João Alfredo: morre Lory Oliveira
16/05/2021
Fragmento Bíblico
16/05/2021

Brasil vê média móvel de mortes por Covid subir após 15 dias de queda; total passa de 435 mil vítimas

G1
O Brasil registrou 971 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando neste domingo (16) 435.823 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.915 –maior que a da vésperaEssa média voltou a subir depois de 15 dias caindo. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -19%, indicando tendência de queda nos óbitos decorrentes do vírus.
Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h deste domingo. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.
O Brasil completa agora 116 dias com a média móvel de mortes acima da marca de 1 mil. De março até o dia 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média acima da marca de 2 mil. O número vinha caindo desde 1º de maio, e agora voltou a subir.
Veja a sequência da última semana na média móvel:
  • Segunda (10): 2.083
  • Terça (11): 1.980
  • Quarta (12): 1.944
  • Quinta (13): 1.917
  • Sexta (14): 1.913
  • Sábado (15): 1.910
  • Domingo (16): 1.915
Apenas um estado apresenta tendência de alta nas mortes: RR.
Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 15.625.218 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 34.605 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 63.286 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +5% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade também nos diagnósticos.
Desde segunda (10), a média móvel de casos vem subindo um pouco a cada dia. Há 27 dias, essa média aparece em torno de 60 mil diagnósticos diários. Ela tem subido e descido na faixa entre 55 mil e 65 mil desde o dia 20 de abril –diferente da média de mortes, que no mesmo período caiu em quase 1/3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.