Arquivo Fotográfico
19/01/2024
João Alfredo-PE: Mestre João de Cordeira, Professora Wylda de Souza e Daniel Mié são os homenageados do Carnaval 2024
19/01/2024
Arquivo Fotográfico
19/01/2024
João Alfredo-PE: Mestre João de Cordeira, Professora Wylda de Souza e Daniel Mié são os homenageados do Carnaval 2024
19/01/2024

Fechando agenda no Recife, Lula faz acenos às Forças Armadas e destaca protagonismo com a chegada da Escola de Sargentos

Por: Marcílio Albuquerque/Diário de Pernambuco – Em tom de apaziguamento com as Forças Armadas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumpriu a segunda etapa da agenda em Pernambuco, na manhã desta sexta-feira (19). O encontro, no Comando Militar do Nordeste (CMNE), localizado no bairro do Curado, na Zona Oeste do Recife, teve como ponto principal a assinatura do termo de compromisso para a construção da Escola de Sargentos do Exército (ESA).

“É muito mais do que um centro de formação da carreira militar. Esta escola representa o Brasil que queremos, voltado ao progresso, ao desenvolvimento. Vamos erguer em Pernambuco, praticamente, uma nova área metropolitana, com diversos municípios beneficiados e convergindo juntos em prol da população”, afirmou Lula.

Segundo o presidente, o empreendimento traz como promessa a mudança de toda a roda da economia local, associado a obras estruturadoras de conjuntos viários, educação, saúde, lazer e moradia. “Sobretudo mais empregos e a chance de uma vida melhor”, completou. A previsão é de que as obras tenham início em 2025 e prazo de conclusão para 2032, com investimentos da União de R$ 1,6 bilhão e contrapartida do estado na ordem de R$ 110 milhões. A geração estimada é de 12 mil empregos diretos e 18 mil indiretos.

O presidente Lula também aproveitou a solenidade para fazer acenos ao Exército Brasileiro, deixando para trás possíveis rusgas do governo anterior. “Foi uma decisão muito acertada. Teremos aqui o resultado de um trabalho feito por muitas mãos e deixo aqui o meu agradecimento ao empenho das Forças Armadas que, com certeza atuará para que este equipamento seja uma máquina capaz de tirar sonhos do papel”, destacou o petista, lembrando esforços para preservação ambiental. “As árvores que vemos neste local, ao invés de uma possível invasão irregular, já nos provam isso”, acrescentou. Vale lembrar que, após mudanças no traçado original, o empreendimento reduziu de 180 para 90 hectares o tamanho da supressão de vegetação, incluindo o deslocamento das vilas militares.

Sobre as críticas ao desmatamento, que foram proeminentes desde o início da proposta, ele minimizou. “Aqui vamos derrubar menos e plantar o máximo possível. Mas, sobretudo, o que vai ser plantado aqui é cidadania”, disparou. Lula também criticou o que chamou de desgraça da descontinuidade das obras públicas. “Estamos em 2024 e ainda retomando a construção da ferrovia ou entregando casas que começaram em 2010. Basta mudar de governo para que serviços sejam paralisados, porque cada um quer deixar a sua marca, como se o legado fosse dele próprio e não do povo. Esta mentalidade precisa mudar’”, arrematou.

A governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), também esteve presente na cerimônia, tendo ao lado o prefeito do Recife, João Campos (PSB), acompanhado de ministros, parlamentares e demais autoridades. “Quem ainda tiver dúvidas sobre a importância real deste projeto, pode observar os resultados obtidos na cidade de Resende, no Rio de Janeiro. Por lá, semelhante ao que buscamos montar aqui, encontramos um exemplo de muita prosperidade, combate às desigualdades e sim, de preservação ecológica. Qualquer ruído ficou para trás e não tenho dúvidas de que Pernambuco foi a melhor escolha para abrigar esta iniciativa”, disse Raquel.

Ainda conforme a tucana, os esforços têm se concentrado para garantir cooperação técnica para viabilizar a escola. “Temos trabalhado ativamente para estruturar o cenário em todas as cidades envolvidas e suas ligações, ouvindo todos os setores e prevalecendo o canal de diálogo. Entre os nossos compromissos está a requalificação da rodovia PE-27 e muitas outras. Pernambuco tem pressa”, afirmou Lyra.

O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, também ressaltou o protagonismo de Pernambuco. “Quero agradecer ao presidente, que preza por todo o povo, mas mantém um olhar atento para o Nordeste e para Pernambuco. Não estamos diante de uma obra política, que pertence a esta ou outra gestão, mas um processo que se prolongará em benefício de todos. É um complexo de primeiro mundo, antes encontrado apenas em países desenvolvidos. Mas em breve estará aqui, diante de nossos olhos. Apenas a folha de pagamento, vai injetar mais de R$ 200 milhões por ano e isto não é pouca coisa”, disse.  Conforme a corporação, o processo de formação para sargentos da carreira corresponde a cerca de 62% do efetivo profissional do Exército. Ainda dentro dos gestos aos militares, Lula assinou, no dia anterior, um acordo que prevê R$ 650 milhões de investimentos na Aeronáutica.

TROCA DE COMANDO
Na pauta do dia, também esteve a cerimônia de transmissão de cargo do Comando Militar do Nordeste (CMNE). O ato marcou a transferência da liderança do general do Exército Kleber Nunes de Vasconcelos para o general Maurílio Miranda Netto Ribeiro. O novo comandante Ribeiro é carioca e foi promovido ao posto atual, no fim de novembro de 2023. Aos 59 anos de idade, ele assinala 40 anos de carreira. Em seu discurso, ele agradeceu o empenho da tropa, os laços gerados ao longo de sua passagem e os avanços que foram obtidos. “Nossa missão e valores nos acompanharão por onde estivermos. Tenho certeza que o trabalho continuará nesta terra tão valorosa e importante”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.