Fragmento Bíblico
14/03/2014
Reflexão do dia
15/03/2014

O dilema do DEM em Pernambuco…

images-cms-image-000361598

O deputado federal e presidente do DEM em Pernambuco, Mendonça Filho, afirmou que a legenda mantém conversas avançadas com o governador do Estado e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, com relação ao pleito de outubro. O apoio oficial do DEM à pré-candidatura do secretário da Fazenda, Paulo Câmara (PSB), pelo Palácio do Campo das Princesas, entretanto, só não teria saído ainda devido à situação do deputado estadual Maviael Cavalcanti (DEM, que já declarou apoio à chapa encabeçada pelo senador Armando Monteiro (PTB).

A situação envolvendo Maviael, único representante do DEM na Assembleia Legislativa de Pernambuco, é tratada com cautela pelo partido. O próprio Mendonça Filho, segundo o Diario de Pernambuco, classificou a situação do parlamentar como “delicada”, mas garantiu que o assunto está sendo tratado politicamente e que não foi travada nenhuma discussão interna sobre a possibilidade de Maviael ser expulso dos quadros da legenda. 

Já Maviael disse que não iria se pronunciar sobre o assunto e afirmou que vai esperar para ver quais serão as atitudes tomadas pelo DEM. Se a sigla caminhar junto com a Frente Popular – coalização de partidos que garantem a base de sustentação do governador Eduardo Campos (PSB -, as chances de Maviael se reeleger diminuem consideravelmente. 

Caso as conversas entre o Democratas e o PSB resulte em uma união nas próximas eleições em nível estadual, a Frente Popular somará 16 partidos, uma vez que o Solidariedade tende a caminhar junto ao DEM. O apoio ao PSB é visto como a melhor opção, uma vez que o DEM faz oposição ao PT em nível, partido que deverá selar uma aliança com o PTB nas eleições estaduais nas próximas semanas. 

 PE247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.