04/04/2020

Brasil tem 432 mortes e 10.278 casos confirmados de coronavírus, diz ministério

G1 O balanço dos casos de Covid-19 divulgados pelo Ministério da Saúde neste sábado (4) aponta: 432 mortes 10.278 casos confirmados 4,2% é a taxa de letalidade Nesta sexta-feira (3), havia 9.056 casos confirmados e 359 mortes. Em relação ao balanço anterior, foram acrescentadas 73 mortes (aumento de 20%) e 1.222 casos confirmados (aumento de 13%). CRONOLOGIA: 22 tuítes da OMS mostram como o mundo virou de ponta-cabeça em 3 meses SEU BOLSO: Medidas econômicas na crise do coronavírus: veja perguntas e respostas
04/04/2020

João Alfredo – Boletim Atualizado Covid-19 | 04/04/ 2020

04/04/2020

Coronavírus: DF pode entrar em fase de aceleração descontrolada, diz Saúde

Correio Braziliense O Ministério da Saúde divulgou, neste sábado (4/4), um novo boletim epidemiológico informando que a transmissão por Covid-19 ainda está na fase inicial em todos os estados. No entanto, o vírus pode estar em transição para a fase de aceleração descontrolada. Considerando o número de doentes de acordo com o total de habitantes, o ministério também coloca nessa lista São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro e Amazonas. O texto não informa quando isso pode ocorrer. “Considerando o Coeficiente de Incidência nacional de 4,3 casos por 100.000 habitantes, é preocupante a situação do Distrito Federal (13,2/100 mil) e dos Estados de São Paulo (9,7/100 mil), Ceará (6,8/100 mil), Rio de Janeiro e Amazonas (6,2/100 mil) que apresentam os maiores coeficientes. Nesses locais, a fase da epidemia pode estar na transição para fase de aceleração descontrolada”, diz um trecho do documento. Segundo a pasta, dados científicos recentes constatam que a transmissão do novo coronavírus pode ocorrer mesmo antes do […]
04/04/2020

Tudo que você precisa saber sobre o auxílio emergencial em 40 dúvidas

Diário de Pernambuco O Diario de Pernambuco levantou as principais dúvidas dos brasileiros sobre o auxílio emergencial sancionado esta semana pelo Presidente da República Jair Bolsonaro. A Lei nº 13.982/2020 (decorrente do projeto de lei nº 1.066/2020) vai alterar a Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993, criando o auxílio emergencial de R$ 600,00. Nessa edição, separamos as respotas mais importantes sobre o novo auxílio-emergencial. O conteúdo completo pode ser conferido no Portal do Diario (www.diariodepernambuco.com.br). As dúvidas foram respondidas por Rômulo Saraiva, advogado especialista em Previdência pela Esmatra VI e Esmafe/RS, professor, consultor jurídico, colunista e mestrando em Direito Previdenciário pela PUC/SP. As respostas levam em conta a situação pessoal, mas precisa sempre levar em consideração que existem requisitos cumulativos, como o contexto salarial da família e requisitos inviabilizadores, que excluem o direito de ganhar o auxílio emergencial (a exemplo de estar ganhando bolsa família, seguro-desemprego, benefício […]
04/04/2020

Maioria aprova pedido de Doria para ignorar recomendação de Bolsonaro, aponta Datafolha

FolhaPress O pedido feito pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), para que a população não não seguisse as recomendações do presidente Jair Bolsonaro sobre a pandemia do coronavírus reverberou na população. Segundo pesquisa do Datafolha divulgada nesta sexta (3), 57% dos entrevistados acham que Doria está correto. Já 33% consideram que ele está errado e 11%, não souberam responder. O tucano é o mais vocal chefe estadual, até por liderar o estado de maior população e mais atingido pela Covid-19 até aqui. Desde o começo da crise, a maioria dos governadores adotou medidas restritivas de circulação de pessoas, enquanto Bolsonaro defende que o comércio fique aberto, por exemplo. A disputa teve na altercação entre João Doria (PSDB-SP) e Bolsonaro, na semana passada, um ponto alto. No episódio, o governador criticou um pronunciamento do presidente minimizando a Covid-19 e ameaçou ir à Justiça se houvesse centralização de respiradores essenciais […]
04/04/2020

João Campos destina R$ 8 milhões em emendas para saúde

Dos recursos que tenho direito enquanto deputado federal, estou destinando 100% (R$ 8 milhões) das minhas emendas de bancada e 87% (13,9 milhões) das minhas emendas parlamentares para a Saúde Pública. Ou seja, ao todo, é mais de 95% (R$ 22 milhões) para o custeio das unidades de saúde estaduais e municipais em Pernambuco, o que pode incluir a compra de materiais necessários ao combate do #Covid19, como testes de identificação do coronavírus e equipamentos de proteção individual (máscara cirúrgica, avental, óculos de proteção, luvas). É importante esclarecer que 70% do povo brasileiro depende do SUS e, ao investir na Saúde, estamos cuidando daqueles que mais precisam. Por isso, tendo em vista o cenário desafiador, tive que rever todo o planejamento feito em relação às Emendas Participativas e voltar os recursos para o que há de mais emergencial.(Folha de Pernambuco)
04/04/2020

Neymar doa R$ 5 milhões para ajudar na luta contra a Covid-19

O craque Neymar fez uma doação de R$ 5 milhões pela luta contra a Covid-19 no Brasil, conforme noticiado pela rede de televisão SBT. Contactada pela AFP, a assessoria do atacante do Paris Saint-Germain não quis comentar as informações. “Nós nunca falamos sobre assuntos de doações e valores”, declarou. Segundo o SBT, parte do dinheiro doado por Neymar vai para o Unicef e outra para o fundo de solidariedade liderado pelo apresentador e amigo do jogador, Luciano Huck. Huck, que há alguns anos é mencionado como um possível candidato à presidência, garantiu recentemente nas redes sociais que conseguiu arrecadar R$ 1,5 milhão com doações, que serão destinadas a comunidades carentes do Rio de Janeiro. Depois que as competições de futebol na Europa foram interrompidas pela pandemia do novo coronavírus, Neymar viajou para o Brasil, onde está em sua residência em Mangaratiba (na costa sul do estado do Rio de Janeiro). […]
04/04/2020

Venha para a TiConnect

04/04/2020

Governo de Pernambuco fecha praias e parques neste fim de semana

Diário de Pernambuco Todas as praias e parques de Pernambuco estão fechadas até a próxima segunda-feira (6). A medida faz parte de um novo decreto, assinado pelo governador Paulo Câmara ontem (3), que também mantém a suspensão do comércio, serviços públicos e demais atividades consideradas não essenciais até 17 de abril. A intenção é tentar controlar o avanço do novo coronavírus no estado. “Trabalhamos todos os dias para garantir mais leitos, equipamentos, cuidados médicos. Enviamos recursos e material para os municípios. Mas nenhum governo, mesmo com o apoio de outros poderes, iniciativa privada, colaboradores, ninguém conseguirá barrar essa escalada do coronavírus se não contarmos com o apoio e a atitude de todos”, diz o governador em pronunciamento oficial. “Observamos um movimento preocupante nas ruas e os dois efeitos não tardam. Registramos um número recorde de casos no estado, e isso nos leva a novas medidas hoje. É questão de responsabilidade […]