28/02/2024

Última parcela do FPM de fevereiro será transferida nesta quinta-feira (29)

Última parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de fevereiro será transferida nesta quinta-feira, 29 de fevereiro. O valor total será de R$ 4.830.429.543,58 ou de R$ 3.864.343.634,86, com a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O montante é parte da arrecadação do Imposto de Renda e Imposto Sobre Produtos Industrializados (IR e IPI) de 11 e 20 deste mês. Levantamento da área de Estudos Técnicos da Confederação Nacional de Municípios (CNM) indica que este terceiro repasse do FPM será 35,09% maior que o montante repassado no mesmo período do ano passado. O resultado positivo deste último decêndio fica em 30,35%, desconsiderando a inflação do período. No mês de fevereiro, as prefeituras receberam R$ 22,7 bilhões, 13,70% a mais do que os R$ 19,9 bilhões repassados no mesmo mês de 2023. O crescimento acima da inflação do […]
08/02/2024

Governo publica MP que isenta do Imposto de Renda quem ganha até dois salários mínimos

g1 – O governo federal publicou uma Medida Provisória (MP) isentando do Imposto de Renda quem ganha até dois salários mínimos. Com isso, o trabalhador que recebe até R$ 2.824 por mês não precisará pagar o imposto. A MP foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União desta terça-feira (6). De acordo com o governo, a medida isentará 15,8 milhões do Imposto de Renda. Antes, o teto de isenção estava em R$ 2.640. O valor correspondia a dois salários mínimos do ano passado. Com a correção do mínimo, que passou de R$ 1.320 para R$ 1.412 neste ano, quem recebia menos de dois salários mínimos teria de pagar o tributo. Em janeiro, o presidente Lula prometeu que o governo revisaria a tabela do Imposto de Renda para incluir os trabalhadores que recebem até R$ 2.824 por mês na faixa de isenção. O Ministério da Fazenda informou que os trabalhadores que recebem […]
04/02/2024

Economia brasileira está devagar, quase parando, avaliam consultorias

A economia brasileira encerrou 2023 e começou 2024 muito devagar, quase parando, o que confirmaria, por ora, a expectativa de um crescimento neste ano que deve chegar apenas à metade daquele do ano passado —cerca de 1,5%, ante 3% em 2023. Institutos e consultorias estimam que foi negativa ou muito baixa a taxa de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) no último trimestre de 2023 em relação aos três meses anteriores. Para o primeiro trimestre de 2024, a expectativa é a mesma. O Ibre-FGV (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas) avalia que o crescimento do PIB no último trimestre de 2023 tenha ficado em zero; e projeta queda de 0,1% nos primeiros três meses de 2024, sempre em relação ao trimestre anterior. A consultoria Tendências estima ter havido queda de 0,4% no último trimestre e prevê alta de 0,5% no primeiro deste ano. Segundo a MB Associados, os […]
29/01/2024

Pix e e-commerce: mercado brasileiro online movimentou R$ 32,2 bilhões em 2023

O Pix registrou um crescimento recorde em 2023, solidificando sua posição como um dos principais meios de pagamento no e-commerce brasileiro. Com informações do portal IstoÉ Dinheiro. De acordo com um estudo da Neotrust, empresa de inteligência de dados, o Pix representou 26,2% dos pedidos totais, movimentando um valor recorde de R$ 32,2 bilhões. A pesquisa foi realizada com base em dados reais capturados em mais de 2,5 mil lojas virtuais parceiras da consultoria. Apesar do boom do Pix, o cartão de crédito continuou a liderar as transações no e-commerce, representando 55,9% dos pedidos totais. Pix foi o único meio de pagamento que ganhou relevância em 2023 A pesquisa mostrou que o Pix foi o único método de pagamento que aumentou sua relevância ao longo do ano, com um crescimento de 11,4 pontos percentuais, passando de 22,3% em janeiro para 33,8% em dezembro. “É notável que o Pix foi o […]
24/01/2024

Ministro Haddad anuncia revisão na faixa de isenção do Imposto de Renda para 2024

