Bolsonaro afirma que Exército pode ir para a rua acabar com ‘covardia de toque de recolher’
24/04/2021
Municípios pernambucanos decidem manter aulas remotas
24/04/2021

Jovens estão na mira da nova onda da Covid-19

Folha de Pernambuco
Quando as primeiras notificações sobre o novo coronavírus começaram a surgir, em dezembro de 2019, especialistas apontavam para a maior gravidade de casos entre pessoas idosas ou com comorbidades já existentes. Agora, quase um ano e meio depois, as “regras” que definiam quem estaria mais sujeito às complicações da doença, com maior índice de internações e óbitos, não estão mais tão taxativas.
Em contrapartida, em relação aos idosos, ocorreu o inverso. Os números de pacientes internados na terapia intensiva começaram a apresentar diminuição. O fato, como explica a Secretaria de Saúde, está diretamente relacionado à vacinação. À medida que a campanha de imunização progredia, os números de pacientes internados na terapia intensiva caíam.
De acordo com a SES, entre os primeiros idosos imunizados (aqueles com mais de 85 anos de idade), que começaram a ser vacinados no fim de janeiro, houve redução de 33% nas internações em leitos de UTI. Com relação ao público entre 70 e 84 anos, apesar de não ter havido queda nas semanas analisadas, o crescimento evoluiu em ritmo muito menor que entre os jovens. Conforme o órgão, houve 10% de redução em pessoas entre 80 e 84 anos, faixa que começou a ser vacinada em 25 de fevereiro em Pernambuco, e 88% entre 70 e 79 anos, cuja vacinação iniciou em 10 de março.
Continue lendo: Jovens estão na mira da nova onda da Covid-19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.