02/07/2021

Governador do RS, Eduardo Leite namora médico capixaba há nove meses

Correio Braziliense Logo após se assumir gay, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), disse que está namorando. O relacionamento já dura nove meses e é que com um médico do Espírito Santo. “Tô namorando há nove meses. Não é do Rio Grande do Sul, é um médico do Espírito Santo. Tenho enorme admiração e amor por ele”, disse em entrevista ao Pedro Bial, no Conversa com o Bial. Leite ainda contou que o namorado trabalhou na linha de frente da covid-19 e se disse muito orgulhoso dele. “Trabalhou em hospital de campanha. Algumas pessoas falam sobre alguma coragem que eu possa ter sobre assumir isso publicamente. Eu acho que há alguma, mas coragem tem mesmo quem vai para um hospital de campanha, para trabalhar na linha de frente da pandemia. Gente que está fazendo tanto para superar esse quadro de pandemia. Tem tantos outros exemplos de […]
07/03/2021

Conheça histórias de superação de cariocas na véspera do Dia Internacional da Mulher

Por Eliane Santos, G1 Rio Na véspera deste dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o G1 conversou com algumas cariocas do que são exemplos de superação e conta suas histórias. Entre os casos, há quem tenha sido paciente e enfermeira na pandemia, quem venceu traumas da violência doméstica e quem se destacou em ambientes machistas em meios machistas. Beatriz Cabral, 40 anos – A enfermeira que lutou contra a Covid nos hospitais e em casa Quando a Covid começou a chegar nos lugares em que dava plantão como enfermeira, Beatriz Cabral, de 40 anos, já era formada há 15. Apesar de profissional experiente, viveu os medos de lidar com uma doença desconhecida, que evoluía rápido e trazia angústia aos pacientes e aos familiares deles por causa do isolamento. E ela viveu toda essa experiência aterrorizante de perto. Primeiro, como paciente. Ela se contaminou com Covid em abril no ano passado […]
31/12/2020

HO’OPONOPONO: DESTRAVE sua vida financeira, amorosa e pessoal com essa técnica (Dr. Fé)

Jairo Chaves – Dr. Fé
04/12/2020

Hora da solidariedade. Vamos colaborar !

21/09/2020

Criança risca carro sem querer, mas deixa bilhete para o dono do veículo com telefone do pai

R7 Benício, de apenas sete anos, tomou uma atitude que surpreendeu muita gente. Ele passeava com sua bicicleta pelas ruas de Curitiba, quando se desequilibrou e acabou riscando um veículo que estava estacionado. Ao perceber o que tinha feito, não pensou duas vezes e escreveu um bilhete em que dizia: “Desculpa, eu bati no seu carro, me desequilibrei com a bicicleta. Aqui está o telefone do meu pai”. A atitude ganhou o coração de muita gente, inclusive do dono do veículo, e viralizou nas redes sociais.
08/03/2020

Abuso de álcool cresce entre jovens

Diário de Pernambuco Uma banheira com gelo lotada da cerveja mexicana Corona. Era o capricho da menina para sua festa de 15 anos. Em Pernambuco, entre os serviços opcionais para as festas orçadas em até R$ 300 mil, estão bares luminosos, taças de um metro de altura com bebidas turquesa e drinks exclusivo (e exótico) da debutante. Com álcool ou sem álcool? Cabe aos pais contratantes decidirem como querem. Com ambulância ou sem ambulância de suporte? A leniência das famílias e a naturalização do ato de beber estão no topo dos fatores de riscos; danos causados em cérebros em formação são irreversíveis e invisíveis a leigos. Na esteira, prejuízos no rendimento e evasão escolar, vulnerabilidade à relação sexual desprotegida e à violência. Em um consultório médico, um jovem precisa tratar do recente vício. Alcoolizado, ao lado de amigos, havia praticado assaltos no próprio prédio. Uma outra mãe revela à reportagem […]
09/01/2018

Mulheres que trabalham à noite tem maior risco de câncer, diz estudo…

As mulheres que trabalham à noite regularmente na Europa e na América do Norte têm 19% mais risco de desenvolver câncer do que aquelas que trabalham durante o dia, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira. Este aumento de risco não foi observado nas mulheres que trabalham de noite na Austrália e na Ásia, segundo o estudo publicado na revista científica Cancer Epidemiology, Biomarkers and Prevention. “Nosso estudo indica que o trabalho noturno é um fator de risco para os cânceres comuns em mulheres”, disse o autor do estudo Xuelei Ma, oncologista do West China Medical Center da Universidade Sichuan em Chengdu, China. “Nos surpreendeu ver a associação entre o trabalho noturno e o risco de câncer de mama só entre as mulheres da América do Norte e da Europa”, acrescentou.“É possível que as mulheres desses lugares tenham níveis mais altos de hormônios sexuais, que foram associados positivamente com cânceres relacionados […]
05/09/2017

Pesquisa aponta que 23% das mulheres foram ameaçadas por um homem este ano…

Pesquisa divulgada ontem (4) do Instituto Locomotiva aponta que 94% das pessoas avaliam que uma mulher ser “encoxada” ou ter o corpo tocado sem a sua autorização é uma forma de violência sexual. A pesquisa ouviu, entre os dias 15 e 20 de agosto, 2.030 mulheres e homens em 35 cidades brasileiras. De acordo com a pesquisa, somente este ano 13,7 milhões de mulheres afirmaram que já foram “encoxadas” ou tiveram o corpo tocado sem autorização, o que representa 17% do total de mulheres adultas do país. Este número é ainda maior (20% do total) entre as mais jovens, na faixa etária de 18 a 34 anos. Conforme a pesquisa, 35% dos brasileiros adultos, ou o correspondente a 84 milhões de pessoas, conhecem uma mulher que foi beijada à força no último ano, o que também constitui violência sexual. A pesquisa mostra que 23% das mulheres (17,8 milhões de mulheres) […]
21/08/2017

De concurso de miss a maternidade, cadeirantes contam como resgataram autoestima…

A vida da artista plástica Kallyna Sampaio mudou completamente quando, aos 22 anos, sofreu um acidente de carro. Há dois anos, o capotamento e a fratura da cervical deixaram a jovem tetraplégica, seu amigo que dirigia o veículo morreu na hora. O trágico acidente não impediu Kallyna de seguir em frente. No início deste mês, a jovem foi a vencedora do concurso de beleza Miss Cadeirante, etapa Distrito Federal. Além de vencer a disputa, mostrou a importância da autoestima. Cercada por estigmas e preconceitos, a vida da mulher cadeirante pode ser exemplo de força e superação. Em entrevista à Agência Brasil, três mulheres contam como aprenderam a lidar com sua nova condição e a valorizar as pequenas conquistas do dia a dia. “O concurso caiu como uma luva, me deu objetivos de vida que eu não tinha antes. Agora, vou fazer um curso de moda, quero ser referência de estilo”, conta. […]