09/01/2018

Mulheres que trabalham à noite tem maior risco de câncer, diz estudo…

As mulheres que trabalham à noite regularmente na Europa e na América do Norte têm 19% mais risco de desenvolver câncer do que aquelas que trabalham durante o dia, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira. Este aumento de risco não foi observado nas mulheres que trabalham de noite na Austrália e na Ásia, segundo o estudo publicado na revista científica Cancer Epidemiology, Biomarkers and Prevention. “Nosso estudo indica que o trabalho noturno é um fator de risco para os cânceres comuns em mulheres”, disse o autor do estudo Xuelei Ma, oncologista do West China Medical Center da Universidade Sichuan em Chengdu, China. “Nos surpreendeu ver a associação entre o trabalho noturno e o risco de câncer de mama só entre as mulheres da América do Norte e da Europa”, acrescentou.“É possível que as mulheres desses lugares tenham níveis mais altos de hormônios sexuais, que foram associados positivamente com cânceres relacionados […]
05/09/2017

Pesquisa aponta que 23% das mulheres foram ameaçadas por um homem este ano…

Pesquisa divulgada ontem (4) do Instituto Locomotiva aponta que 94% das pessoas avaliam que uma mulher ser “encoxada” ou ter o corpo tocado sem a sua autorização é uma forma de violência sexual. A pesquisa ouviu, entre os dias 15 e 20 de agosto, 2.030 mulheres e homens em 35 cidades brasileiras. De acordo com a pesquisa, somente este ano 13,7 milhões de mulheres afirmaram que já foram “encoxadas” ou tiveram o corpo tocado sem autorização, o que representa 17% do total de mulheres adultas do país. Este número é ainda maior (20% do total) entre as mais jovens, na faixa etária de 18 a 34 anos. Conforme a pesquisa, 35% dos brasileiros adultos, ou o correspondente a 84 milhões de pessoas, conhecem uma mulher que foi beijada à força no último ano, o que também constitui violência sexual. A pesquisa mostra que 23% das mulheres (17,8 milhões de mulheres) […]
21/08/2017

De concurso de miss a maternidade, cadeirantes contam como resgataram autoestima…

A vida da artista plástica Kallyna Sampaio mudou completamente quando, aos 22 anos, sofreu um acidente de carro. Há dois anos, o capotamento e a fratura da cervical deixaram a jovem tetraplégica, seu amigo que dirigia o veículo morreu na hora. O trágico acidente não impediu Kallyna de seguir em frente. No início deste mês, a jovem foi a vencedora do concurso de beleza Miss Cadeirante, etapa Distrito Federal. Além de vencer a disputa, mostrou a importância da autoestima. Cercada por estigmas e preconceitos, a vida da mulher cadeirante pode ser exemplo de força e superação. Em entrevista à Agência Brasil, três mulheres contam como aprenderam a lidar com sua nova condição e a valorizar as pequenas conquistas do dia a dia. “O concurso caiu como uma luva, me deu objetivos de vida que eu não tinha antes. Agora, vou fazer um curso de moda, quero ser referência de estilo”, conta. […]
29/05/2017

A parteira queniana que fugiu para salvar dois bebês hermafroditas dos próprios pais…

A parteira queniana Zainab já fez dezenas de partos na zona rural do seu país, onde o acesso a hospitais é precário. Zainab se acostumou a ver as crianças nascerem com o sexo definido. Isso até ela fazer o parto de um bebê que nasceu com órgãos genitais masculino e feminino. As crianças eram intersexuais, conhecido amplamente como hermafroditas. Intersexo é qualquer variação de caracteres sexuais incluindo cromossomos, gônadas e / ou órgãos genitais que dificultam a identificação de um indivíduo como totalmente feminino ou masculino. Essa variação pode envolver ambiguidade genital, combinações de fatores genéticos e aparência e variações cromossômicas sexuais diferentes de XX para mulher e XY para homem. Por este motivo, o pai ordenou que a criança fosse morta, porém Zainab, que já era mãe e avó, escondeu e criou a criança como se fosse dela. No Quênia, existe uma crença de que crianças intersexuais, que nascem com os […]
16/04/2017

