Aécio boicotou Serra para seu vice, dizem aliados…
30/05/2014
500 depois…e os protestos estão ai !…
30/05/2014

Sementes…

Um homem morava numa cidade grande e trabalhava numa fábrica.

Todos os dias ele viajava cinqüenta minutos, de ônibus, para ir ao trabalho. No ponto seguinte ao dele, entrava uma senhora, que procurava sempre sentar na janela. Ela abria a bolsa, tirava um pacotinho e passava a viagem toda jogando sementes pelo caminho.

O homem, intrigado, um dia perguntou porque ela fazia isso diariamente.
A senhora respondeu.

– eu jogo sementes de flor pela estrada. É que não vejo flores por onde passo e seria bem mais bonito se existissem flores pra gente olhar do ônibus…

– mas se jogar sementes da janela elas cairão no asfalto e morrerão. E aquelas que sobreviverem os pássaros comerão. – disse o homem.

A senhora apenas sorriu e continuou a jogar sementes pela janela.

Os anos passaram e um dia ela não estava ali sentada. O homem perguntou ao cobrador sobre a senhora, e o cobrador informou que ela havia falecido.

Então, logo mais a frente ele ouviu uma risada de criança, gritando de felicidade ao avistar  flores na beira da estrada. A criança ria e se divertia com as flores que ia vendo a beira do caminho.

O homem entendeu a missão daquela nobre senhora.
Ela jogou as sementes pelo caminho durante anos.
Mas as flores não eram para ela, e sim para uma nova geração.
Ela, com toda a sua limitação de uma pessoa idosa, contribuiu da sua maneira para deixar a estrada mais bonita pra quem passasse por ali depois de sua morte.

Aprendendo a lição, o homem apartir daquele dia sempre que subia ao ônibus, sentava na janela e também jogava suas sementes pelo caminho, contribuindo para uma estrada mais bonita pra quem passasse por ali depois dele.

Aprenda você também a jogar sementes de bom humor, prosperidade, alegria, entusiasmo e esperança nas estradas por onde você passar.

Aprenda que as pessoas que virão depois de você podem receber os resultados da sua generosidade. (Espaço WEB)

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.