Opinião: Mentira não aumenta o nariz
24/02/2022
Ministro André Mendonça contraria governo e vota contra fundão bilionário
24/02/2022

Lula mantém liderança e Bolsonaro sobe quatro pontos

Por Houldine Nascimento, repórter do Blog Magno Martins – Na nova pesquisa feita pelo Instituto Opinião  sobre a corrida presidencial em Pernambuco, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a preferência de 51,6% dos eleitores. Em relação ao levantamento anterior, o presidente Jair Bolsonaro (PL) teve um crescimento de quatro pontos percentuais, acima da margem de erro. O chefe do Executivo aparece com 21,4% das intenções de voto. Na rodada de outubro do ano passado, ele tinha 17,4%.
O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) surge com 3,9% – um recuo de 0,9 –, seguido pelo pré-candidato do Podemos, o ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro (2,2%). Na pesquisa anterior, o ex-ministro da Justiça de Bolsonaro tinha 2,4%. Dois novos nomes foram testados: o deputado federal por Minas Gerais André Janones (Avante) tem 1,1%. A senadora Simone Tebet, do MDB, surge com 0,3%.
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem a preferência de 0,6%. Antes, o tucano somava 1%. Já o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), possui 0,1%. Brancos e nulos chegam a 11% – eram 12% em outubro – e os indecisos são 7,8%, subindo 0,2.

ESTRATIFICAÇÃO
Quando a pesquisa é estratificada, Lula atinge os maiores percentuais entre os idosos (54,7%), entre os que estudaram até o ensino fundamental (60,1%) e entre os que possuem renda de até dois salários (55,9%). Por sexo, tem a preferência de 53,9% das mulheres e de 48,9% dos homens.
Jair Bolsonaro, por sua vez, tem os melhores índices entre os eleitores dos 35 aos 44 anos de idade (24,8%), entre os com grau de instrução superior (30%) e entre os que têm renda acima de dez salários (43,8%). Por sexo, 27,1% dos homens e 16,6% das mulheres o preferem.
POR REGIÃO
O ex-presidente Lula tem os maiores percentuais no Sertão (62,4%), no Agreste (61,4%) e no São Francisco (58,3%). Na Zona da Mata, o petista tem 47,1% e 43,3% na Região Metropolitana do Recife. Já o presidente Bolsonaro tem 24,9% na Metropolitana, 21,9% na Zona da Mata, 19,6% no Agreste, 16,7% no São Francisco e 15% no Sertão.
ESPONTÂNEA
Na consulta espontânea, em que o entrevistado precisa lembrar o candidato preferido sem o auxílio de uma lista, Lula foi citado por 42% e Bolsonaro por 19,1%. Ambos cresceram acima da margem de erro: na pesquisa anterior, o petista tinha 39,2% e o liberal 15,3%. Ciro Gomes mantém 1,8% e os demais pré-candidatos seguem abaixo de 1%: Moro passa de 0,3% para 0,7%, Doria caiu de 0,2% para 0,1%, mesmo percentual de Rodrigo Pacheco e Simone Tebet. André Janones foi lembrado por 0,2%.
Cabo Daciolo (Brasil 35) e João Amoêdo (Novo), que não estão na disputa, também foram mencionados por 0,1%. Neste cenário, os indecisos diminuíram de 32,2% para 26,4%, enquanto brancos e nulos recuaram de 10,2% para 9,3%.

METADE DO ELEITORADO PERNAMBUCANO REJEITA BOLSONARO
Quanto à rejeição, Bolsonaro lidera: 49,8% dizem não votar nele de jeito nenhum. Lula, por sua vez, não seria votado por 21,9% dos eleitores. Houve um leve recuo na taxa de rejeição do presidente: na pesquisa anterior, 51,5% afirmavam que não votariam nele. Já o petista era rejeitado por 19,1%.
Na sequência, aparecem: Sergio Moro (3,3%), Ciro Gomes (2,1%), João Doria (1,6%), André Janones (0,6%), Rodrigo Pacheco e Simone Tebet (ambos com 0,5%). Rejeitam todos: 8,3%.
Não rejeitam nenhum: 11,4%.
SOBRE A PESQUISA
O levantamento do Instituto Opinião ocorreu entre os dias 17 e 20 de fevereiro. Foram realizadas 2 mil entrevistas pessoais (face a face) e domiciliares em 86 municípios pernambucanos. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.
A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. A pesquisa está registrada sob o protocolo BR-00172-2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.