Veto a Ramagem como diretor-geral da PF é mantido por Moraes
09/05/2020
Pernambuco confirma 883 novos casos e 45 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas
09/05/2020

Em 45 dias, mortes por Covid-19 no estado superam óbitos anuais por câncer de mama e acidente de moto

Diário de Pernambuco

Dados desta sexta-feira (8) da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) apontam que Pernambuco registrou 82 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas e bateu um novo recorde. Durante esta semana, o estado registrou, diariamente, mais de 30 mortes. Na segunda (4), foram 39. Na terça, o número subiu para 58, até então a maior quantidade de óbitos por dia. Na quarta, foram 54 mortes e, na quinta, mais 42.

Agora, o estado totaliza 927 mortes. Pernambuco tem, ao todo, 11.587 casos confirmados da doença. Mais 141 óbitos com suspeita de relação com o novo coronavírus estão aguardando processamento de testes no Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE).

Em coletiva de imprensa na tarde desta sexta no Palácio do Campo das Princesas, o secretário estadual André Longo fez um alerta sobre as quase mil mortes já notificadas no estado. Segundo ele, a quantidade de óbitos por Covid-19, registrados em 45 dias, já supera os números de mortes provocadas por armas brancas em todo o ano de 2018 no estado, por exemplo.

“Para se ter a ideia da real dimensão dessas mortes, que estão causando sofrimento e dor a centenas de famílias que tiveram a vida de um ente querido ceifada, esse quantitativo representa mais do que todas as mortes registradas em Pernambuco em 2018 por agressão por arma branca (518 óbitos), do que os cânceres de mama (818), próstata (789) e colo do útero (335). As 927 mortes pela Covid-19 já superaram, inclusive, o número de vítimas fatais por acidentes de moto, que têm uma média de 800 óbitos por ano no estado”, comparou.

A taxa média de ocupação atual nos leitos criados exclusivamente para a Covid-19 na rede pública é de 93%, de acordo com o novo boletim epidemiológico do estado, sendo 96% nas UTIs. Na rede privada, segundo Longo, a ocupação dos leitos está em 95%. “Os nossos esforços diários permitiram abrir 932 leitos, sendo 471 de UTI. No entanto, a velocidade do avanço do vírus tem gerado uma grande demanda por vagas. Mais de 200 pacientes aguardam por uma vaga em UTI”, disse o secretário.

Não estar em uma UTI não significa que os pacientes estão desassistidos, de acordo com o médico infectologista Demetrius Montenegro, chefe do setor de Infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc). Cerca de 200 respiradores estão distribuídos pelo estado em salas de estabilização e salas vermelhas de unidades como policlínicas e UPAs.

Números

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou, nesta sexta, 763 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 297 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 466 são casos leves. Agora, Pernambuco totaliza 11.587 casos já confirmados, sendo 6.599 graves e 4.988 leves.

Dos casos graves, 2.334 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e estão em isolamento domiciliar. Outros 1.882 estão internados, sendo 221 em UTI e 1.661 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada. Além disso, o boletim de hoje registra 68 novos pacientes recuperados da doença, totalizando 1.456 pacientes recuperados do novo coronavírus.

Até agora, os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 133 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha e de ocorrências de pacientes de outros estados e países.

Também foram confirmados laboratorialmente 82 óbitos, sendo 42 mulheres e 40 homens, de pessoas residentes nos municípios de Recife (30), Jaboatão dos Guararapes (8), Paulista (9), Olinda (7), Cabo de Santo Agostinho (3), Vitória de Santo Antão (3), Arcoverde (2), Ibimirim (2), Goiana (2), Agrestina (1), Aliança (1), Barreiros (1), Camaragibe (1), Capoeiras (1), Glória do Goitá (1), Igarassu (1), Ipubi (1), Itambé (1), Lagoa dos Gatos (1), Moreno (1), Ribeirão (1), Salgueiro (1), São Lourenço da Mata (1), Surubim (1), Timbaúba (1). Com isso, o estado totaliza 927 mortes.

As mortes ocorreram entre os dias 24 de abril e 7 de maio e os pacientes tinham idades entre 11 e 101 anos. As faixas etárias dessas pessoas eram: 10 a 19 (1), 20 a 29 (2), 30 a 39 (2), 40 a 49 (4), 50 a 59 (13), 60 a 69 (21), 70 a 79 (18), 80 ou mais (21). Seis crianças já morreram por Covid-19 em Pernambuco. A criança de 11 anos cujo óbito está registrado no novo boletim tinha hidrocefalia, de acordo com a SES-PE.

Dos 82 pacientes, 50 apresentavam comorbidades confirmadas, como hipertensão (25), diabetes (14), doença cardiovascular crônica (13), deficiência/transtorno mental (6), sequela/histórico de AVC (4), tabagismo (4), asma (3), neoplasia (3), pneumonia – ou histórico de pneumonia recorrente (3), doença de Alzheimer (2), doença de Parkinson (2), obesidade (2), doença renal crônica (2), insuficiência renal crônica (2), pneumopatias (2), sequela/histórico de AVE (1), etilismo (1), miastenia grave (1), Linfoma Hodgkin (1), desnutrição (1), doença hepática (1), doença pulmonar obstrutiva crônica (1), epilepsia (1), Síndrome de Cushing (1), hidrocefalia (1) e imunodepressão (1). O mesmo paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois não tinham comorbidades e os demais casos ainda estão em investigação pelos municípios.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, 2.614 casos foram confirmados e 1.729 descartados. Outros 765 casos estão em investigação. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública – estadual e municipal – ou privada. Entre os dias 30 de abril e 5 de maio, o Acolhe SES, serviço de atendimento psicológico e prestação de serviços a profissionais de saúde, realizou 34 atendimentos. Desses, 85,5% foram para servidores e 14,7% para familiares dos profissionais com Covid-19. Do total de atendimentos, 44,1% foram sobre orientação social e 29,4% para acompanhamento psicológico.

Hospital dos Servidores

A partir desta sexta-feira, a urgência do Hospital dos Servidores do Estado (HSE) tornou-se, provisoriamente, uma unidade exclusiva para atendimento de casos suspeitos ou confirmados da Covid-19. Atendimentos de urgência para demais casos devem ser feitos em outras duas unidades credenciadas: o Hospital Nossa Senhora Aparecida, em Paulista, e o Hospital D’Ávila, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife.

“A taxa média de ocupação atual do Hospital dos Servidores, segundo o IRH (Instituto de Recursos Humanos), é de 90%, sendo 80% na enfermaria e máxima, ou seja 100%, na UTI. A decisão da diretoria de encaminhar pacientes que não têm diagnóstico da Covid para outras unidades vai permitir, em breve, ter mais 17 leitos na UTI e 85 na enfermaria para atender usuários do Sassepe (Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado)”, disse Longo.  

Presos

Oitenta casos da Covid-19 foram confirmados em pessoas privadas de liberdade, sendo 78 pacientes do sexo masculino e duas do sexo feminino. Essas pessoas têm entre 19 e 80 anos. Do total, 66 são considerados casos leves e os pacientes estão em isolamento na própria unidade prisional onde cumprem pena.

Outros 11 já se recuperaram da doença. Dois estão internados em UTI e uma morte foi registrada. Outras 48 pessoas com sintomas gripais estão sendo monitoradas, sendo duas na rede de atenção a saúde por se tratar de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Já houve coleta de material para atestar se é Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.