Hoje:

13 de março é o 72.º dia do ano no calendário gregoriano (73.º em anos bissextos). Faltam 293 para acabar o ano.

  • 483 — É eleito o Papa Félix III;

  • 624 — Batalha de Badr, a primeira grande batalha entre os seguidores de Maomé e os coraixitas de Meca;

  • 874 — Os ossos de São Nicéforo são enterrados na Igreja dos Santos Apóstolos, Constantinopla;

  • 1138 — O cardeal Gregorio Conti é eleito Antipapa como Vítor IV, sucedendo Anacleto II;

  • 1325 — Fundação da cidade de Tenochtitlán, a capital do Império Asteca no atual México;

  • 1639 — O “New College”, em Cambridge Massachusetts, muda de nome para “Harvard College” em homenagem ao pastor congregacional calvinistaJohn Harvard;

  • 1697 — Tayasal, capital do último reino maia independente, é tomada pelos conquistadores espanhóis, a etapa final na conquista espanhola da Guatemala;

  • 1781 — William Herschel descobre o planeta Urano;

  • 1809 — Gustavo IV Adolfo da Suécia é deposto por um golpe de Estado;

  • 1811 — Guerras Napoleônicas: no mar Adriático ocorre a batalha naval pela posse da importante ilha estratégica de Lissa;

  • Continua…

  • 1823 — A Batalha do Jenipapo ocorreu às margens do riacho de mesmo nome e foi decisiva para a Independência do Brasil e consolidação do território nacional;

  • 1865 — Guerra de Secessão: os Estados Confederados da América relutantemente concordam em utilizar tropas afro-americanas;

  • 1881 — Alexandre II da Rússia é assassinado próximo ao seu palácio por radicais que exigem um governo constitucional (pelo calendário juliano, em uso na Rússia naquela ocasião, a data é 1 de março.);

  • 1900 — Segunda Guerra dos Bôeres: forças britânicas ocupam Bloemfontein, Estado Livre de Orange;

  • 1915 — Primeira Guerra Mundial: término da Batalha de Neuve Chapelle, uma ofensiva britânica na região de Artois que quebrou as defesas alemãs;

  • 1920 — O Kapp-Putsch expulsa o governo da República de Weimar de Berlim;

  • 1921 — A Mongólia se declara uma monarquia independente, governada pelo oficial militar russo Roman Ungern von Sternberg como um ditador;

  • 1933 — A Grande Depressão: os bancos nos Estados Unidos reabrem após a ordem do presidente Franklin Delano Roosevelt de “feriado bancário”;

  • 1940 — Termina a Guerra de Inverno russo-finlandesa;

  • 1943 — Holocausto: as forças alemãs liquidam com o gueto judeu de Cracóvia;

  • 1954 — Primeira Guerra da Indochina: as forças Việt Minh sob o comando de Vo Nguyen Giap desencadeiam um intenso ataque de artilharia sobre os franceses dando início à Batalha de Dien Bien Phu, foi a última batalha da Guerra da Indochina;

  • 1964 — É realizado na Central do Brasil, no Rio de Janeiro, o Comício das Reformas. Com a presença e discursos do então presidente João Goulart, de Leonel Brizola, Miguel Arraes e Luis Carlos Prestes o ato foi considerado uma provocação de cunho comunista pelos adversários do presidente deposto;

  • 1969 — Programa Apollo: a Apollo 9 retorna com segurança à Terra depois de testar o Módulo Lunar;

  • 1977 — O Humorístico Os Trapalhões, estreia na Rede Globo de Televisão;

  • 1984 — A Argentina pede a desmilitarização das ilhas Malvinas – (ver Guerra das Malvinas) e expressa sua preocupação pela instalação de elementos nucleares no arquipélago;

  • 1986 — A sonda espacial Giotto se aproxima a menos de 500 quilômetros do núcleo do cometa Halley;

  • 1988 — Inaugurado no Japão o mais longo túnel ferroviário do mundo. O túnel Seikan contém um trecho de 23,3 km sob o leito marinho. Conecta a prefeitura de Aomori, na ilha japonesa de Honshu, à ilha de Hokkaido;

  • 1992 — No Leste da Turquia, um terremoto registra 6.8 na escala de Richter matando mais de 500 pessoas.

  • 1995 — Criação do Manifesto Dogma 95, um movimento cinematográfico internacional;

  • 1997

    • As Missionárias da Caridade da Índia escolhem a Irmã Nirmala para suceder Madre Teresa de Calcutá como sua líder;

    • As Luzes de Phoenix são vistas sobre Phoenix, Arizona por centenas de pessoas, e por milhões na televisão;

  • 2013 — Papa Francisco é eleito, no conclave papal, como o 266.° Papa da Igreja Católica.

  • 2016 — Manifestações contra o governo Dilma ocorrem em todas as capitais e algumas cidades do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo