18/10/2019

Manchas de óleo chegam à praia de Tamandaré

As manchas de óleo que atingem o litoral do Nordeste chegaram à Praia dos Carneiros, no município de Tamandaré, no Litoral Sul de Pernambuco. Na manhã desta sexta-feira (18), uma força-tarefa formada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Marinha, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Ibama sobrevoa a região para monitorar o avanço do material. Três vestígios do combustível foram encontrados na praia de São José da Coroa Grande, nesta quinta-feira (17). Foram coletados 1,2 mil litros de óleo em alto mar, com a ajuda de helicópteros e embarcações. A corrente marítima e o vento facilitaram o avanço dos fragmentos para outras localidades. A mancha de aproximadamente um metro de diâmetro apareceu próximo à foz do Rio Una. Por isso, estão sendo feitas barreiras de contenção nos estuários dos rios Persununga e Maracaípe. Moradores, turistas, pescadores e equipes de órgãos do governo estão em mutirão para retirar o óleo das […]
08/08/2019

Área da Amazônia com alerta de desmatamento sobe 278% em julho, comparada ao mesmo mês de 2018…

G1 As áreas com alerta de desmatamento na Amazônia Legal, que inclui 9 estados, tiveram um aumento de 278% em julho, em comparação ao mesmo mês de 2018. Os dados são do Deter, do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), vinculado ao Ministério de Ciência e Tecnologia. Em junho, Jair Bolsonaro questionou a veracidade dos dados e foi rebatido pelo então diretor do Inpe, que acabou exonerado (leia mais abaixo). Ontem (7), ele afirmou em Brasília que receberá com antecedência dados “alarmantes” de desmatamento, antes que sejam divulgados. Os números estão públicos e disponíveis na plataforma Terra Brasilis desde 2017. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse também nesta terça os percentuais de desmatamento da Amazônia divulgados recentemente “são interpretações sensacionalistas e midiáticas” feitas por “aqueles que manipulam para criar factóides” e “conseguir mais doações das ONGs estrangeiras para os seus projetos pessoais”. Entenda como o Inpe monitora e gera taxas de desmatamento da […]
01/07/2019

Uso de descartáveis plásticos poderá ser restringido em Pernambuco a partir de 2022…

Três projetos de lei tramitam na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para restringir a circulação de descartáveis plásticos no estado. As propostas sugerem a proibição do uso, comercialização e distribuição gratuita de recipientes plásticos nas áreas de praia, a substituição das sacolas plásticas tradicionais por modelos biodegradáveis em estabelecimentos comerciais e a proibição da distribuição gratuita e do comércio de canudos até 2022. Se aprovadas, as normas irão estabelecer multas que variam de R$ 500 a R$ 10 mil para quem descumprir a nova legislação. Os PLs introduzem o estado num debate já estabelecido na pauta legislativa do Rio de Janeiro e de São Paulo, por exemplo. Pernambuco também foi pioneiro nesta área ao proibir o uso de descartáveis como canudos e garrafas pet no arquipélago de Fernando de Noronha. O debate sobre a proibição do uso de plásticos está correlacionado com estudos mundiais que demonstraram o impacto desse material […]
30/05/2019

A reciclagem na Suécia é tão revolucionária que eles estão ficando sem lixo…

hypescience A Suécia está na liderança na gestão de resíduos sólidos urbanos, e dá exemplo ao resto do mundo. O país nórdico recicla 1,5 bilhão de garrafas e latas anualmente, uma quantidade impressionante para uma população de 9,3 milhões de pessoas. Os suecos produzem apenas 461 kg de lixo por ano (a média europeia é de 525 kg), e menos de 1% dessa quantidade acaba em aterros sanitários. Essa ênfase na sustentabilidade, porém, tem trazido um problema para a produção de eletricidade do país. O lixo queimado em 32 instalações de incineração de resíduos produz energia elétrica e aquece casas no país. Se as usinas têm menos combustível, o país tem menos energia. Este programa se chama resíduo-para-energia, e funciona da seguinte forma: fornalhas são carregadas com lixo, que é queimado a temperaturas entre 850 a 1000 °C, produzindo vapor. Este gás é usado para mover turbinas geradoras de eletricidade, […]
19/09/2018

Rio começa a multar comerciantes por uso de canudo de plástico…

A Vigilância Sanitária do município do Rio de Janeiro começou ontem (18/9) a aplicar multas para bares, restaurantes e ambulantes que ofereçam canudos plásticos a seus clientes. Nos últimos 60 dias, técnicos do órgão visitaram estabelecimentos e intimaram os comerciantes a substituir seus canudos por outros de papel biodegradável. A partir de hoje, os profissionais vão conferir se a substituição foi feita e aplicar multas caso voltem a encontrar canudos de plástico. Os estabelecimentos que ainda não foram visitados continuarão a ter o prazo de 60 dias para substituir o canudo plástico. O período só começará a valer a partir da primeira visita dos técnicos. As multas aplicadas para comerciantes são de R$ 1.650 e, para ambulantes, de R$ 650. Em ambos os casos, a punição é de R$ 6 mil em caso de reincidência. Desde 19 de julho, já foram inspecionados mais de 5 mil estabelecimentos na cidade. Para […]
24/03/2018

