Ministério Público da Comarca de João Alfredo – RECOMENDAÇÃO Nº 07 / 2021
09/04/2021
Pernambuco registra 1.992 novos casos e 63 óbitos por Covid-19 nas últimas 24h
09/04/2021

TCE estabelece medidas de controle no transporte público

Blog da Folha
Os titulares do Poder Executivo do Estado e municípios terão um prazo de cinco dias para apresentar ao Tribunal de Contas de Pernambuco um Protocolo Sanitário Setorial para o serviço de transporte público de passageiros.
O protocolo, estabelecido por meio de uma resolução (nº 129/21), publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial do TCE, deve trazer, entre outros, o dimensionamento da capacidade máxima de ocupação por tipo de veículo, de acordo com o escalonamento da gravidade da pandemia, as regras sanitárias a serem seguidas por passageiros e funcionários, nos veículos, nas estações e nos terminais, as ações de organização e controle do fluxo de passageiros nas estações e nos terminais, o distanciamento mínimo entre os passageiros nas filas nas estações e nos terminais, os procedimentos para sanitização/desinfecção de veículos, estações e terminais, as ações de conscientização dos usuários e de divulgação de regras sanitárias nos veículos, nas estações e nos terminais e a indicação das sanções previstas em lei que poderão ser aplicadas no caso de inobservância das medidas estabelecidas.
“Essa resolução é fruto de um longo trabalho de estudos e discussões no âmbito do Tribunal de Contas do Estado, no sentido de estabelecer critérios e diretrizes para garantir maior transparência e controle externo e social sobre o serviço de transporte público de passageiros municipal e intermunicipal, durante a pandemia da covid-19”, afirmou o presidente do TCE, conselheiro Dirceu Rodolfo de Melo Júnior.
As discussões reuniram, não só o corpo técnico do TCE, como também os relatores da Secretaria de Desenvolvimento Urbano em 2020, Carlos Neves, e 2021, Marcos Loreto.
“Cabe às Cortes de Contas fiscalizar o serviço público prestado à população. Neste sentido, se faz necessária uma atuação mais direcionada ao setor de transporte de passageiros, que vem sendo alvo de muitas queixas dos usuários em função da superlotação de ônibus e condições precárias de atendimento”, disse o presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.