01/05/2016

“O que se sabe do Eduardo Cunha é fichinha”, dispara Garotinho…

O Dia O ex-governador Anthony Garotinho, um dos principais inimigos do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, esteve em Brasília conversando com a presidente Dilma com o vice, Michel Temer, com quem tem boas relações. Em entrevista ao programa Jogo do Poder, da CNT, que contou com a participação do jornalista Caio Barbosa, do DIA, ele revela ter sugerido aos dois um ‘ato de grandeza’, que seria uma renúncia coletiva para tirar o país da crise e livrá-lo das mãos de Eduardo Cunha. “Não podemos ter um parlamento comandado por um ladrão”, disse o ex-governador. A entrevista vai ao ar neste domingo, às 23h15. O DIA: Que avaliação o senhor faz do cenário político brasileiro? Garotinho :Estamos num caminho perigoso. O melhor seria a presidente e o Michel Temer terem a humildade de dizer que não há governabilidade e convocassem eleições para que o povo pudesse votar. Ela se […]
28/04/2015

Registro da Câmara reforça suspeita contra Cunha…

Apesar de ter negado à CPI da Petrobras qualquer relação com o episódio, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) figura nos registros da Câmara como “autor” dos arquivos em que foram redigidos dois requerimentos sob suspeita no esquema de corrupção da Petrobras. O presidente da Câmara é investigado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) sob a acusação de ter se beneficiado de pagamentos de propina por fornecedores da estatal, o que ele nega. Um dos principais pilares da investigação da Procuradoria contra ele é um depoimento do doleiro Alberto Youssef, em delação premiada. Youssef disse que, como forma de pressão, Cunha apresentou requerimentos na Câmara para investigar uma fornecedora da estatal que teria interrompido o pagamento de propinas, a Mitsui. Na defesa espontânea que fez na CPI, Cunha fez comentários sobre dois requerimentos de 2011 da ex-deputada Solange Almeida (PMDB-RJ), que haviam sido noticiados pelo jornal “O Globo”. Os dois requerimentos pediam informações ao […]
30/09/2014

Eduardo e família, protagonistas do comício de Marina…

Eduardo Campos e a família foram protagonistas principais do comício de Marina Silva, candidata  do PSB à Presidência da República, na noite desta segunda-feira (29) no comício do Recife. Marina estava ao lado da viúva de Eduardo, Renata Campos, e de quatro dos cinco filhos do ex-governador pernambucano, morto em acidente aéreo em Santos, em agosto.No evento, realizado no Cais da Alfândega, o filho homem mais velho de Eduardo Campos, João Campos, de 20 anos, foi um dos primeiros a discursar. Ele agradeceu o apoio que a família recebeu desde a morte do ex-presidente do PSB e se posicionou como herdeiro político do pai. ‘Eu vejo que ele se transformou em uma grande referência política do Brasil e é por isso que eu estou aqui, porque eu devo isso a ele e devo ao povo de Pernambuco falar dos sentimentos que ele carregava’, afirmou em discurso emocionado, em memória do pai e pedindo […]
13/09/2014

Missas marcam a passagem do 30º dia da morte de Eduardo Campos…

Uma missa será celebrada neste sábado (13), às 17h, na Igreja Matriz de Casa Forte, no Recife, para marcar o 30º dia da morte do ex-governador Eduardo Campos. O ato religioso, organizado por Renata Campos, esposa do ex-presidenciável, irá reunir parentes, amigos e aliados políticos de Eduardo, que morreu vítima de um acidente aéreo, na cidade de Santos, litoral de São Paulo, no dia 13 de agosto. A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, e o vice na chapa dela, Beto Albuquerque (PSB), não irão participar em razão de comprimissos de campanha em outros estados. O candidato do PSB ao governo do estado, Paulo Câmara, confirmou presença. Eduardo Campos também será lembrado com uma missa organizada por correligionários do PSB, também neste sábado, ás 15h, na Paróquia São Francisco de Assis, região central de São Paulo. O o jornalista Carlos Percol, o fotógrafo Alexandre Severo, o cinegrafista […]
10/09/2014

Filhos de Eduardo reforçam caminhada de Câmara…

A caminhada de Paulo Câmara, ontem, em Caetés I, Abreu e Lima, foi diferente. A atração principal não foi o socialista, mas dois filhos do ex-governador Eduardo Campos, Pedro e João Campos. Foi a primeira vez após a morte do pai que eles participaram de uma caminhada. Mesmo debaixo de chuva, militantes e populares fizeram questão de cumprimentá-los. Pediram, inclusive, permissão para fazer “selfies” (autoretratos com o celular). Os dois foram bastante assediados e não recusaram qualquer contato. Pedro conversou rapidamente com a reportagem do Diario de Pernambuco e comentou que ele e o irmão já estavam querendo participar antes dos eventos de campanha. “Nós que ligamos para o pessoal. Já estávamos querendo vir”, disse. Em vários momentos, agiram como viram tantas vezes o pai fazer, cumprimentando e acenando para as pessoas. Questionado sobre a participação da mãe Renata na reta final da campanha, limitou-se a dizer. “Agora não, ela […]
07/09/2014

