Câmara aprova em 2º turno texto-base da PEC dos Benefícios Sociais
14/07/2022
Arquivo Fotográfico
14/07/2022

Ciro pede cláusula de participação em debates em ofício por paz

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Por: Victor Correia – Correio Braziliense – O ex-governador do Ceará e pré-candidato ao Planalto Ciro Gomes (PDT) comentou, nesta quarta-feira (13), os ofícios enviados por partidos aliados a Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Simone Tebet (MDB) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por medidas para diminuir a violência no período eleitoral. O pedetista afirmou que apoia a iniciativa, mas sugeriu ainda, em alfinetada a Lula, uma cláusula para que todos os signatários dos pedidos participem dos debates eleitorais.
“Qualquer iniciativa que defenda a paz e a normalidade no pleito tem o meu apoio. Mas sugiro, igualmente, que conste neste acordo uma cláusula com o compromisso firmado, por todos os signatários, de participarem de debates ao vivo nos meios de comunicação”, disse Ciro em suas redes sociais. “A troca ampla de ideias e o confronto de propostas são as maiores garantias de uma paz democrática duradoura”, completou.
Partidos pedem paz
Nesta quarta (13), o ministro Alexandre de Moraes, que assumirá o comando do TSE em agosto, recebeu representantes da federação que compõe a chapa de Lula, composta pelos partidos PT, PV, PSol, PCdoB, Rede e Solidariedade, que pediram que a Corte tome medidas para garantir a paz no período eleitoral.
Moraes recebeu ainda a senadora Simone Tebet e os presidentes nacionais do PSDB, Bruno Araújo, e do Cidadania, Roberto Freire, que entregaram um manifesto também pela paz nas eleições. “É dever das instituições garantir que a vontade popular expressa no voto possa se dar em clima de paz, harmonia e tranquilidade, com absoluta segurança”, pontua o documento.
Ciro Gomes é crítico da postura tanto de Lula quanto do presidente Jair Bolsonaro (PL) de evitarem os debates eleitorais. A coligação que forma a chapa de Lula, inclusive, chegou a sugerir que os debates sejam limitados a três e realizados em conjunto por diversos veículos de comunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.