06/02/2019

Em Pernambuco, 800 mil eleitores têm pendências com a Justiça Eleitoral…

Dos cerca de 1,1 milhão de eleitores que não votaram nos dois turnos das eleições de 2018 em Pernambuco, cerca de 800 mil não justificaram a ausência nem pagaram a multa pelo não comparecimento às urnas. Os dados são do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). Eleitores que pretendem regularizar a situação perante a Justiça devem comparecer aos cartórios com o RG ou Título de Eleitor e pagar uma multa de R$ 3,50 por turno ausente. Os eleitores que não ficarem quites podem ter transtornos no dia a dia. Impedimento nas matrículas em universidades, inscrição em concursos públicos, e retirada de passaporte, são alguns dos possíveis problemas. O título pode ser cancelado se o eleitor deixar de votar em três eleições seguidas e não justificar nem realizar o pagamento de multas. Com informações do G1 PE.
26/12/2018

Prazo para justificar ausência no 2º turno se encerra amanhã…

Os eleitores que não compareceram às seções eleitorais para votar no 2º turno das eleições deste ano têm até amanhã para justificar a ausência nas urnas em 28 de outubro. Para justificar o não comparecimento na etapa final do processo eleitoral, é preciso preencher um formulário que pode ser obtido nos cartórios eleitorais, em postos de atendimento ao eleitor e nos sites do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e dos tribunais regionais eleitorais (TRE’s). O voto no Brasil, segundo a Constituição, é obrigatório para cidadãos com idade entre 18 e 70 anos. Já para eleitores entre 16 e 17 anos e maiores de 70 anos o voto é facultativo. O prazo para justificar a ausência no 1º turno das eleições se encerrou em 6 de dezembro. O não comparecimento às urnas sem justificativa é punido com multa que varia entre R$ 1,05 e R$ 3,51. Se o eleitor não votar e […]
06/11/2018

Cartórios eleitorais reabrem inscrição eleitoral e transferência de domicílio…

Cartórios eleitorais de todo o país voltaram a realizar ontem (5) os serviços de alistamento eleitoral, transferência de domicílio e revisão de dados cadastrais, entre outras atividades. O Cadastro Nacional de Eleitores, que está fechado desde 10 de maio devido às Eleições Gerais 2018, será reaberto na mesma data. Serão reiniciados também a emissão da certidão de quitação eleitoral e o serviço de pré-atendimento, via internet, para requerimento de alistamento, transferência e revisão de dados cadastrais (Título Net). Confira alguns dos serviços que voltarão a ser oferecidos pelos cartórios eleitorais e a documentação necessária para efetivá-los: Alistamento: operação realizada para obtenção do título de eleitor. O procedimento é obrigatório para os maiores de 18 anos e facultativo para os cidadãos maiores de 16 anos e menores de 18 anos, analfabetos e maiores de 70 anos. É necessário apresentar um documento oficial de identidade e comprovante de residência recente. Para o cidadão […]
30/10/2018

Eleitor que não votou no 2º turno já pode justificar a ausência…

O eleitor que não votou nem justificou a ausência no segundo turno das eleições presidenciais deste domingo (28), deve regularizar sua situação diante da Justiça Eleitoral desde ontem (29). A regularização – que deve ser feita até o próximo dia 27 de dezembro – pode ser feita pela internet, no site do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), através do preenchimento de um formulário, disponível no endereço eletrônico.  “Depois que preencher com os dados requeridos e declarar a motivação do não comparecimento às urnas, o eleitor deve anexar um documento que comprove a impossibilidade de ter votado nas eleições”, explicou Orson Lemos, assessor da corregedoria do TRE-PE. Em cada turno em que o eleitor não compareceu para votar, deve ser feita uma justificativa separada. Vale ressaltar que o prazo para justificar de quem não votou nas eleições do primeiro turno, no último dia 7 de outubro, segue até o dia 6 dezembro. “Caso o eleitor não regularize a […]
25/10/2018

24 out Eleitor que não votou no primeiro turno deve ir às urnas no domingo…

Para a Justiça Eleitoral, cada turno de votação é considerado uma nova eleição e, por isso, o eleitor que não votou no primeiro turno deverá votar no segundo turno, no próximo domingo (28), desde que esteja em situação regular com a Justiça Eleitoral. Mesmo não tendo justificado sua ausência no primeiro turno, ele não está impedido de votar no segundo, porque têm até 60 dias para fazê-lo. Além da escolha do próximo presidente da República, no dia 28, os eleitores vão definir o nome de governadores de 13 estados e do Distrito Federal e prefeitos de 19 cidades. Neste último caso, são as chamadas eleições suplementares, previstas no Código Eleitoral em casos específicos, geralmente quando há condenação eleitoral ou criminal, abuso de poder político, compra de votos, cassação de mandato, entre outros casos, por parte dos políticos. Assim como no primeiro turno, quem não comparecer para votar neste domingo é obrigado a  […]
05/10/2018

