27/11/2020

Pesquisa Real Time Big Data: empate técnico entre Marília e João

Blog Mário Flávio Os candidatos e deputados federais Marília Arraes (PT) e João Campos (PSB) estão tecnicamente empatados na corrida eleitoral do segundo turno em Recife, capital de Pernambuco. Marília Arraes 41% das intenções de votos e João Campos, 39%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Os dados foram apontados pela pesquisa do Real Time Big Data, encomendada pela Record TV e divulgada nesta sexta-feira (27). Durante o levantamento, 14% dos entrevistados disseram que votariam branco ou nulo nas eleições do próximo domingo (29), e 6% não sabem ou não responderam. A pesquisa também considerou apenas os votos válidos, excluindo brancos, nulos e indecisos. Nesse cenário, Marília aparece com 51% e João, com 49%. Rejeição João fica em desvantagem quanto à rejeição, já que foi citado por 33% dos entrevistados neste cenário. No caso de Marília, 30% disseram que jamais votariam nela. Do restante dos entrevistados, 15% […]
27/11/2020

Sexta-feira (27) decisiva na campanha do Recife: debate e último dia de guia eleitoral

Blog da Folha No antepenúltimo dia de campanha eleitoral, o último debate entre os candidatos a prefeito do Recife é visto como estratégico e potencial divisor de águas na campanha deste ano. O enfrentamento entre os candidatos Marília Arraes (PT) e João Campos (PSB) ocorre nesta sexta-feira (27), na TV Globo, após a novela ‘A Força do Querer’. Nesta sexta-feira, também acaba a exibição do horário gratuito de rádio e televisão, outro veículo estratégico na disputa. Com uma corrida às urnas apertadas, cada detalhe importa. Tanto que o debate é a única agenda oficial da campanha dos candidatos desta sexta-feira. O tempo livre deverá ser usado para preparação dos candidatos. O debate da TV Glovo contará com três blocos. O primeiro e o terceiro serão de temas livres, escolhidos pelos candidatos. Já o segundo conta com temas determinados por sorteio. Os candidatos terão 30 segundos para perguntas; um minuto e meio para respostas, […]
26/11/2020

Datafolha no Recife: Marília 43% e João 40%

Do G1/PE O Datafolha divulgou, hoje, o resultado da segunda pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição para prefeito do Recife. O levantamento foi realizado entre os dias 24 e 25 de novembro e tem margem de erro de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. Os resultados foram os seguintes: Marília Arraes (PT): 43% João Campos (PSB): 40% Em branco/nulo: 13% Não sabe/não respondeu: 4% Em relação ao levantamento anterior do Datafolha, divulgado em 19 de novembro: Marília Arraes (PT): tinha 41% e subiu para 43% João Campos (PSB): tinha 34% e subiu para 40% Em branco/nulo: diminuiu de 21% para 13% Não sabe/não respondeu: saiu de 3% para 4% Votos válidos Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes: Marília Arraes (PT): 52% João Campos (PSB): 48% Em relação ao levantamento anterior do Datafolha, divulgado em 19 de novembro: Marília Arraes (PT): saiu de 55% […]
25/11/2020

Ibope no Recife: João Campos, 43%; Marília Arraes, 41%

G1-PE O Ibope divulgou, nesta quarta-feira (25), o resultado da segunda pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição para prefeito do Recife. O levantamento foi realizado entre os dias 23 e 25 de novembro e tem margem de erro de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. Os resultados foram os seguintes: João Campos (PSB): 43% Marília Arraes (PT): 41% Em branco/nulo: 15% Não sabe/não respondeu: 2% Em relação ao levantamento anterior do Ibope, divulgado em 18 de novembro: João Campos (PSB): tinha 39% e subiu para 43% Marília Arraes (PT): tinha 45% e desceu para 41% Em branco/nulo: se manteve em 15% Não sabe/não respondeu: subiu de 1% para 2% De acordo com o Ibope, persiste um empate técnico entre os candidatos, mas agora com a inversão da vantagem numérica em relação à pesquisa anterior. A diferença entre ambos é de apenas dois pontos percentuais e […]
25/11/2020