Deputado Zé Maurício destaca importância da preservação do Rio Capibaribe em pronunciamento no Dia da Água na Alepe…

Presidente da Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Alepe, o deputado Zé Maurício fez um pronunciamento, nesta quinta (22), a respeito do Dia Mundial da Água, em que reforçou a importância da assinatura da Carta de Compromisso pela Preservação do Rio Capibaribe. Proposto pelo Comitê Gestor da Bacia do Rio Capibaribe no último mês de novembro, o Documento determina aos 42 municípios, por onde passa o rio, que participem de ações de monitoramento de recursos hídricos e de preservação do curso d’água. Atualmente assinada por 17 dos 42 municípios, a Carta estabelece que as cidades adotem uma política ambiental, a qual leve em consideração nas suas ações o Plano Hidroambiental do Capibaribe, da Secretaria de Recursos Hídricos de PE, que traz diagnósticos e planos de investimentos para o Rio Capibaribe. As prefeituras participantes também se comprometeriam com a promoção de saneamento básico, prevenção de desastres e preservação de matas ciliares (que […]
19/03/2018

Alepe – Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Alepe visita lixões e aterros sanitários de PE a partir d ​esta ​  terça (20)…

  Estima-se que por dia são depositadas a céu aberto em Pernambuco 4,4 toneladas de lixo. Nesse sentido, o levantamento feito pelo Tribunal de Contas de PE em 2017, divulgado em fevereiro deste ano, aponta que 114 municípios do Estado (62%) descumprem a Lei Nº 12.305/2010, que estabelece a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a qual trata da destinação correta dos resíduos sólidos, através, entre outros pontos, da eliminação dos lixões, que deveriam ter sido encerrados até agosto de 2014.  Também de acordo com levantamento apresentado pelo TCE, de agosto de 2014 até 20 de fevereiro de 2018, já foram despejados no meio ambiente cerca de 5,7 milhões de toneladas de lixo – o suficiente para ocupar mil campos de futebol. Segundo o estudo, 51 municípios (27,7%) depositam os resíduos de forma correta, em aterros sanitários, enquanto que 10,3% das cidades operam com aterros controlados. Dados do Tribunal apontam ainda que Pernambuco vai precisar de ao menos nove anos […]
28/01/2018

Municípios têm até 15 de março para pedir recursos do ICMS Ecológico…

Educação ambiental, combate a queimadas, apoio a unidades de conservação e terras indígenas são ações que podem ser ampliadas nos municípios com recursos do ICMS ecológico, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços que funciona como incentivo para investimento em preservação ambiental. Para ter acesso aos recursos, as prefeituras precisam apresentar até o dia 15 de março relatórios e documentos sobre atividades realizadas em 2017. Os recursos do ICMS ecológico – que no ano passado somaram cerca de R$ 92 milhões – também podem ser usados para garantir o funcionamento dos órgãos ambientais municipais, inclusive conselhos e fundos de meio ambiente. Os documentos sobre as ações ambientais de 2017 passarão por análise técnica do instituto. Correções e documentação extra podem ser solicitadas e, por isso, os gestores devem enviar os relatórios o quanto antes para evitar a perda do prazo final. Mais informações sobre o programa podem ser encontradas […]
06/01/2018

Jardineiro revitaliza espaços do Ceasa…

Preservação do meio ambiente e sustentabilidade foram um dos assuntos mais abordados no ano de 2017. O Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa/PE) veem se preocupando e se preparando cada vez mais para promover projetos e ações que visam à diminuição dos resíduos enviados para o aterro sanitário. Pensando nisso, o jardineiro do entreposto, Estevão Ferreira, que trabalha no Ceasa há 10 anos, projetou um jardim suspenso no prédio do Centro Administrativo. No projeto foram utilizados de 12 galões de tinta vazios, dois palettes e 13 botas que seriam descartas. Garrafas pets recolhidas pelo setor de limpeza do Ceasa também foram utilizadas pelo “jardineiro artista”. Neles Estevão está cultivando duas plantas bastante conhecida pela população: o Cronton e a Onze-Horas. “Eu vi os materiais que iriam ser descartados para o aterro e resolvi criar esse jardim para que, além de conseguir diminuir o volume, realizar uma decoração e […]