Jovem diz a sua avó que seu esposo a traiu. Eis a resposta da velha senhora…

Esta é uma boa lição para todos nós, não importa em que fase da vida…  Uma jovem foi conversar com sua avó, e contou sobre o quanto as coisas estavam difíceis na sua vida – o marido a havia traído e ela estava arrasada. Ela não sabia o que ia fazer e queria desistir. Ela estava cansada de lutar e brigar. Parecia que assim que um problema estava resolvido, um outro surgia.  Sua avó a levou para a cozinha. Encheu três panelas com água e colocou cada uma delas no fogão. Assim que a água começou a ferver, colocou em uma das panelas cenouras, em outra colocou ovos, e na última colocou café, sem dizer uma palavra. Cerca de vinte minutos depois, ela desligou o fogão, colocou as cenouras em uma tigela e os ovos em outra. Então pegou o café e derramou o líquido em uma terceira tigela.  Virando-se […]
31/01/2017

Os soldados que se apaixonaram em plena guerra do Iraque e lutaram por 12 anos para ficar juntos…

Por BBC/G1 O ano era 2003. Formado em artes plásticas, mas incapaz de achar trabalho no Iraque em guerra, Nayyef Hrebid se candidatou ao posto de intérprete do Exército americano. “Fui enviado a Ramadi, naquela época o pior lugar (para se trabalhar). Saíamos em patrulhas e as pessoas eram mortas por bombas e franco-atiradores. Eu perguntava a mim mesmo: ‘por que estou aqui? Por que estou fazendo isso?’.” Mas um encontro, ao acaso, com um soldado do Exército iraquiano mudaria tudo. “Um dia, estava sentado do lado de fora e vi um rapaz sair do bloco dos chuveiros. O cabelo dele era muito negro e brilhante, e ele estava sorrindo. Pensei: ‘meu Deus, esse cara é muito lindo’.” “Senti que algo bonito tinha acontecido em um lugar tão ruim.” Sono velado Hrebid era homossexual, mas mantia isso em segredo – como relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo são tabu no […]
11/01/2017

Redes sociais validam o ódio das pessoas, diz psicanalista…

Nas redes sociais, é possível expressar o seu ódio, dar a ele uma dimensão pública, receber aplausos de seus amigos e seguidores e se sentir, de alguma forma, validado. Além disso, a linha entre uma ameaça virtual e uma ação criminosa é tênue, como ocorreu no caso da chacina ocorrida em Campinas (SP) no começo do ano, quando um homem matou a ex-mulher, o filho e outras dez pessoas durante uma festa de Ano Novo. Essa é avaliação que o psicanalista Contardo Calligaris, doutor em psicologia clínica e autor de diversos livros, faz sobre a disseminação dos discursos de ódio nas redes sociais, que para ele deveria ser “perseguida”. “Deveríamos ter limites claros ao que é o campo da liberdade de expressão, que é intocável, e o momento em que aquilo se torna uma ameaça.” Em entrevista à BBC Brasil, ele ressalta que as redes também trazem efeitos muitos positivos, […]
11/12/2016

Brasileiros estão abandonando hábito de usar mais de um chip no celular…

Para pagar mais barato nas ligações de celular, muitos brasileiros costumam ter mais de um chip no mesmo aparelho, ou usar vários aparelhos. Assim, é possível ligar para o número de uma mesma operadora pagando menos e, às vezes até de graça. Mas esse hábito está mudando no país, porque o preço das ligações entre operadoras diferentes vem sendo reduzido nos últimos anos. “Isso reduziu o fenômeno do ‘consumidor com todos os chips‘. O motivo principal para ter os chips de todas as operadoras era economizar. Com preços menores de ligações para operadoras distintas, o consumidor percebeu que poderia ter somente um chip. Com isso, temos a redução do número de linhas, pois muitos planos pré-pagos estão sendo desativados”, explicou o pesquisador em telecomunicações do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Rafael Zanatta, à Agência Brasil.  Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), com preços menores para chamadas entre operadoras […]
20/11/2016

Presentes ausentes…

Por Evaldo D´Assumpção* Já se acendem, nas lojas, as luzes natalinas. Num país em crise financeira, mas também se afogando em crises morais, éticas, políticas e tantas outras, o comércio lanças suas taboas de salvação, afixando nas vitrines os ridículos cartazes de “off”, “sale” e outas idiotices, como se estivéssemos num país de língua inglesa. Por acaso me vem a memória um dito absurdo de tempos recentes: “Amar é dar presente!” Será? Tudo numa busca insana de melhorar as vendas, e sair do caos em que o barbudo vestido de vermelho (não me refiro ao Papai Noel…) e sua malfadada sucessora, ambos cavalgando uma rubra, mas desbotada estrela cadente, mergulharam este ingênuo e estropiado Brasis. Mas não é sobre este tema, quase obsceno, que pretendo refletir. Meu foco está voltado para o gesto, hoje compulsório, de dar presentes. Não é raro escutarmos comentários amaros de quem se vê na obrigação […]