Tonca diz ao Globo que marca do PSB é traição

O Globo Diante da disputa acirrada no segundo turno à prefeitura do Recife, Marília Arraes (PT) ganhou mais um aliado para enfrentar o primo João Campos (PSB). Trata-se de Antônio Campos, tio bolsonarista de João e irmão do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos. Em entrevista ao GLOBO, ele diz que a marca do PSB no estado é a “traição”. Também avalia que Marília tem legitimidade para reivindicar o legado do patriarca da família, Miguel Arraes. Segundo Antônio Campos, “os ventos da mudança” estão chegando à capital pernambucana. Desde a morte de Eduardo, em 2014, ele se afastou de parte da família. Hoje, está à frente da Fundação Joaquim Nabuco em Pernambuco, órgão vinculado ao Ministério da Educação do governo Jair Bolsonaro. Como está acompanhando a eleição do Recife? Apoia a candidatura de Marília Arraes? Por quê? Acompanho as eleições como qualquer outro cidadão. Voto em Olinda, onde já cumpri minha […]
25/11/2020

Pesqueira: Cacique Marquinhos perde no TRE por 7×0

Blog Magno Martins Cacique Marquinhos, do Republicanos, teve a maior votação no município de Pesqueira. Ele, no entanto, está sub judice e aguarda decisão da Justiça Eleitoral para ter a confirmação se assumirá ou não o executivo. Por unanimidade, hoje, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) negou os embargos impostos pela defesa do candidato, por 7x 0. Sendo assim, a decisão caberá ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. O julgamento ainda não tem data marcada, o clima da cidade é de incerteza.
25/11/2020

Falta de justificativa por não votar impede expedição de documentos

Agência Brasil O cidadão que não votar neste domingo (29), no segundo turno das eleições municipais, deverá justificar a ausência no pleito em até 60 dia na Justiça Eleitoral. A apresentação de justificativa de ausência em cada turno de votação deve ser feita separadamente. O voto é obrigatório para pessoas com mais de 18 anos e menos de 70. O procedimento pode ser feito no site da Justiça Eleitoral ou pelo aplicativo e-Título. Também é possível apresentar requerimento para a justificativa em qualquer zona eleitoral ou enviar a justificativa por via postal ao juiz da zona eleitoral em que está inscrito. O termo deve ser acompanhado de documento que comprove a ausência. Não votar e não justificar a ausência na eleição podem criar uma série de dificuldades no dia a dia dos eleitores. De acordo com o Código Eleitoral, o cidadão não consegue tirar segunda via da carteira de identidade e nem expedir passaporte. […]
25/11/2020

Fim das coligações reduz número de partidos nas Câmaras em 73% das cidades

G1 O fim das coligações para eleições de cargos proporcionais provocou uma reviravolta nas Câmaras pelo país, sobretudo nas pequenas e médias cidades. Um levantamento feito pelo G1 com base nos resultados das disputas em mais de 5 mil municípios mostra que, em 73% deles, houve redução no número de partidos com representação nos Legislativos municipais. O total de cidades que tinham até três partidos subiu de 262 para 1.565. Houve crescimento também, mas um pouco menor (17%), no total de cidades que tinham entre 4 e 6 partidos. No geral, Câmaras com até seis partidos, que até 2016 representavam 50% dos municípios, agora são 82% do total. Em contrapartida, caiu a quantidade de municípios com mais de seis legendas nos Legislativos locais. Em 2016, essas cidades representavam 50% do total; agora, são apenas 18%. Os dados sugerem uma redução da chamada fragmentação partidária nos municípios. Isso pode ter efeitos positivos para […]
24/11/2020

PSB entra com interpelação judicial contra Túlio Gadêlha no STF

Blog Edmar Lyra O PSB apresentou, nesta terça-feira (24), perante o Supremo Tribunal Federal (STF), interpelação judicial contra o deputado federal Túlio Gadêlha (PDT), para que ele esclareça em juízo as inverídicas acusações que fez contra o partido. No dia 22, pela rede social Twitter, Túlio Gadêlha afirmou que o ex-chefe de gabinete dele teria sido procurado pela coordenação de campanha do PSB, para negociar seu silêncio. No mesmo dia, Rafael Bezerra, então chefe de gabinete do parlamentar, utilizou a mesma rede social para desmentir o deputado e anunciar que estava deixando o gabinete por conta das acusações. O PSB vai exigir que Túlio comprove judicialmente o que postou na internet. “Isto porque o mandato legislativo não pode ser um cheque em branco para o cometimento de crimes contra a honra das pessoas”, afirma o texto protocolado pelo partido.