Henrique Alves vai à Marcha dos Prefeitos e anuncia instalação de comissão sobre aumento do FPM…
14/05/2014
João Alfredo – Sindicato dos Trabalhadores Rurais terá eleição no próximo domingo (18)…
14/05/2014

Da Nova Zelândia, estudante de Petrolina, contemplado pelo Programa Ganhe o Mundo, denuncia maus tratos via rede social…

425177_342727539187852_1775927166_n

O relato, publicado via redes sociais, do estudante Henrique Calaça, aluno da Escola Dom Antonio Campelo, no Jardim São Paulo, contemplado pelo Programa Ganhe o Mundo (PGM) do governo do estado de Pernambuco, demonstra que o sonho de participar do intercâmbio em outros países, pode se tornar um pesadelo.

De acordo com o adolescente, que tem 17 anos, a família que o recepcionou não estaria lhe tratando como deveria, o que tem feito o mesmo passar por algumas dificuldades, tendo tentado inclusive mudar de residência. Uma das coisas que chama a atenção é o fato da coordenação do programa e da escola que o Henrique faz parte, não ter uma atitude mais firme diante da situação vivida pelo jovem estudante.

Conversamos com o adolescente via rede social, que quando soube do nosso interesse em publicar uma matéria em nosso blog a respeito do assunto, ele demonstrou temor, e inclusive excluiu o texto que o mesmo havia feito as declarações, com pedido de ajuda. No entanto, mesmo resolvemos publicar pelo menos com dois propósitos: resguardar os intercambistas que estão espalhados por vários países e ao mesmo chamar a atenção das autoridades competentes. 

Nossa expectativa é de que o estudante Henrique não sofra nenhum tipo de retaliação, muito pelo contrário que seu problema seja resolvido e que ao mesmo tempo a coordenação do PGM se posicione e deixe claro quais atitudes estão sendo tomadas. 

Confira o texto postado pelo estudante em seu perfil da rede social Facebook: 

“Olá gente! estou postando isto para vocês saberem da minha situação como intercambista na Nova Zelândia, está sendo uma experiencia que eu nunca tinha passado. Desde o começo quando eu cheguei na NZ eu pensava que viria para estudar e ficar com pessoas que gostasse de mim, no entanto tudo foi ao contrário.

Peguei uma família que no começo eram legais comigo, isso é, só para eu ter a impressão que seria assim até que eu voltasse para o Brasil. Depois do segundo dia começaram a vir os problemas, host com cara feia, host que xingava quando estava estressado, e xingava logo com quem? o coitado aqui. Tive que pagar a internet no primeiro mês, comida que era bom, eles não dava o suficiente. Calma que era bom, também nada. Tive que aturar isso por 2 meses, até que resolvi me comunicar com a coordenadora da minha escola, falei três vezes com ela, e não deu certo, porque?! Porque toda vez ela dizia “Vou falar com eles”. Depois que ela falou com eles me trataram com tanta falsidade, você quer isso, você quer aquilo, vamos para tal lugar, vei na boa! Falei com uma pessoa responsável do Brasil, resposta boa? nada! pediu para eu relevar e para me aproximar deles. Com tudo isso que aconteceu pensei em desistir de trocar de família e aturar mais os dois meses que resta. Mas, teve uma coisa pior do que isso tudo, eu passei por essa humilhação, que foi ser acusado de ladrão! O meu host brother que já voltou para a frança tinha dito que tinha deixado 25 dólares para os meus hosts parents em cima da mesa. A primeira pessoa que eles procuraram foi esse pobre coitado chamado Luis. Uma carta que eles escreveram tenho como prova, esta logo a baixo desta mensagem!

Fiquei desesperado não sabia o que fazer peguei algumas coisas e fui para o centro da cidade, só para não ficar em casa, com aqueles monstros! Quando chegou a noite o meu colegão chamado Antônio Gabriel foi me pegar com a host dele no meio da rua! Dormi na casa dele, depois que eu tinha dito o que tinha acontecido! No outro dia fui para a escola pensando que seria ótimo (pensei errado), quando cheguei na escola a coordenadora me chamou para a gente conversar.

Eu estava tão nervoso que falei logo “quero mudar de família, não quero voltar para aquela casa”. No entanto ela disse, “Luis não é tão fácil trocar da família não”, ai falei “mas eu quero”. A homestay falou “então você vai passar duas semanas na casa de Gabriel, contudo você terá que pagar 100 dólares por semana a host dele! Sério onde irá o meu dinheiro porque nós intercambistas ganhamos 300 dólares por mês, mesmo assim tenho coisas para comprar e ainda ônibus para ir para a escola, 4 dólares por dia. Iai! Não sei o que fazer. Ah lembrei e ainda mais, eles ficam me cobrando todo dia o dinheiro e uma jaqueta que estão dizendo que peguei também. Meu deus onde vai parar esse mundo, nunca peguei nada de ninguém. Peço ajuda! Esse texto esta meio enrolado porque ficaria muito grande colocando ele em ordem.”

Por favor gente me ajudem!

(Blog Francisco Evangelista)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.