João Alfredo – Movimento na feira-livre de segunda-feira (20)
21/04/2020
Drauzio Varella prevê ‘tragédia nacional’ por coronavírus
21/04/2020

Auxílio de R$ 600: cidadão agora pode contestar negativa

Correio Braziliense

A Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou ontem (20) que o cidadão que tiver o auxílio emergencial negado e não concordar com a negativa, poderá contestar. “Se você está com status de não aprovado, mas discorda desta informação, você entende que tem o direito, nós liberamos a possibilidade de você efetuar o cadastro no aplicativo ou no site”, disse o vice-presidente da Caixa, Paulo Henrique Ângelo.

Não poderá solicitar a contestação aqueles que tiveram o pedido negado por: indicativo de falecimento do próprio beneficiário; faz parte de uma família já contemplada pelo auxílio (cada grupo familiar pode ter no máximo duas pessoas contempladas); é beneficiário do Bolsa Família; ou recebeu mais de R$ 28.559,70 em 2018. 

A mudança já está prevista nas plataformas. Para receber o auxílio, o cidadão precisa cumprir os critérios da lei 13.982/2020. Em entrevista no Palácio do Planalto, foi anunciado pelo presidente da CEF, Pedro Guimarães, o adiantamento da segunda parcela do auxílio na próxima quinta-feira (23), para aqueles que já receberam a primeira e nasceram em janeiro ou fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.