Saiba mais sobre a urna eletrônica…

TSE A urna eletrônica tem 22 anos e NUNCA foi fraudada. Mas, por falta de conhecimento e, às, vezes, por maldade, muitos mitos foram criados em torno dela. Vamos acabar com isso de uma vez por todas? Se informe. Veja a lista abaixo e certifique-se de que temos o melhor instrumento para garantir o sigilo e a integridade do seu voto. 1. A apuração dos votos é feita em segredo? Não é. Saiba o porque: https://www.youtube.com/watch… 2. Não é possível fazer auditoria na urna eletrônica. Mentira. Saiba mais:  https://www.youtube.com/watch… 3. Quando a urna é substituída, os votos registrados se perdem? Claro que não! Confira:  https://www.youtube.com/watch… 4. A urna eletrônica é fabricada pela Smartmatic? Nossas urnas são venezuelanas? Não. Veja a verdade sobre isso:  https://www.youtube.com/watch… 5. É possível alterar votos inseridos na urna eletrônica? Óbvio que não. Mas para quem ainda não entendeu: https://www.youtube.com/watch… 6. Depois das eleições, é possível saber em […]
02/10/2018

Veja o que acontece nos dias da última semana antes das eleições…

G1 Com as eleições cada vez mais próximas, a última semana antes do pleito tem uma agenda com datas importantes e prazos finais, estabelecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Confira os principais acontecimentos dos dias antes da eleição: Terça-feira (2) A partir deste dia, nenhum eleitor poderá ser preso. Segundo o TSE, a medida serve para garantir o equilíbrio da disputa e prevenir que prisões sejam usadas como manobra para prejudicar um determinado candidato. Há exceções: se alguém é condenado por crime inafiançável, pego em flagrante ou por desrespeito de salvo-conduto. É também o último dia para pedido de verificação das assinaturas digitais do Sistema de Transporte de Arquivos da Urna Eletrônica, do Subsistema de Instalação e Segurança e da Solução JE-Connect instalados nos equipamentos da Justiça Eleitoral. O pedido pode ser feito por membros das coligações e dos partidos políticos, Ministério Público (MP) e Ordem dos Advogados do Brasil […]
24/09/2018

TSE disponibilizará aplicativo que mostra apuração em tempo real…

O aplicativo da Justiça Eleitoral, campeão de downloads nas eleições de 2014, já tem sua versão para 2018 e a expectativa é que novamente seja um recorde de acessos. Este ano, o aplicativo foi rebatizado para “Resultados 2018”. A ferramenta é gratuita e a expectativa é que esteja disponível até o final de setembro para tablets e smartphones que operam com os sistemas Android e IOS. Há quatro anos, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a plataforma foi disponibilizada apenas para aparelhos com sistema Android e foi chamada de “Apuração 2014”. O aplicativo foi baixado em 2,7 milhões de dispositivos. Pesquisa Pelo aplicativo, os eleitores poderão acompanhar a contagem dos votos em tempo real. É possível pesquisar desde o desempenho de um determinado candidato por meio de consulta nominal até um dado mais nacional. Na tela da pesquisa, aparecerá, por exemplo, o quantitativo de votos para cada candidato com a […]
23/09/2018

Eleições 2018: TSE usa robôs para ajudar a tirar dúvidas de eleitores…

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está usando robôs (bots, no jargão técnico em inglês) para auxiliar os eleitores a tirar dúvidas sobre o pleito de outubro e sobre candidatos. Os assistentes virtuais funcionam por meio das contas do Tribunal no Twitter (@TSEjusbr) e no Facebook Messenger (@TSEJus). Para interagir com os programas, o eleitor precisa enviar mensagens a eles. Os assistentes funcionam como “perfis” com quem o usuário dialoga. No Facebook, basta o usuário procurar o perfil do TSE e enviar uma primeira mensagem. Em seguida, aparecerão diversas opções, como “dúvidas frequentes”, “situação eleitoral”, “quitação eleitoral” e “candidatos”.