Bruno Araújo: “Objetivamente, o PDT está no radar de todos nós”
17/03/2021
Ministro da Saúde sinaliza a Eduardo da Fonte compra de aparelho para o HCP e aumento da vacinação contra COVID-19
17/03/2021

Paulo Câmara se reúne com prefeitos para discutir enfrentamento da Covid-19

Diário de Pernambuco
O governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) se reuniu ontem (16) com prefeitos das quatro macrorregiões do estado para discutir o enfrentamento da Covid-19 em cada cidade. Os encontros, realizados por videoconferência, debateram as principais demandas e preocupações dos municípios durante a pandemia. O governador ainda reforçou a necessidade de colaboração no cumprimento das novas medidas restritivas no estado, que começam a vigorar na próxima quinta-feira (18). 
Paulo Câmara aproveitou para destacar a importância do diálogo com os gestores municipais. “Essas reuniões com os prefeitos são fundamentais para que a quarentena tenha sucesso. Durante todo o dia de hoje conversamos e apresentamos um quadro atual e real do sistema de Saúde do Estado. Também ouvimos as demandas e sugestões e definimos estratégias conjuntas para colocar as medidas do decreto em execução. Nossa ideia é voltar o mais rapidamente possível à normalidade e, para isso, dependemos da adesão dos municípios e das pessoas”, afirmou o governador. 
O prefeito de Petrolina Miguel Coelho (MDB) pregou a união. “É importante haver a união de todos para que nos próximos 10 dias evitemos a contaminação de mais pessoas, aliviando, assim, a pressão no sistema de saúde”. 
O secretário estadual de Saúde, André Longo, argumentou que por mais rígidas que novas normas sejam, elas são extremamente necessárias. “Estamos no limite da rede de saúde e é o momento de todos os gestores públicos, em todos os níveis, atuarem com uma voz uníssona para que a gente consiga, nos próximos dias, diminuir a circulação de pessoas e, consequentemente, diminuir a transmissão do vírus”, pontuou. Também participaram das conversas secretários do governo, como André Longo (Saúde), Antônio de Pádua (Defesa Social) e Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão), além do presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, e o procurador-geral do MPPE, Paulo Augusto de Freitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.