Eleitor tem quatro meses para regularizar título e poder votar em outubro
12/01/2024
Precatórios do Fundef: Educação dá previsão de retomada dos pagamentos atrasados
12/01/2024
Eleitor tem quatro meses para regularizar título e poder votar em outubro
12/01/2024
Precatórios do Fundef: Educação dá previsão de retomada dos pagamentos atrasados
12/01/2024

Tribunal de Justiça de Pernambuco vai lançar aplicativo para consultas; veja os serviços ofertados

Por: Adelmo Lucena/Diário de Pernambuco – O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) irá lançar um aplicativo no dia 16 de janeiro que vai garantir mais facilidade e acessibilidade para os usuários. O anúncio foi feito ontem (11) durante um encontro entre o presidente eleito do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Ricardo Paes Barreto, e o presidente do Diario de Pernambuco, Carlos Vital. 
O aplicativo poderá ser baixado gratuitamente pelas lojas virtuais da Apple Store e Google Play. A princípio, o app vai contar com com Consulta Processual e Jurisprudência, que estão entre os serviços mais procurados pela população. O objetivo é que ainda neste ano o aplicativo conte com a possibilidade de registro de queixas nos Juizados Especiais, emissão de certidões, acompanhamento de sessões, andamento de processos, proposta de conciliações, entre outros.
O TJPE+ conta com a participação do Porto Digital, que vai trazer a experiência do usuário como centro para o desenvolvimento dos serviços que irão integrar a plataforma. O lançamento do aplicativo será realizado às 11h no Salão Nobre, no Palácio da Justiça.
Este app faz parte de uma série de iniciativas lançadas pelo Tribunal com foco na transformação digital da Justiça estadual. O objetivo é tornar o Judiciário mais acessível e simples para que as pessoas possam buscar de forma mais autônoma os seus direitos.
O processo de modernização é um dos objetivos do presidente eleito, que pretende investir em tecnologia da informação e Inteligência Artificial (IA). Além disso, todos os processos da Casa devem ser digitalizados até março.
Outra medida que será adotada é a simplificação da linguagem para contribuir no entendimento do público. A decisão do presidente eleito segue uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), feita no mês de dezembro de 2023 com o intuito de fazer com que o Judiciário seja mais acessível.
O encontro também reuniu o primeiro e segundo vice-presidente eleito, os desembargadores Fausto Campos e Eduardo Sertório, além da diretora de jornalismo do Diario de Pernambuco, Paula Losada, e o colunista João Alberto.
 
Quem é o novo presidente eleito do TJPE
O desembargador Ricardo Paes Barreto é bacharel, mestre e doutor em Direito pela Faculdade de Direito do Recife da Universidade Federal de Pernambuco (FDR/UFPE).
No TJPE, atuou como juiz corregedor auxiliar da Corregedoria Geral de Justiça, juiz assessor especial da Presidência, diretor do Centro de Estudos Judiciários e presidente do Comitê de Sistemas Informatizados (Cogesi).
O presidente eleito também foi Juiz de Direito da 3ª Vara Cível da Comarca do Recife por mais de 12 anos. Ricardo Paes Barreto também atuou nas comarcas de Sirinhaém, Cupira, Panelas, Lagoa dos Gatos, Catende, Pesqueira, Arcoverde, Venturosa, Pedra e Poção. O magistrado iniciou seu exercício no cargo de juiz substituto em janeiro de 1989.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.