Murilo Barbosa, ex-prefeito de Surubim, disputa vaga na Alepe pelo PL
19/04/2022
Sem Moro, Ciro diz não haver restrições a conversas com União Brasil
19/04/2022

Luciana Santos se lança para o Senado e prega chapa com identidade ideológica

Por Magno Martins – Num ato realizado ontem (18), no Recife, de lançamento da sua pré-candidatura ao Senado pelo PCdoB, partido que preside em nível nacional, a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, não citou em nenhum momento o nome do candidato a governador pelo PSB, Danilo Cabral. Centrou o discurso em cima do que chamou de retrocesso, referindo-se ao Governo Bolsonaro, enumerando contradições e fechamento de instituições voltadas para os direitos humanos e educação, como o fim do Ministério da Cultura. Pregou que a Frente Popular monte uma chapa com nitidez ideológica e alinhamento com Lula.
“Estou pondo meu nome para o Senado porque sempre estivemos, como comunistas, ao lado do PT, de Lula e Dilma, da verdadeira política de interesse social, que não discrimina nem privilegia feita nos governos que apoiamos em defesa da sociedade”, afirmou. Luciana bateu muito mais no Governo Federal, elogiou Paulo Câmara, mas em nenhum momento se referiu a Danilo como continuador das políticas do PSB estadual.
O lançamento da pré-candidatura dela ocorre num momento delicado na Frente Popular, de uma briga surda pela vaga ao Senado. Além de Luciana, Wolney Queiroz, do PDT, e Eduardo da Fonte, do PP, esperam uma chance para compor a chapa majoritária. O que se sabe, entretanto, é que o governador, condutor do processo sucessório, já teria se comprometido a abrir a vaga de senador para André de Paula (PSD).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.