12/10/2019

Poema “Deus Negro”, de Neimar de Barros…

13/11/2016

Os 10 melhores poemas de Fernando Pessoa…

Bula Revista/R7 Escritor e poeta, Fernando Pessoa é considerado, ao lado de Luís de Camões, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores da literatura universal. O crítico literário Harold Bloom afirmou que a obra de Fernando Pessoa é o legado da língua portuguesa ao mundo. Fernando Pessoa nasceu em Lisboa, em junho de 1888, e morreu em novembro de 1935, na mesma cidade, aos 47 anos, em consequência de uma cirrose hepática. Sua última frase foi escrita na cama do hospital, em inglês, com a data de 29 de Novembro de 1935: ‘I know not what tomorrow will bring’ (Não sei o que o amanhã trará). Seus poemas mais conhecidos foram assinados pelos heterônimos Álvaro de Campos, Ricardo Reis, Alberto Caeiro, além de um semi-heterônimo, Bernardo Soares, que seria o próprio Pessoa, um ajudante de guarda-livros da cidade de Lisboa e autor do ‘Livro do Desassossego’, uma […]
29/10/2016

VERSOS ÍNTIMOS – Augusto dos Anjos…

20/07/2015

“Arte de desamar”…

O notário e poeta mineiro Murilo Monteiro Mendes (1901-1975), no poema “Arte de desamar”, faz um bem-humorado relato de um caso de amor que pode não dar certo. ARTE DE DESAMAR Murilo Mendes Meu amor é disponível, A qualquer hora ele fecha; A crise de convicção É mesmo muito grande. As pernas do meu amor Distraem da metafísica, O corpo do meu amor Tem a vantagem sublime De disfarçar o horizonte. Eu não amo meu amor Para quê tapeação. Não amo ninguém no mundo, Nem eu mesmo, nem me odeio. Meu amor é uma rede Onde descanso da vadiação. Os olhos do meu amor São bastante distraídos, Não vêem meu desamor. Com o porta-seios moderno Os seios do meu amor Aparados à la garçonne Ocupam lugar pequeno No espaço do seu corpo. Se meu amor qualquer dia Me abandonar, ai de mim! Eu não me suicidarei… Escreverei mais poemas.
26/05/2015

Ferreira Gullar: “Não há vagas”…

O jornalista, crítico de arte, teatrólogo, biógrafo, tradutor, memorialista, ensaísta e poeta maranhense José Ribamar Ferreira, o famoso Ferreira Gullar, explica por que “Não Há Vagas” para os dramas diários.   NÃO HÁ VAGAS Ferreira Gullar   O preço do feijão não cabe no poema. O preço do arroz não cabe no poema. Não cabem no poema o gás a luz o telefone a sonegação do leite da carne do açúcar do pão.   O funcionário público não cabe no poema com seu salário de fome sua vida fechada em arquivos. Como não cabe no poema o operário que esmerilha seu dia de aço e carvão nas oficinas escuras.   – porque o poema, senhores, está fechado: “não há vagas” Só cabe no poema o homem sem estômago a mulher de nuvens a fruta sem preço   O poema, senhores, não fede nem cheira.
24/07/2014

Corpo de Ariano Suassuna é sepultado em Paulista…

O corpo de Ariano Suassuna foi enterrado no final da tarde desta quinta-feira (24), em cerimônia emocionante. O cemitério estava lotado, fãs e admiradores de todo o estado foram dar adeus ao mestre.  Após apresentação do violinista Edvaldo Barros e poema declamado por João Suassuna, o corpo de Ariano foi enterrado, enquanto a família jogava flores no caixão. A vida e a obra de Ariano Suassuna no especial Auto de Ariano Ariano faleceu na última quarta-feira (23), após complicações de um AVC, ele tinha 87 anos e deixa 5 filhos. Um belo adeus a uma das figuras mais marcantes do nordeste. Adeus meste, descanse em paz. (Diário de Pernambuco)
24/07/2014

O adeus dos fãs e famliares a Suassuna no Palácio,,,

O corpo do escritor Ariano Suassuna começou a ser velado no Palácio do Campo das Princesas, no Centro do Recife, ainda na noite de quarta (23). Por volta das 22h55, o caixão foi recebido por familiares, amigos e políticos, que participaram de uma celebração religiosa. As portas do palácio, que é sede do governo de Pernambuco, só foram abertas ao público por volta das 23h30, meia hora após o previsto inicialmente. Ariano morreu às 17h15 da quarta, vítima de uma parada cardíaca. Ele estava internado desde a noite de segunda (21) no Hospital Português, onde foi submetido a uma cirurgia na mesma noite após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.Além dos familiares, muitos vestidos com a camisa do Sport Club do Recife, time de coração de Ariano, políticos estiveram na cerimônia realizada pelo frei franciscano Aloísio Fragoso. O ex-governador de Pernambuco e candidato à presidência, Eduardo Campos; o atual […]
23/07/2014

Corpo de Ariano Suassuna será velado no Palácio de Campo das Princesas, em Recife…

O velório do corpo do escritor  Ariano Suassuna, falecido no final da tarde desta quarta-feira (23) no Hospital Português do Recife, começa ainda esta noite, no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, que decretou luto oficial de três dias. A partir das 23h, será aberto o acesso do público ao local. O enterro está previsto para a tarde de quinta-feira (24), no cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife. Internamentos Em 2013, Ariano foi internado duas vezes. A primeira delas em 21 de agosto, quando sentiu-se mal após sofrer um infarto agudo do miocárdio de pequenas proporções, de acordo com os médicos, e ficou internado na unidade coronária, mas depois foi transferido para um apartamento no hospital. Recebeu alta após seis dias, com recomendação de repouso e nenhuma visita. Dias depois, um aneurisma cerebral o levou de volta ao hospital. Uma arteriografia foi feita para tratamento […]
23/07/2014

Confirmada a morte de Ariano Suassuna…

O escritor Ariano Suassuna não resistiu a complicações de um AVC hemorrágico e faleceu, há pouco, aos 87 anos, no Recife. Paraibano, radicado em Pernambuco, o autor de O auto da Compadecida estava internado no Real Hospital Português, no bairro da Ilha do Leite, desde a segunda-feira. Ele sofreu uma parada cardíaca por volta das 17h40. O velório deve ser realizado no Palácio do Campo das Princesas. De lá, o corpo segue em cortejo em carro do Corpo de Bombeiros até o Cemitério Morada da Paz, onde será enterrado.  A última atividade pública do escritor foi na sexta-feira (18), quando concedeu uma aula-espetáculo no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), no Agreste. Na manhã do sábado (19), tirou fotos com fãs que participavam do evento. (Diário de Pernambuco)