Vaticano assegura que casos de pedofilia estão diminuindo…
05/05/2014
O que estava tocando na rádio no ano em que você nasceu?
05/05/2014

Para Daniel Coelho, Eduardo perde de Aécio no NE…

images

O deputado estadual e aspirante à Câmara dos Deputados, Daniel Coelho (PSDB), garantiu que seu partido está trabalhando com a perspectiva de derrotar o presidenciável Eduardo Campos (PSB), na região Nordeste.

Em entrevista à Rádio Folha 96,7 na manhã desta segunda-feira (5), o tucano afirmou que o único estado em que o PSDB trabalha com a possibilidade de perder para os socialistas é em Pernambuco que foi governado por Eduardo Campos até o início deste ano.

“Não é só na Bahia, com o prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), que temos apoio. Se formos para Sergipe, Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte e Piauí veremos que nosso candidato, Aécio Neves, tem palanques consistentes. Devemos ter uma grande votação nesses estados. O único que sabemos, evidentemente, que Aécio deve ficar em terceiro lugar é em Pernambuco. Entretanto, nos outros nossa expectativa é ficar em segundo ou primeiro lugar”, comentou.

Ainda de acordo com o parlamentar, o PSDB tem trabalhado com um cenário no qual o partido ficaria em segundo lugar no Nordeste, próximo da presidente Dilma Rousseff (PT), e que lideraria no Sudeste já no primeiro turno. “Todos os indicativos são de um segundo lugar no Nordeste, próximo de Dilma, e de uma vitória no Sudeste. Na Bahia, o planejamento é para que Aécio ultrapasse Dilma já no primeiro turno. Acredito que teremos surpresas com mais adesões ao palanque do PSDB. Não pensamos em ficar atrás de Dilma no Sudeste”, considerou.

O tucano disse ainda não estar surpreso com as declarações de Eduardo Campos sobre as diferenças de projeto entre PSB e PSDB. Afirmou também, que o PSDB é mais coerente em termos políticos. “É natural que Eduardo Campos diga isso. São duas candidaturas diferentes. Não há surpresas, ainda mais porque existe a necessidade do PSB se posicionar. Aécio tem crescido porque tem mais clareza nas ideias e mais coerência pois está fazendo oposição ao longo dos últimos 12 anos. O PSB precisa explicar o porquê de ter sido governo e agora ser oposição. Em política, quando se tem que explicar já se está perdendo”, alfinetou. (Blog da Folha)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.