Depois do centrão, Bolsonaro acena com cargos ao MDB e DEM
22/04/2020
Central estadual de regulação de leitos duplica capacidade de atendimento
22/04/2020

Governo autoriza funcionamento do comércio em 72 cidades do ES a partir desta quarta

G1

Os estabelecimentos comerciais de 72 cidades do Espírito Santo estão autorizados pelo governo estadual a funcionar a partir desta quarta-feira (22).

Os municípios autorizados foram classificados pelo governo como de risco moderado e baixo para contaminação pelo coronavírus.

As cidades são Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alegre, Alto Rio Novo, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Iúna, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Piúma, Ponto Belo, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão e Vila Valério.

A capital Vitória, Serra, Vila Velha, Cariacica, Viana e Alfredo Chaves foram consideradas de alto risco e seguem com o comércio fechado.

O governo do ES instituiu o mapeamento de risco que direciona as medidas a serem adotadas no enfrentamento ao coronavírus em cada região capixaba, dependendo do número de casos da doença.

Em algumas cidades, há a determinação para o uso de máscara fora de casa, suspensão de atendimentos e instalação de barreiras sanitárias nos limites municipais com controle rigoroso.

Por meio do mapeamento, que separa os grupos de municípios em risco baixo, moderado e alto foram elaboradas orientações que englobam medidas sociais, medidas para estabelecimentos comerciais, para o transporte público coletivo e para os limites municipais.

Os critérios poderão sofrer atualizações e ajustes ao longo da epidemia. O enquadramento dos municípios nos níveis de risco será feito semanalmente por ato do secretário de Saúde.

Além disso, o estado levará em consideração a utilização da rede de saúde.

“Se o município tiver poucos casos, mas a rede de saúde que atende a sua região estiver com 90% de uso, esse município passará ao nível de risco alto. Caso a rede de saúde estadual esteja com 90%, todos os municípios da região passarão ao nível de risco extremo”, explicou o secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.