Receita abre consulta a lote residual de restituições do IR
24/01/2022
FBC vai percorrer cidades na busca por ampliar palanque de Miguel Coelho
24/01/2022

PT nacional aperta o cinto e exige Marília para o Senado

Por Wellington Ribeiro/Blog Ponto de Vista  – A disputa pela formação da chapa da Frente Popular para as eleições deste ano ganha novos contornos a cada dia que passa. Tanto que o PT nacional exige agora que a deputada federal Marília Arraes seja a candidata ao Senado na chapa como condição para firmar a aliança com o PSB.
Marília, que em 2020 ficou em segundo lugar na eleição para a prefeitura do Recife, cogitou se lançar ao governo, mas viu o partido preferir o nome do senador Humberto Costa para uma possível cabeça de chapa. Tudo, claro, para pressionar os socialistas. Agora, a neta do ex-governador Miguel Arraes retorna aos holofotes políticos. Marília, inclusive, cessou as críticas ao PSB e se aproximou muito do ex-presidente Lula e dos demais cardeais petistas nacionais.
Nada ainda é certo, tendo em vista que nem mesmo o candidato a governador o PSB apresentou, embora haja um movimento pró-Danilo Cabral muito forte em um ambiente que ainda alguns socialistas acreditam que o nome do ex-prefeito do Recife, Geraldo Júlio, segue no jogo.
Para o PT, os socialistas teriam ofertado o posto de vice. Falar em Marília no Senado na chapa da Frente Popular não é algo fácil de ser engolido pelo PSB. Sobretudo por conta da sua relação conturbada com o antigo partido. Mas há no PT nacional uma estratégia de ampliar a atuação do partido no Senado. E isso tem sido colocado à mesa pelos cardeais petistas aos socialistas.
O que ficou claro é que o PT quer resolver logo a questão de um de seus estados chave. A pressão é grande!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.