclusive o PSB em um uma ofensiva forte. Entre conversas, anuncio de obras e entrega de implementos, eles se encontraram com a prefeita de Casinhas, Juliana Chaparral (DEM)  que foi com o seu esposo que já se coloca como candidato a estadual, Washington Araujo […]
17/04/2021

Paulo Câmara pode virar nome nacional em 2022

Edmar Lyra Despretensioso, Paulo Câmara ocupou três secretarias no governo Eduardo Campos, no primeiro Administração e Turismo, e no segundo assumiu a Fazenda, sendo alçado pelo então governador à condição de candidato da Frente Popular em 2014 sem nunca procurar este projeto. Passados sete anos da sua escolha como candidato e seis de governo, Paulo Câmara caminha para entrar no último ano do seu governo em 2022 sob grande possibilidade de deixar o cargo em abril do próximo ano. Esta semana voltou a ter seu nome ventilado na mídia nacional para ser candidato a vice-presidente numa chapa encabeçada por Lula. Apesar de ambos serem pernambucanos, todo mundo sabe que a base política do ex-presidente é São Paulo, foi lá onde ele foi forjado como liderança sindical e depois se consolidou como liderança nacional. Pesa a favor da escolha de Paulo Câmara uma série de fatores, o primeiro é a importância […]
16/04/2021

Daniel Coelho quer mais de uma candidatura pelas oposições

Carlos Britto O deputado federal, Daniel Coelho (Cidadania), defendeu que a oposição que vai disputar o governo de Pernambuco em 2022 lance mais de um candidato. Em entrevista ao programa Folha Política da Rádio Folha FM, o deputado reconheceu o trabalho de Anderson Ferreira em Jaboatão, de Miguel Coelho (MDB) em Petrolina, mas aposta no nome de Raquel Lyra (PSDB) como a mais capaz para vencer as eleições pelas oposições do Estado. “Raquel votou em mim para deputado federal, a gente tem feito um trabalho em conjunto, eu acompanho o seu governo de perto, mas acho que ela é a candidata mais competitiva, mais forte desse conjunto”, afirmou. Daniel aposta na aliança entre PSB e PT e afirma que uma melhor estratégia é sair mais de um candidato para a disputa contra a chapa do palácio. “A gente sabe que há uma convergência do PSB e o PT. Considerando esse […]
14/04/2021

Disputa pelo Senado anima postulantes governistas 

Edmar Lyra No próximo ano o eleitorado brasileiro renovará 1/3 do Senado Federal, os senadores eleitos em 2014 estarão encerrando seu mandato. Em Pernambuco, será a vaga de Fernando Bezerra Coelho (MDB) que estará em jogo em 2022. Entusiasta da candidatura do prefeito Miguel Coelho a governador, Fernando está cada vez mais distante de pensar na reeleição, uma vez que não é interessante disputar o Senado pela oposição, e no caso de Miguel Coelho ser o nome oposicionista para governador, Fernando deverá ser candidato a deputado federal junto com Fernando Filho. Neste contexto, a vaga de senador estará livre para que alguns nomes possam sonhar com ela. Candidato natural ao Senado após concluir seu mandato como governador, Paulo Câmara dificilmente tentará a Câmara Alta pelo fato de o PSB ter a prerrogativa de indicar o candidato a governador da Frente Popular e sabe que para ser uma ampla coligação deverá […]
13/04/2021

UVP: A eleição, a celeuma e a solução

Carlos Britto “Foi uma vitória da vida”. Foi essa a resposta que o candidato da chapa 3, para a disputa da eleição da União os vereadores de Pernambuco (UVP), Zé Raimundo, deu à uma rádio no Sertão, após a notícia do adiamento das eleições que elegeriam a nova diretoria da entidade. Não é de hoje que ele se mostrava um crítico feroz do modelo estabelecido para a eleição da UVP. Segundo ele, proposto e estabelecido pela chapa da situação. Ele afirmou que a eleição, nesse modelo, causaria grande aglomeração, desrespeitando o protocolo vigente durante a pandemia. “Foi uma vitória da vida. Como fazer uma votação com 1.300 vereadores em curto espaço de tempo e em um só lugar? Esse é um processo que envergonha a categoria da forma como foi colocado”, declarou. Zé Raimundo sugeriu que a eleição seja realizada em 4 regionais, divididas entre áreas Metropolitana, Agreste, Pajeú e […]
13/04/2021

Opinião: Lula pode desencorajar opositores no estado em 2022  

Edmar Lyra Nas duas vezes em que foi presidente da República, Lula conquistou expressivas votações em Pernambuco, sobretudo na reeleição em 2006, quando havia garantido diversos investimentos para o estado como a refinaria, o estaleiro e a Hemobras que alavancaram o ambiente econômico e social de Pernambuco.  O seu legado ainda está cristalino na memória dos pernambucanos, e caso seja novamente candidato a presidente da República em 2022, é possível que ele tenha acima de 70% dos votos válidos. Fernando Haddad obteve 66% no segundo turno de 2018 mesmo com pouca identificação com Pernambuco, o que leva a crer que Lula terá votação recorde no próximo ano no estado se novamente for candidato a presidente.  Esse movimento de Lula, que já emite sinais de reaproximação com o PSB, partido hegemônico em Pernambuco e que tentará continuar no comando do estado no próximo ano, poderá ter o efeito, segundo aliados, de […]
06/04/2021

Renda Brasil pode ser salvação de Bolsonaro

Edmar Lyra O presidente Jair Bolsonaro vive um momento extremamente difícil no tocante ao seu governo, com redução da popularidade a cada mês, e com um ambiente completamente desfavorável. É pouco provável que tenhamos até a eleição do próximo ano uma recuperação econômica que zere a queda do PIB do país e garanta algum tipo de crescimento efetivamente positivo, até porque ainda que tenhamos um avanço significativo da vacinação, não dá para imaginar que antes de dezembro a normalidade volte ao país. Então iniciaremos 2022 com os efeitos econômicos e sociais da pandemia, que necessitarão do governo uma ampliação da rede de proteção social. Atualmente, cerca de 14 milhões de famílias recebem o programa Bolsa-Família. A nova rodada do auxílio emergencial deverá beneficiar cerca de 45 milhões de pessoas, com valores menores do que os ofertados em 2020, bem como a um alcance menor. O pagamento deste novo benefício deverá […]