13/09/2019

José Neto já deu certo…

Um Governo que se preze deve primar, inicialmente e primordialmente, pela articulação política. Neste campo, o governador Paulo Câmara (PSB) só conseguiu afinar a viola agora, nos primeiros nove meses da segunda gestão, ao convocar o seu curinga José Neto para assumir a Casa Civil. Sobrinho do ex-governador Joaquim Francisco, Neto pegou um tremendo abacaxi para descascar, com reclamações na base governista na Assembleia Legislativa e nos municípios. Mal sentou na cadeira, trouxe ao Palácio para uma audiência a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), enviesada com o governador. Ela saiu de lá radiante pela forma calorosa como foi tratada. Deputados que, há mais de um ano, não pisavam os gramados dos jardins palacianos voltaram a provar do cafezinho na Casa Civil. Ninguém sai de lá de cara fechada. Neto os trata com distinção, como deveriam ter recebidos desde o início. Afinal, deputado é parceiro do Governo. (Magno Martins)
12/09/2019

O pesadelo do fim das coligações…

O fim das coligações nas eleições proporcionais do ano que vem tem tirado o sono não apenas dos vereadores que vão à reeleição, mas sobretudo candidatos a uma vaga nas câmaras municipais. Ainda existe uma nuvem de interrogações perturbando o segmento. Como se dará, por exemplo, o cálculo para emplacar um mandato? Especialista em direito eleitoral, a advogada Yanne Teles irá tirar as dúvidas dos interessados num encontro no Recife, no dia 14 de outubro. Além do fim das coligações, a próxima eleição será o teste de fogo também para o primeiro financiamento público de campanhas. Quais partidos terão mais dinheiro para bancar candidatos no chamado fundo eleitoral e quais os critérios a serem adotados para tal? As mudanças foram feitas pelo Congresso e os vereadores servirão de cobaias. Se não derem certo, custo acreditar que as excelências da Câmara e do Senado venham a provar desse fel em 2022. […]
12/09/2019

Luciana Santos transmite governo a Eriberto e Simone Santana assume Alepe…

Com viagem a Portugal ontem (11), a governadora em exercício, Luciana Santos (PCdoB), transmitiu o Governo de Pernambuco, às 17h de ontem para o presidente da Assembleia Legislativa, Eriberto Medeiros (PP). Em consequência, a deputada Simone Santana (PSB), que ocupa a primeira vice-presidência da Alepe, assumiu o comando da Casa de Joaquim Nabuco. Será a primeira mulher a presidir o legislativo estadual. O governador Paulo Câmara (PSB) transmitiu o cargo para Luciana, no último sábado (7), quando viajou a Singapura, na Ásia, para participar, durante dez dias, de um evento internacional a convite da Fundação Lemann. (Folha de Pernambuco)
11/09/2019

Bolsonaro mandou Guedes demitir Cintra, diz Mourão…

O presidente interino, Hamilton Mourão, afirmou nesta quarta-feira (11) que a demissão do secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, foi uma decisão do presidente Jair Bolsonaro. Segundo o general da reserva, foi Bolsonaro quem transmitiu a ordem ao ministro da Economia, Paulo Guedes, após ter se incomodado com o fato da discussão sobre a criação de um imposto nos moldes da CPMF ter se tornado pública antes de uma decisão presidencial. “Foi decisão do presidente [demissão de Cintra]. [Foi] A questão do imposto de transição financeira que o presidente Bolsonaro não tem nenhuma decisão a esse respeito e ele acha que a discussão se tornou pública demais antes de passar por ele”, disse. Nesta quarta-feira (11), Bolsonaro e Guedes se falaram pelo telefone para definir a exoneração. Antes da ligação, o ministro almoçou com Mourão. No encontro, ele demonstrou angústia com a situação de Cintra. “Ele [Mourão] compartilhou essa angústia […]
11/09/2019