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, durante sua participação no Programa Roda Viva da TV Cultura nesta segunda-feira (22), confirmou que o governo realizará uma nova revisão na faixa de isenção do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) em 2024. Ele destacou a solicitação do presidente Lula para analisar e ajustar a questão da faixa de isenção, considerando o aumento do salário mínimo. A última alteração na faixa de isenção ocorreu em maio do ano passado, por meio de uma Medida Provisória que elevou o limite de R$ 1.903,98 para R$ 2.112. Essa medida incluiu um desconto mensal de R$ 528 na fonte para isentar quem recebia até dois salários mínimos. Entretanto, com o novo patamar do salário mínimo em 2024 (R$ 1.412), pessoas que recebem até dois salários mínimos, agora equivalentes a R$ 2.824, voltarão a ser tributadas, segundo alerta da Unafisco. Haddad ressaltou que a equipe econômica […]
11/01/2024

Brasil encerra 2023 com inflação em 4,62% e fica abaixo do teto da meta

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, ficou em 0,56% em dezembro do ano passado, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (11/1) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As informações são do Metrópoles. O resultado de dezembro mostra que a inflação acelerou forte em relação a novembro, quando foi de 0,28%. No acumulado de 2023, segundo o IBGE, a inflação oficial do país foi de 4,62%. Até novembro, o índice acumulado de 12 meses havia ficado em 4,68%.
10/01/2024

Transações por Doc serão encerradas no dia 15 de janeiro, diz Febraban

De acordo com informações divulgadas pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), as transferências por meio do Documento de Ordem de Crédito (Doc) só poderão ser efetuadas até o dia 15 de janeiro, quando essa operação será desativada no país. Depois de quase quatro décadas de existência, a modalidade deixará de ser oferecida pelos bancos. O fim do Doc já havia sido anunciado em maio do ano passado, mas as instituições financeiras receberam um prazo para que deixassem de utilizar a função, conforme o Metrópoles. Muitas delas já aboliram o Doc. Até o dia 15, será possível agendar transações por meio desse tipo de pagamento para liquidação até o dia 29 de fevereiro – o último dia para que os bancos processem Docs enviados pelos clientes. Além do Doc, também será extinta a Transferência Especial de Crédito (Tec), usada pelas empresas para o pagamento de benefícios aos funcionários. Segundo a Febraban, o Pix, […]
03/01/2024

Juros do rotativo passam a ser limitados a 100% da dívida

Sem acordo entre o governo e os bancos, os juros da dívida do rotativo do cartão de crédito e da fatura parcelada passam a ser limitados a 100% da dívida desde ontem (2). Instituído pela lei do Programa Desenrola, sancionada em outubro, o teto foi regulamentado no fim de dezembro pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). A Lei do Desenrola havia estabelecido 90 dias para que as negociações entre o governo, o Banco Central, as instituições financeiras, o Congresso Nacional e o Banco Central chegassem a um novo modelo para o rotativo do cartão de crédito. Caso contrário, valeria o modelo em vigor no Reino Unido, que estabelece juros até o teto de 100% do total da dívida, que não poderá mais subir depois de dobrar o valor. Logo após anunciar a decisão do CMN, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, ressaltou que, durante esse período de 90 dias, as instituições […]
02/01/2024

Mercado financeiro prevê inflação de 3,9%, dólar a R$ 5 e crescimento de 1,52% para a economia em 2024

Economistas do mercado financeiro preveem que o Brasil feche o ano de 2024 com inflação de 3,9%, crescimento econômico de 1,52% e com o dólar cotado a R$ 5. As informações constam no relatório “Focus”, divulgado hoje pelo Banco Central. O levantamento ouviu mais de 100 instituições financeiras, na última semana de 2023, sobre as projeções para a economia. As projeções indicam estabilidade em relação à edição anterior do Focus, divulgada na semana passada. A única variação foi na previsão de inflação, que caiu de 3,91% para 3,90%. O mercado voltou a estimar que o ano de 2023 será consolidado com uma inflação oficial de 4,46% pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O dado definitivo deve ser divulgado nas próximas semanas. Se a previsão se confirmar, a previsão ficará abaixo do teto da meta (4,75%) pela primeira vez em três anos. Em 2021, o IPCA somou 10,06%. […]