Com PT na disputa, Marília tem o dobro de Humberto
23/02/2022
Geraldo bateu o martelo por candidatura a deputado federal
23/02/2022

A Lula, França admite retirar candidatura ao governo de São Paulo se próximas pesquisas mostrarem Haddad à frente

Por Andréia Sadi – Em uma conversa que durou cerca de duas horas, o ex-presidente Lula e o ex-governador de São Paulo Márcio França conversaram ontem sobre o palanque no estado –que trava um acordo entre PT e PSB. No encontro, França reiterou ao petista que é candidato a governador, mas admitiu que, se as pesquisas nos próximos meses mostrarem o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad à frente, ele recua.
“Ele reiterou tudo que vem dizendo: o critério são as pesquisas. Foi uma boa conversa, Lula é muito habilidoso, Márcio França também. Se o PT aceitar, o PSB aceita e todos aceitam”, afirmou ao blog o presidente do PSB, Carlos Siqueira.

A proposta de França já havia sido antecipada ao “Em Foco”, na GloboNews.

Segundo o blog apurou, Lula ficou de levar a proposta para o ex-prefeito de São Paulo Haddad e para a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

Nos bastidores, no entanto, o PT dá como certa a candidatura de Haddad ao governo de São Paulo e a de França para o Senado.

Na segunda (21), ao blog, França disse que quem decidiria sobre o impasse seria Lula. A depender de Lula, o candidato ao Palácio dos Bandeirantes é Haddad.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.