14/10/2018

Três vices já assumiram a Presidência do Brasil desde o fim da ditadura…

A história da política brasileira mostra que a figura do vice-presidente é importante no governo do país. Desde a redemocratização, três “número 2” assumiram a vaga do presidente. O primeiro deles, José Sarney, substituiu Tancredo Neves (PDS), eleito indiretamente pelo Congresso em 1984. O segundo foi Itamar Franco, que assumiu o cargo após o impeachment de Fernando Collor de Melo. Hoje, o presidente da República é Michel Temer (MDB), eleito vice de Dilma Rousseff (PT) em dois mandatos. Escanteados nas campanhas do PT e do PSL ao Planalto, o general Hamilton Mourão (PSL), presente na chapa puro-sangue de Jair Bolsonaro, e a deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB), aliada a Fernando Haddad, aparecem como simples figurantes às vésperas de uma eleição extremamente radicalizada e ainda imprevisível. Hamilton Mourão e Manuela D’Ávila tiveram poucas aparições nos últimos tempos. Uma das polêmicas envolvendo o militar ocorreu quando ele deu declarações sobre o fim […]
06/07/2018

Fim do sonho: Brasil cai diante da promissora Bélgica…

 A “rebeldia tática” venceu o equilíbrio. A Bélgica eliminou o Brasilda Copa da Rússia ao vencer por 2×1 nesta sexta (6), em Kazan, pelas quartas de final. Os gols da vitória belga foram marcados ainda no primeiro tempo por Fernandinho, contra, e De Bruyne. O Brasil descontou com Renato Augusto, aos 30 minutos do segundo tempo. A derrota poderia ser maior e tinha pinta de 7×1, placar da vergonhosa derrota para a Alemanha no Mundial de 2014. O trio belga formado por Lukaku, Hazard e De Bruyne fez o que quis no primeiro tempo com a defesa brasileira, que havia tomado apenas um gol no Mundial. Foi a segunda derrota da era Tite, que colecionava 20 vitórias e quatro empates. O treinador deixa o Mundial sem conseguir superar o seu antecessor. Na Copa passada, o Brasil sob o comando de Luiz Felipe Scolari ficou em quarto lugar. (Folhapress)
06/07/2018

“Brasil sabe como é ganhar”, diz técnico da Bélgica…

O técnico da Bélgica, Roberto Martínez, deu a sua opinião sobre Brasil e Bélgica, que se enfrentam nesta sexta-feira (6), em Kazan, pelas quartas de final da Copa do Mundo. Para ele, o que diferencia as duas equipes são os cinco títulos mundiais da seleção brasileira. “A diferença é clara. As duas equipes são semelhantes em termos de qualidade. Temos talentos na seleção, mas nunca ganhamos uma Copa do Mundo. É assim quando se entra em torneio que não tem o status de já tê-lo vencido. O Brasil sabe como é, ganharam mais que qualquer outro país e se livraram dessa barreira psicológica”, disse o treinador, natural da Catalunha. “Respeitamos o Brasil pelo que conquistaram. Não significa que vamos aceitar o desafio, além da parte técnica e tática, eles sabem como vencer uma Copa do Mundo”, acrescentou Martínez. Ele disse que apenas o fato de atuar contra o Brasil já é uma motivação para sua equipe, por conta do histórico […]
18/06/2018

Juiz é gatuno, mas Brasil jogou como um gatinho…

Josias de Souza A torcida brasileira passará a semana rosnando: “Juiz ladrão.” E não há, de fato, desculpa que redima o juiz mexicano Cesar Ramos, nenhuma atenuante que o absolva. Não ver com os próprios olhos, vá lá. Mas o desprezo pelo terceiro olho leva a arquibancada a se perguntar: Qual é, afinal, a serventia do tal árbitro de vídeo? Beleza. Contudo, a segunda interrogação da partida é mais exasperante do que a primeira: por que diabos o Brasil pisou no freio depois dos 30 minutos iniciais? Incompreensível. Escorada no golaço de Felipe Coutinho, a seleção cedeu espaço ao adversário, permitindo que se esfarelasse, à vista de todos, seu denso favoritismo. Um time mais compenetrado teria assegurado a vitória a despeito do gol irregular da Suíça e do pênalti que o apitador se absteve de conceder ao Brasil. Sobreveio o deprimente empate. Pode-se dizer que houve um par de chances de gol. […]
17/06/2018

Atuais campeões e Neymar iniciam jornada contra rivais incômodos…

A atual campeã Alemanha e o Brasil, liderado por Neymar, entram em campo neste domingo pelos primeiros jogos na Copa do Mundo da Rússia-2018, contra os incômodos México e Suíça, respectivamente. O outro jogo de domingo é o duelo entre Sérvia e Costa Rica, que há quatro anos chegou às quartas de final. Neymar, 3, 2, 1… Chegou o grande dia para Neymar. Desde sua lesão no pé, dia 25 de fevereiro, a estreia na Copa do Mundo contra a Suíça é um dia muito aguardado. Vai ser o reencontro da seleção brasileira com o torneio que já venceu cinco vezes. Mas a última lembrança é a humilhação por 7 a 1 para a Alemanha, nas semifinais da edição disputada em casa em 2014. “Neymar não está 100% ainda, mas também é muito privilegiado fisicamente. Não está em sua plenitude ainda, mas está em um processo bem evoluído e suficientemente […]
28/05/2018

Fake News: vídeo sobre estado de sítio é falso…

Corre nas redes sociais um vídeo em que mostra uma confusão no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, neste momento. A mensagem diz que o Exército foi convocado e que Michel Temer, com o apoio do Rodrigo Maia, decretou estado de sítio. O vídeo é antigo. Neste momento, a maioria dos parlamentares está nas suas bases e o plenário da Câmara está vazio, vazio.  
22/05/2018

Brasil reage à crise na Venezuela sem método…

Josias de Souza A diplomacia brasileira caducou. A principal evidência de sua senilidade está na forma atabalhoada que lida com o derretimento institucional da Venezuela. Sob Lula e Dilma, vigorou a diplomacia das empreiteiras, levadas a Caracas com o dinheiro barato do BNDES. Deu em calote. Sob Temer, um Itamaraty tucano dedica-se a bicar em público o regime bolivariano. Vai dando em vexame, pois quem briga com gambá, mesmo que ganhe, sai cheirando mal. Ah, que saudade da diplomacia brasileira. Mesmo nos períodos em que a opinião do Brasil não interessava a ninguém no mundo, como agora, todos sabiam que, se acontecesse o pior, se tudo desse errado, sobrava a coerência da diplomacia brasileira. Num caso como o Venezuela, que mantém com o Brasil algo como 2.200 quilômetros de fronteiras, a antiga diplomacia brasileira não ignoraria que a divergência, quando é inevitável, deve ser exercida com muita calma. Diante das […]
12/05/2018

CIA ajuda Brasil a conhecer melhor golpe de 64…

Blog do Kennedy Já se sabia que o general Ernesto Geisel havia endossado a tortura e assassinatos na ditadura. Apesar de ter feito um governo que procurou conter os mais radicais, Geisel também comandava autorizações para assassinatos, de acordo com um memorando de 1974 da CIA que veio a público no Brasil hoje. Geisel continuou a deixar que a prisão, a tortura e a morte fossem usadas contra adversários do regime. No livro “A Ditadura Derrotada”, do jornalista Elio Gaspari, há informações sobre o aval de Geisel à repressão política da ditadura militar. Esse memorando traz mais dados sobre essa política de extermínio e mostra que Geisel comandou a repressão. O relato da CIA mostra uma discussão fria e pragmática a respeito de execuções em massa do CIE (Centro de Inteligência do Exército). Num momento em que há uma intervenção federal para lidar com a segurança pública no Rio e no qual […]
02/05/2018

Prisão de Lula absorve atos de 1º de maio e unifica centrais sindicais…

A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em segunda instância na Operação Lava Jato, integrou-se à pauta das manifestações de sindicalistas neste feriado de 1º de maio, Dia do Trabalho, deslocou o eixo geográfico dos tradicionais atos da data e conseguiu unificar, em um mesmo palanque, petistas ferrenhos e artífices do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). As lideranças das maiores centrais sindicais do país costumam escolher os atos de 1º de maio em São Paulo para darem o ar da graça e falarem ao público, atraído por shows de artistas da moda e sorteios variados. Com Lula atrás das grades, entretanto, a principal mobilização em 2018 terá como palco Curitiba, onde o ex-presidente está detido desde 7 de abril. Tendo como mote “Em Defesa dos Direitos e por Lula Livre”, o ato na capital paranaense ainda vai incorporar aos protestos contra a reforma trabalhista aprovada pelo governo Michel Temer (MDB) o […]