Café poético com Dimas Santos…
16/05/2014
Contribuinte já pode corrigir erros e sair da malha fina do IR 2014…
16/05/2014

Eduardo e Aécio já sinalizam rompimento do pacto…

20140516045931_cv_AECEDUaecuieduardomateria_1_gde

O pacto de convivência fechado entre os pré-candidatos Aécio Neves, do PSDB, e Eduardo Campos, do PSB, está ameaçado. Existe a possibilidade concreta de um rompimento do pacto, principalmente no acordo fechado para os palanques de Minas Gerais e Pernambuco. Esse rompimento deve acontecer muito antes de todas as previsões.

Pelo acerto original, o PSB apoiaria o candidato do PSDB mineiro,
Pimenta da Veiga, e os tucanos apoiariam a candidatura de Paulo
Câmara, do PSB pernambucano. Eduardo Campos já admite de forma reservada a possibilidade de lançar uma candidatura em Minas, mesmo com o risco do lançamento do nome de Daniel Coelho, do PSDB, ao governo de Pernambuco.

Internamente, a candidatura própria em Minas tem sido defendida pela ex-senadora Marina Silva, pré-candidata a vice na chapa de Campos. Mas há o reconhecimento interno na campanha de Eduardo Campos de que esse movimento vai significar um rompimento formal do pacto de convivência entre os dois. O acerto inicial de Campos e Aécio era de despejar a artilharia contra a candidatura à reeleição de Dilma Rousseff.

Em conversas com interlocutores, Eduardo Campos não esconde o
desconforto com o evento recente para empresários, em Comandatuba, na Bahia, em que teve papel periférico ao lado de Aécio Neves. Ele registrou que o tucano teve o dobro do tempo para falar. E que, depois, a organização do evento fez críticas públicas ao comportamento do socialista ao lado de Marina Silva.

O grupo de Eduardo Campos avalia que a candidatura não pode ficar
atrelada à estratégia da campanha de Aécio Neves. E que é preciso
evitar armadilhas, como ocorreu na Bahia, e ao mesmo tempo, reforçar as diferenças entre os dois.

Diante disso,  Aécio também vai mostrar uma agenda própria em temas como meio ambiente, numa forma de alfinetar Marina Silva, candidata à vice de Campos. Ontem, o tucano se reuniu com o coordenador do programa de governo, Antonio Anastásia, e o novo coordenador de Meio Ambiente e Sustentabilidade da campanha, Fabio Feldmann, ex-secretário de Meio Ambiente de São Paulo.

Gerson Camarotti (Blog))

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.