França reelege centrista Macron diante de uma extrema-direita em ascensão
25/04/2022
Prefeito de Jurema é mais uma liderança a reforçar palanque de Miguel Coelho
25/04/2022

Bolsonaro diminui vantagem de Lula em todos os segmentos do eleitorado

Da Veja – O presidente Jair Bolsonaro (PL) diminuiu a vantagem que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tinha em todos os segmentos do eleitorado, segundo levantamento de VEJA feito com base na última pesquisa presidencial, realizada pela XP/Ipespe entre os dias 18 e 20 de abril e divulgada na sexta-feira, 22.
É importante ressaltar que a aproximação de Bolsonaro não tem se dado às custas da perda de votos do petista, que continua liderando a corrida ao Palácio do Planalto com 45% a 31% — em janeiro, o placar era de 44% a 24%. Desde agosto de 2021, na série histórica do instituto, o petista nunca teve menos de 40% e seu teto foi 45%.
Bolsonaro tem crescido em razão da desistência do ex-ministro Sergio Moro (União Brasil) e com a diminuição daqueles que se dizem indecisos ou que irão votar em nulo ou em branco — sua performance tem sido beneficiada também pela ligeira melhora da avaliação do seu governo.
Entre dezessete segmentos analisados, Bolsonaro só perdeu terreno para Lula em um: o do eleitorado evangélico, faixa onde o presidente tinha a dianteira em janeiro com dezesseis pontos percentuais de diferença (43% a 27%) e hoje continua na frente, mas com uma vantagem menor (45% a 34%).
Veja abaixo as comparações entre a pesquisa feita em janeiro deste ano e o último levantamento.
HOMENS (diferença encurtou sete pontos)
Janeiro/2022: Lula 39% x Bolsonaro 29%
Abril/2022: Lula 41% x Bolsonaro 38%
MULHERES (diferença encurtou sete pontos)
Janeiro/2022: Lula 48% x Bolsonaro 19%
Abril/2022: Lula 48% x Bolsonaro 26%
ENSINO FUNDAMENTAL (diferença encurtou sete pontos)
Janeiro/2022: Lula 47% x Bolsonaro 17%
Abril/2022: Lula 51% x Bolsonaro 28%
ENSINO MÉDIO (diferença encurtou três pontos)
Janeiro/2022: Lula 40% x Bolsonaro 30%
Abril/2022: Lula 42% x Bolsonaro 35%
ENSINO SUPERIOR (diferença encurtou doze pontos)
Janeiro/2022: Lula 44% x Bolsonaro 25%
Abril/2022: Lula 38% x Bolsonaro 31%
16 A 34 ANOS (diferença encurtou seis pontos)
Janeiro/2022: Lula 48% x Bolsonaro 20%
Abril/2022: Lula 48% x Bolsonaro 26%
35 A 54 ANOS (diferença encurtou dois pontos)
Janeiro/2022: Lula 42% x Bolsonaro 27%
Abril/2022: Lula 44% x Bolsonaro 31%
MAIS DE 55 ANOS (diferença encurtou treze pontos)
Janeiro/2022: Lula 41% x Bolsonaro 24%
Abril/2022: Lula 42% x Bolsonaro 38%
ATÉ 2 SALÁRIOS MÍNIMOS (diferença encurtou dois pontos)
Janeiro/2022: Lula 46% x Bolsonaro 20%
Abril/2022: Lula 50% x Bolsonaro 26%
2 A 5 SALÁRIOS MÍNIMOS (diferença encurtou onze pontos)
Janeiro/2022: Lula 40% x Bolsonaro 27%
Abril/2022: Lula 40% x Bolsonaro 38%
MAIS DE 5 SALÁRIOS MÍNIMOS (diferença encurtou oito pontos)
Janeiro/2022: Lula 44% x Bolsonaro 28%
Abril/2022: Lula 40% x Bolsonaro 32%
NORTE/CENTRO-OESTE (diferença encurtou dez pontos)
Janeiro/2022: Lula 43% x Bolsonaro 23%
Abril/2022: Lula 40% x Bolsonaro 30%
NORDESTE (diferença encurtou um ponto)
Janeiro/2022: Lula 55% x Bolsonaro 20%
Abril/2022: Lula 54% x Bolsonaro 20%
SUDESTE (diferença encurtou dois pontos)
Janeiro/2022: Lula 38% x Bolsonaro 27%
Abril/2022: Lula 43% x Bolsonaro 34%
SUL (Bolsonaro tirou uma diferença de 18 pontos e passou Lula em cinco pontos)
Janeiro/2022: Lula 40% x Bolsonaro 22%
Abril/2022: Lula 34% x Bolsonaro 39%
CATÓLICOS (diferença encurtou onze pontos)
Janeiro/2022: Lula 46% x Bolsonaro 22%
Abril/2022: Lula 43% x Bolsonaro 30%
EVANGÉLICOS (Lula diminuiu a diferença em cinco pontos)
Janeiro/2022: Lula 27% x Bolsonaro 43%
Abril/2022: Lula 34% x Bolsonaro 45%
A pesquisa foi realizada entre 18 e 20 de abril, com 1.000 eleitores por meio de entrevistas telefônicas. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº BR-05747/2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.