Alepe agiliza votação de projeto que isenta vítimas das chuvas de taxa para retirada de documentos
01/06/2022
Nova CNH: leia perguntas e respostas e veja como será novo modelo da habilitação
01/06/2022

Novo devolve recursos do Fundo Eleitoral 2022

Por Mário Flávio – Nesta quarta-feira (1), às 16h, o presidente do Novo, Eduardo Ribeiro, o pré-candidato à Presidência da República, Felipe d’Avila, juntamente com a bancada do partido na Câmara dos Deputados, realizarão entrevista coletiva de imprensa para anunciar a devolução de R$ 87,7 milhões aos cofres públicos, relativos ao Fundo Eleitoral de 2022.
Às 18h, Eduardo Ribeiro, Felipe d’Avila e os deputados formalizarão a restituição dos recursos ao Tesouro por meio da entrega de um ofício à secretária-geral da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Christine Peter.
O Novo é o único partido que nunca utilizou recursos do Fundão para financiar campanhas, tendo devolvido também os recursos que teria direito nas eleições de 2018 e 2020. Após a comunicação ao TSE, caberá ao tribunal fazer a devolução dos recursos para os cofres do Tesouro Nacional.
“Somos contrários ao uso dos Fundos Eleitoral e Partidário por acreditarmos que as campanhas e os partidos políticos devem ser custeados por aqueles que acreditam nos ideais dos candidatos. Muitos recursos que saem dos cofres públicos para irrigar as campanhas políticas em anos eleitorais por todo o país deveriam, na verdade, ser investidos nas prioridades da população, como saúde, educação e segurança. Por isso, lancei uma plataforma de doação para a minha pré-campanha ao governo do Rio de Janeiro. É possível fazer uma campanha limpa ao lado dos que querem mudança”, afirmou Paulo Ganime, pré-candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro pelo Novo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.