Inscrições para o Enem 2021 começam nesta quarta-feira
30/06/2021
Renê Cabral será o novo presidente da Câmara de Camaragibe
30/06/2021

Após perder patrocinadores, Sikêra Jr. pede desculpas

LeiaJá
O apresentador Sikêra Jr. iniciou o Alerta Nacional dessa terça-feira (29), na RedeTV!, falando da polêmica que se envolveu nos últimos dias. Após chamar os homossexuais de “raça desgraçada”, o comunicador garantiu que, de fato, se alterou ao opinar sobre uma campanha publicitária homenageando a comunidade LGBTQIA+. “Recebi muito apoio e ataque. E colegas que trabalham nesse canal também foram atacados. Tudo que falo nesse programa é de minha responsabilidade. Nunca fugi [de minha responsabilidade] e não vai ser agora. Mantenho a minha palavra”, disse.
“Quem trabalha comigo sabe do respeito que tenho por todos, independente da religião, cor da pele, sexo. Desafio qualquer um que me critica a encontrar tantos homossexuais trabalhando na frente e por trás das câmeras. Faço questão de trabalhar com gente livre para demonstrar o que pensa. Mas eu, como pai e avô, não posso me calar para vender uma ideologia. Criança precisa estudar, brincar e principalmente ser criança. Dito isso, eu preciso reconhecer que me excedi”, completou.
Sikêra declarou ao vivo no programa que se arrepende por algumas expressões usadas. Ele se desculpou: “No calor do comentário, posso ter usado palavras que me arrependo, sou humano. Errei, erro e vou errar, quantas vezes já repeti isso aqui? Sou humano! O que eu tenho sofrido com essa situação… ninguém está imune de errar. Como falei, tenho a responsabilidade de pedir desculpas publicamente. Aprendi muito com essa lição. Vou seguir defendendo a família tradicional, mas sem desrespeitar. […] Extrapolei como nunca, revoltado com o que vi naquele comercial, e continuo contra, minha opinião continua a mesma. Mas você que se sentiu ofendido, o que eu posso dizer é que me perdoe”.
Na semana passada, Sikêra Jr. não gostou de ver o comercial do Burger King, que mostrou em rede nacional crianças dizendo que é normal ver pessoas do mesmo sexo juntas. Como consequência de sua fala na atração, Sikêra Jr. acabou perdendo diversos patrocinadores. A construtora MRV, por exemplo, afirmou em um comunicado que não irá mais investir no noticiário policial.
“A MRV acredita na diversidade e não compactua com qualquer forma de preconceito. O programa Alerta Amazônia/Nacional já não faz mais parte dos nossos planos de mídia”, diz a nota. Empresas como TIM, Hapvida, Magazine Luiza, Ford e Nivea também deixarão de patrocinar o Alerta Nacional. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.