25/09/2017

1,2 milhão de MEIs correm o risco de ter registro cancelado até dezembro…

Cerca de 1,2 milhão de microempreendedores individuais, os chamados MEIs, podem ter o registro cancelado até dezembro e, consequentemente, perder o CNPJ, por inadimplência e não cumprimento das regras do programa, disse ao G1 o secretário Especial da Micro e Pequena Empresa do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, José Ricardo Veiga. O número representa 16% dos mais de 7 milhões de MEIs registrados no país. Segundo o secretário, dos cerca de 2 milhões de MEIs com débitos com a Receita Federal, cerca de 1,3 milhão se enquadram atualmente nas condições previstas pela legislação para cancelamento do registro: 2 anos consecutivos de não pagamento da guia de recolhimento mensal e de omissão da declaração anual das operações comerciais. O MEI foi criado em 2009 para incentivar a formalização de pessoas que trabalham por conta própria e até hoje nunca foi feita nenhuma suspensão ou cancelamento do registro de devedores. […]
06/01/2017

Indústria acumula queda de mais de 7% de janeiro a novembro…

A Produção Industrial Brasileira chegou a novembro último com queda acumulada de 7,1% nos onze meses de 2016. Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Brasil (PIM-PF), divulgada ontem (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com os dados do penúltimo mês do ano. No entanto, em novembro do ano passado a produção industrial nacional cresceu 0,2% em relação a outubro, mês em que a indústria também fechou em queda 1,2%. No confronto com igual mês do ano anterior (2015), série sem ajuste sazonal, o total da indústria apontou queda de 1,1% em novembro de 2016, neste caso a 33ª taxa negativa consecutiva nesse tipo de comparação, mas a menos intensa desde o resultado de março de 2014: -0,4%. Continua…
24/04/2016

Maior fábrica do mundo faz um carro a cada 10 s; conheça o Top 10…

Construir uma fábrica de carros não envolve somente os custos que a montadora terá com a realização das obras. É preciso escolher bem a região — gastos portuários, de logística e transporte estão entre os maiores do segmento –, bem como definir fornecedores e encontrar mão-de-obra qualificada. Vamos à lista: Divulgação 1. HYUNDAI, ULSAN, COREIA DO SUL: maior fábrica do mundo tem até porto próprio A maior fábrica do planeta não é da Toyota, que é a maior montadora em vendas. O posto é da Hyundai, sexta colocada no geral. A sede, localizada em Ulsan, cidade litorânea da Coreia do Sul, é capaz de produzir um automóvel a cada dez segundos (até seis mil carros por dia), entrega 2/3 da produção global do grupo e concentra cinco linhas de montagem para carros compactos, médios e grandes, SUVs, caminhões e implementos. O local tem até seu próprio porto. Marca: Hyundai. Localização: […]
19/11/2015

Dilma cobra indústria automobilística por segurança no trânsito…

A presidente Dilma Rousseff cobrou ontem (18) da indústria automobilística que incorpore nas linhas de produção do mundo inteiro tecnologias de segurança que ajudem a reduzir as mortes no trânsito. Em abertura do 2ª Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança do Trânsito, a petista atribuiu ao setor automotivo, beneficiado pelo governo federal com incentivos fiscais, a responsabilidade pela padronização de equipamentos e afirmou que “não há desculpas” para não se investir em segurança no trânsito. “É fundamental que a indústria automobilística incorpore tecnologias de segurança nas linhas de produção em todo o mundo. É fundamental que se padronize equipamentos, como por exemplo os capacetes”, cobrou. A presidente voltou a se comprometer com a meta estabelecida pelo governo federal com a ONU (Organização das Nações Unidas) de reduzir pela metade o número de mortes no trânsito no país até 2020. Ela lembrou que atualmente os países em desenvolvimento, como o Brasil, respondem por […]
05/10/2015

Sebrae realiza ação para marcar o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa…

Hoje é o dia da Micro e Pequena Empresa, data criada em 1999 para marcar a sanção do Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Lei 9.841/99). Do estatuto vieram grandes alterações que mudaram a vida das MPEs. Em 2006, entra em vigor a lei do Simples Nacional, regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às MPEs, que unifica oito tributos em um único boleto. Em 2014, a grande conquista: a aprovação da Lei 147/14, que trouxe nada menos que 81 alterações importantes que terão impactos significativos no dia a dia das empresas. Hoje, no Brasil, são mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas optantes pelo Simples, que correspondem a mais de 99% dos 5,8 milhões de negócios formais existentes no País, que empregam 54,3% dos 24,9 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Outro ponto que merece destaque, e que deve ser comemorado, […]
15/05/2015

Safra do Nordeste supera Sudeste pela 1ª vez desde 1974, diz IBGE…

A região Nordeste deverá produzir este ano uma safra de 18,9 milhões de toneladas, um aumento de 20,0% em relação ao ano passado, segundo o Levantamento Sistemático de Produção Agrícola (LSPA) de abril, divulgado recentemente, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Diante desse desempenho, a região deve ultrapassar a produção do Sudeste pela primeira vez na história da pesquisa, realizada desde 1974. Acréscimos nas produções de soja, milho de 1ª safra e feijão determinaram o avanço da região, principalmente na Bahia, no Piauí e no Maranhão. Só a produção de soja deve crescer de 6,6 milhões de toneladas em 2014 para 8,5 milhões de toneladas neste ano. Desse montante, 1,3 milhão de tonelada a mais virá apenas da Bahia. No milho de 1ª safra, o acréscimo na produção na passagem do ano é de 1,1 milhão de tonelada, para 5,9 milhões de toneladas em 2015 na região Nordeste. […]
13/03/2014

Adidas lançará primeira chuteira feita de tricô…

Da próxima vez que a sua avó te oferecer suas habilidades com tricô para fazer um presente de Natal, reconsidere o seu desdém. No dia 16 de março, o uruguaio Luis Suarez e a Adidas revolucionarão o mercado das chuteiras – e do artesanato número 1 entre vovós e aposentadas em geral. Durante o clássico contra o Manchester United, o atacante do Liverpool irá estrear sua Samba Primeknit, a primeira chuteira da história feita de tricô. Sério. A edição limitada da chuteira chega às lojas brasileiras no dia 26 de março, com preço fixado em R$ 999,90. Com travas coloridas e pesando apenas 165 gramas, ela é considerada a mais sustentável chuteira de todos os tempos, já que é produzida sem qualquer desperdício de material. (Vip)
22/01/2014

Crescem as vendas de materiais de construção em 2013…

O faturamento com as vendas de materiais de construção no mercado interno cresceu 3% em 2013, na comparação com o ano anterior, segundo levantamento divulgado hoje (21) pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). O resultado de dezembro, no entanto, apresentou queda de 6,1% em relação ao mesmo período de 2012. Na comparação com novembro, o recuo é ainda maior, com variação negativa de 16,1%. As vendas no ano passado ficaram abaixo da previsão feita pela entidade, que apontava perspectiva de crescimento de 4%. A Abramat esperava uma recuperação do setor no último mês do ano, mas o movimento foi inverso. O resultado ruim de dezembro reverteu a tendência de elevação que era observada desde a metade do primeiro semestre. Para este ano, a estimativa é de um acréscimo de 4,5% nas vendas. De acordo com a associação, essa previsão tem como parâmetros a manutenção e a […]