Ausência de Lula em convenção é estratégica para palanque pernambucano
21/07/2022
Pernambuco confirma mais dois casos de Monkeypox
21/07/2022

Em áudio, aliado do PSB pede para retirar adesivos de Marília em evento de Lula

Blog de Jamildo – Fontes ouvidas pela coluna dão conta da presença de militantes com adesivos de Marília Arraes (SD) no comício realizado por Lula (PT) em Serra Talhada, na noite desta quarta (20). Um áudio vazado mostra um assessor da prefeita Márcia Conrado (PT) pedindo que sua equipe arranque os objetos.
“Estamos tendo problemas no evento. Quem ver pessoas com adesivo de Marília, arranquem. Alguém colocou a militância de Marília Arraes para ‘adesivar‘ as pessoas, enganosamente. Então tirem e botem adesivos de Danilo nessas pessoas. Nos ajudem, é a hora de todo mundo dar as mãos”, diz Cesar Kaique.
Além de assessor da prefeita, ele é considerado coordenador da campanha de Danilo Cabral e Teresa Leitão na cidade. Márcia Conrado, em tempo, discursou de forma contundente contra Marília Arraes.
Lula realizou comício em Serra Talhada na noite desta quarta-feira (20). Ele apoia oficialmente Danilo Cabral (PSB) e Teresa Leitão (PT), respectivos pré-candidatos ao Governo de Pernambuco e ao Senado. Marília Arraes, porém, vem causando dor de cabeça, buscando associação informal ao ex-presidente.
A pré-candidata era filiada ao PT até março último, quando deixou o partido para viabilizar candidatura ao Governo de Pernambuco. Ela diz que o apoio de Lula a Danilo Cabral é protocolar, devido ao acordo nacional entre o PT e PSB. Sendo assim, ela tenta minar a associação entre o ex-presidente e seu adversário local.
Lula deixou claro seu apoio a Danilo Cabral e Teresa Leitão ontem, mas também deixou uma porta aberta para sua antiga colega de partido. Assim como em Garanhuns, disse separar relações pessoais de relações políticas.
“Não estou em Serra Talhada para ser contra ninguém. Estou aqui para dizer aos companheiros que em Pernambuco tenho candidato e que o nome dele é Danilo Cabral, porque temos acordo com o PSB, um acordo nacional porque precisamos derrotar o fascista que está no governo e recuperar a democracia“, disse Lula.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.