Ressuscitar CPMF é erro do governo Bolsonaro…

Enterrada pelo Senado em 2007 numa das poucas vitórias da então oposição ao governo Lula, a CPMF foi um dos impostos eficazes do ponto de vista fiscal, mas extremamente prejudicial para o contribuinte, que já pagava uma elevada carga tributária e tinha na CPMF mais uma forma de arrecadar do governo. No bojo da discussão de uma reforma tributária, extremamente essencial para o Brasil, o ministro da Economia, Paulo Guedes, considerado um dos fortes pilares do governo Jair Bolsonaro, defendeu abertamente a recriação da CPMF que nas suas contas garantiria um incremento na receita do governo federal de R$ 150 bilhões. A medida, evidentemente, tem sido rechaçada pelo Congresso Nacional, que não quer comprar a briga de criação de novos impostos com a sociedade, que está cansada de pagar uma elevada carga tributária sem ter retorno em serviços essenciais como saúde, educação e segurança. Se quiser efetivamente discutir a reforma […]
11/09/2019

STF rebate fala de Carlos Bolsonaro sobre democracia…

Da Folha de S. Paulo – Por Mônica Bergamo Ministros do STF rebateram as falas de Carlos Bolsonaro sobre a democracia e afirmaram que não existe estrutura para um quadro de ruptura no Brasil. O filho do presidente afirmou em suas redes que “por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos”. RUMOS Um dos magistrados afirmou que o Congresso já reagiu à tentativa de Bolsonaro de legislar via decreto e modificou as Medidas Provisórias propostas por ele.
11/09/2019

Magalhães fez chapão, mas perdeu…

Nos últimos dias, tem sido ato rotineiro o prefeito Geraldo Júlio aparecer abonando fichas de vereadores, até então de oposição, ingressando no PSB. Entre os neossocialistas, Alcides Teixeira Neto, egresso do PRTB; Eduardo Chera, do PSC; e Rinaldo Júnior, do PRB. Isso sem contar de suplentes com votações expressivas nas eleições passadas. Júlio quer, na prática, esvaziar o balão das chapas proporcionais no campo adversário. Com o fim das coligações nas eleições para vereador em 2019, teoricamente os partidos com maior número de candidatos com mandatos teriam mais chances de emplacar maior número de cadeiras. O prefeito não está inventando a roda, mas é bom olhar no retrovisor também. Nas eleições de 2000, o então prefeito Roberto Magalhães juntou uma penca de vereadores com mandato numa única chapa, mas acabou perdendo para João Paulo (PT), que tinha apenas oito candidatos proporcionais em sua chapa.(Magno Martins)
10/09/2019

Rachado, PSL se reúne nesta terça-feira para decidir o futuro do partido…

Correio Braziliense A bancada do PSL na Câmara se reúne, nesta terça-feira (10), para lavar a roupa suja num processo que pode definir uma reestruturação interna. Em jogo, está o reposicionamento do partido no Congresso e o futuro da relação com as demais legendas para construir composições e assegurar apoio às agendas do governo. A sigla estará dividida em dois grupos. Um representado pelo líder, Delegado Waldir (GO), e outro pelo primeiro vice-líder, Felício Laterça (RJ). As duas forças têm concepções semelhantes, mas com diferenças tênues. Waldir defende a manutenção da identidade “raiz” do PSL, com a preservação de valores e combate à corrupção, mas prega a manutenção de um bom relacionamento com os demais partidos para criar maioria nas votações em comissões e no plenário. Laterça, por sua vez, considera que a sigla não tem o real apoio de outras legendas, e classifica a liderança como “manca”, sem organização […]
10/09/2019

João Campos pode ser secretário de Administração …

Eleito deputado federal com 460 mil votos, tornando-se o mais votado da história de Pernambuco, João Campos está credenciado eleitoralmente para disputar a prefeitura do Recife, cidade em que foi igualmente o mais votado. Porém é preciso ter uma experiência administrativa para contrapor eventuais críticas a sua juventude. A expectativa é que ele possa ser alçado à condição de secretário de Administração de Paulo Câmara ainda este ano, onde ficaria responsável por uma das principais pastas do governo, recentemente ocupada por José Neto que assumiu a secretaria da Casa Civil. A ida de João para Administração justifica o fato de Paulo Câmara não ter nomeado Milton Coelho para o posto, uma vez que João sendo convocado, Milton automaticamente seria deputado federal. Para quem foi chefe de gabinete do governador no primeiro mandato e deputado federal mais votado de Pernambuco, João Campos só precisará de uma passagem pelo secretariado no sentido […]