Pernambuco registra 1.069 novos casos e 20 óbitos por Covid-19
27/08/2020
OMS aconselha aos que tiveram contato com infectados que testem para Covid-19 mesmo sem sintomas
27/08/2020

Em Camaragibe, vereador acusa parlamentar de roubar seu celular

Diário de Pernambuco

Durante sessão plenária na Câmara Municipal de Camaragibe nesta terça-feira (25), o vereador José Roberto (PTC), conhecido como Roberto da Loteria, usou seu tempo na tribuna para acusar o – também – vereador Antônio Oliveira (PP), conhecido como Toninho, de ter furtado seu celular. Em um discurso agressivo, o parlamentar municipal usou palavras de baixo calão e chegou a apontar o dedo para Toninho. Câmara investigará se houve falta grave.

O caso ganhou repercussão nas redes socais, com a circulação de vídeos sobre os acontecimentos. “Eu comprei um celular, S9, S10, sei lá… O meu celular foi roubado nesta mesa aqui e eu falei com vossa excelência. Vossa excelência mandou olhar câmeras e funcionários. Hoje eu digo com propriedade que quem roubou meu celular foi vossa excelência. O senhor é ladrão, vossa excelência”, acusou Roberto da Loteria ainda no início do seu pronunciamento, afirmando que o seu celular havia sido furtado dentro da Câmara de Vereadores.

“O senhor pegou meu celular e entregou ao seu filho. Seu filho quebrou meu celular, deu a um assessor e ele não quis, seu filho pegou meu celular e jogou no canal porque achava que tinha gravações que o comprometia. […] Vossa excelência clama tanto por Deus, mas eu acho que seu pacto deve ser com o diabo”, completou.

Após as acusações, o vereador Toninho também fez uso da tribuna. Em sua fala, classificou as declarações de Roberto da Loteria como sendo “pesadas”. Mas afirmou que só deve se posicionar sobre o ocorrido após a leitura da ata da sessão plenária. “Referente a todas as acusações, ainda bem que temos câmeras de segurança. Vou pedir que os funcionários levantem [ as imagens]”, disse. “A acusação foi pesada, mas a cópia da ata e quando eu estiver com essa cópia, no momento certo, darei a resposta ao vereador Roberto da Loteria que usou da palavra e aos pares desta casa”, concluiu.

Decoro
Após a repercussão, por meio de nota de esclarecimento, a Câmara de Vereadores de Camaragibe afirmou que vai investigar a falta grave e decoro. O posicionamento é assinado pelo presidente da Câmara de Vereadores do Município,Vereador Paulo André. “Pedimos desculpas a sociedade Camaragibense, sobretudo aos presentes na sessão, salientando a missão de bem representar a comunidade e efetivar seus compromissos legislativos e constitucionais, onde jamais iremos apoiar ou defender qualquer forma de propagação do ódio”, diz um trecho do posicionamento. 

Em outro momento, a nota de esclarecimento explica como deve ser feito a apuração do caso disciplinar dentro da casa legislativa. “Destacamos que dentro das prerrogativas da Câmara Municipal, estão sendo realizados os pertinentes encaminhamentos para a apuração de possível falta grave, e decoro parlamentar, se todos os vereadores entenderem que deve se abrir um processo por tal ato, serão tomadas as providências necessárias por parte do Poder Legislativo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.