Eduardo virou a ”bola de ferro” que Marina arrasta…

Vivo, Eduardo Campos dizia que queria virar presidente para enviar à oposição “velhas raposas” como Renan Calheiros. Morto, Campos passou a coabitar com Renan uma lista de supostos beneficiários de propinas delatadas pelo ex-diretor preso da Petrobras Paulo Roberto Costa. O que deu à “nova política” de Marina Silva uma incômoda aparência de pão dormido. Em campanha no interior da Bahia, Marina foi instada a comentar a novidade neste sábado (6). Saiu em defesa do ex-companheiro de chapa. Atribuiu a citação a uma “ilação” do delator. Disse que o fato de a Petrobras construir uma refinaria (Abreu e Lima) em Pernambuco, Estado que Campos governou, “não dá o direito a quem quer que seja de incluí-lo na lista dos que cometeram qualquer irregularidade.” Em nota, o presidente do PSB, Roberto Amaral, ecoaria a defesa de Marina. “Não há acusação digna de honesta consideração”, escreveu. “Há, apenas, malícia.” Acrescentou: “Morto, Eduardo não pode se defender. Mas […]
07/09/2014

Marina chama de ‘ilações’ de delator sobre Eduardo…

A candidata do PSB à Presidência Marina Silva chamou de “ilação” a denúncia de envolvimento do nome do governador de Pernambuco Eduardo Campos no suposto esquema de desvio de dinheiro da Petrobras denunciado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, após acordo de delação premiada. A informação foi publicada neste sábado pela revista “Veja”. Segundo ela, o investimento da Petrobras no Estado governado por Campos, que morreu em acidente aéreo no último dia 13, não daria direito de incluir o então candidato no rol dos que cometeram supostas “irregularidades’. Cautelosa, Marina Silva declarou que vai aguardar as apurações dos “desmandos da Petrobras”. Para ela, cabe ao governo federal explicar a “má governança que ele fez na Petrobras, levando essa empresa que sempre foi exitosa e respeitada dentro e fora do Brasil a quase uma total falência”. Neste sábado, Marina, seu vice Beto Albuquerque, as candidatas ao governo, Lídice da Mata, e […]
06/09/2014

PSB diz que defenderá Eduardo Campos e atribui denúncias à disputa eleitoral…

O presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, disse neste sábado que o partido vai defender o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, citado como uma das autoridades que participou de um esquema bilionário de pagamento de propina envolvendo a Petrobras. Para o dirigente, que desqualificou a acusação, a citação do nome de Campos pelo ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, é resultado da disputa eleitoral e do risco de PT e PSDB, partidos que têm se alternado no controle da administração federal, perderem as eleições de outubro. “Não há acusação digna de honesta consideração. Há, apenas, malícia”, resumiu. “O esquema perverso engendrado para desgastar a imagem de Eduardo Campos tem origem no espectro da derrota próxima daquelas forças que há 20 anos sustentam uma polarização política artificial, cujo único objetivo é assegurar o poder pelo poder, usufruído de forma indecorosa”, disse Amaral em nota. Para ele, a imprensa associou o nome […]
01/09/2014

Câmara tem homenagem a Eduardo e pauta polêmica…

O Plenário da Câmara dos Deputados volta a se reunir amanhã para a última semana de esforço concentrado antes das eleições de outubro. Os deputados terão de lidar com temas polêmicos, como a proposta para mudar o horário de transmissão da Voz do Brasil (MP 648/14), o cancelamento da Política Nacional de Participação Social (PDC 1491/14) e um projeto sobre o acesso ao patrimônio genético (PL 7735/14). O primeiro compromisso é uma sessão solene, às 15 horas de terça-feira, para homenagear o-s ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e o ex-deputado Pedro Valadares Neto, mortos em um acidente aéreo no dia 13. Campos era candidato à presidência pelo PSB e Valadares, assessor da campanha. Outras cinco pessoas também faleceram no acidente: o assessor de imprensa de Campos, Carlos Percol; o fotógrafo da campanha, Alexandre Severo; o cinegrafista da campanha, Marcelo Lyra; e os pilotos Marcos Martins e Geraldo Cunha. A morte […]