31/03/2022

Gêmeos siameses nascem com três braços e duas cabeças, na Índia

Agência O Globo – Um casal indiano foi surpreendido ao descobrir que seus filhos gêmeos compartilham do mesmo corpo. Eles ficaram chocados quando viram um bebê com duas cabeças, três braços e dois corações. Shaheen Khan e seu marido Sohail sabiam da gravidez gemelar, esperavam por dois filhos inteiramente formados. Ela deu luz no dia 28 de março em Ratlam, no estado indiano de Madhya Pradesh. A condição é conhecida como parapagus dicefálico — na qual dois bebês estão unidos por apenas um dorso, apesar de terem cabeças e corações diferentes. Muitas vezes, as crianças morrem logo após o nascimento. Mas os gêmeos siameses sobreviveram até agora e foram internados em um hospital na cidade vizinha de Indore para serem monitorados por médicos. A mãe, Shaheen, permanece no hospital distrital em Ratlam. A prevalência de gêmeos siameses ocorre é de um em 50 a 100 mil nascimentos, segundo um estudo publicado no American Journal of Medical Genetics. Destes, 11% são gêmeos parapagus […]
17/03/2022

Padaria de São Paulo muda nome de bolo de ‘nega maluca’ para ‘afrodescendente’

Correio Braziliense – Uma padaria em São Paulo resolveu mudar o nome de vários doces após receber um ofício do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do estado, que destaca que os nomes são preconceituosos, racistas e machistas. A partir de agora, o nome do bolo de chocolate deixou de ser “nega maluca” e passou a ser “afrodescendente”, a “língua de sogra” agora será “pão doce mole”, “Maria Mole” passa a se chamar “sorvete mole” e “teta de nega”, “Nha Benta”. Pelo Instagram, a padaria Aveiro afirmou que o estabelecimento “está sempre em constante evolução” e que “não há espaço para racismo, preconceito e muito menos machismo”. No ofício, que foi enviado em 25 de agosto de 2021, é destacado que o mundo tem mudado constantemente e o nome de doces, que antes eram aceitos, não são mais bem vistos e podem causar “constrangimentos e acusações de crime racial, […]
13/01/2022

Halo solar chama atenção no céu da RMR; entenda o fenômeno

Fábio Nóbrega/Folha de Pernambuco Um arco-íris ao redor do sol, fenômeno natural conhecido como halo solar, ficou visível no céu do Recife e Região Metropolitana  no fim da manhã desta quinta-feira (13).  O fenômeno ocorre porque a luz do sol é refletida e refratada por pequenos cristais de gelo suspensos na troposfera, camada da atmosfera localizada a cerca de 17 quilômetros de altitude, o que causa a dispersão na luz. O formato circular do halo está ligado à estrutura hexagonal desses cristais. Cleiton Batista, da coordenação do Observatório Astronômico da Sé, explica que a percepção do fenômeno depende de onde a pessoa está.  “Cada pessoa que está fazendo o registro tem uma visualização bastante pessoal. Se eu fotografo aqui da minha casa, não vou ter a mesma percepção de outra pessoa que está observando”, detalha o especialista. Isso quer dizer que, para algumas pessoas, a parte interna do halo pode ser mais escura do que para […]
02/01/2022

Saiba quais países ainda vão comemorar a virada do ano

LeiaJá O Brasil e alguns países do mundo seguem o calendário gregoriano, onde celebra-se a virada do ano de 31 de dezembro para 1º de janeiro. No entanto, existem diversas outras nações do planeta que, culturalmente, celebram a passagem do ano em outra época, sem seguir o nosso calendário. China Os chineses, por exemplo, seguem o calendário lunar, se baseando no tempo que a lua leva para dar a volta em torno da terra. Eles também se baseiam no zodíaco chinês. Com isso, eles festejam um novo ano no dia 12 de fevereiro. O país não economiza nas celebrações e tem 10 dias de festas. Índia No país mais populoso do mundo, as celebrações acontecem no dia 1º de março (sul da índia), 1º de outubro (leste e no centro) e 14 de abril (comunidade Tâmil). A celebração mais importante para os indianos se chama Diwali (Festa das Luzes). Tailândia […]
05/12/2021

Filhote de gato-mourisco é encontrado na área urbana de Caruaru e acolhido pela CPRH

Diário de Pernambuco O Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas Tangara), unidade administrada pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH),  recebeu, na noite da quinta-feira (2), um filhote de jaguarundi ou gato-mourisco (Puma yagouaroundi) que foi encontrado em uma residência do bairro Jardim Belo Vista, no município de Caruaru, no Agreste Central. O Filhote pertence a uma das espécies de felino silvestre de maior distribuição geográfica no país. Em Pernambuco, ocorre na Mata Atlântica e na Caatinga, sendo mais comum na Caatinga, sobretudo em áreas de vegetação arbustivo-arbórea mais densa. Além dessa linhagem, em solo pernambucano também são encontrados as seguintes espécies: suçuarana ou onça-parda (Puma concolor), jaguatirica (Leopardus pardalis) e gato-do-mato-pequeno (Leopardus tigrinus). O animal, inicialmente capturado por soldados do Corpo de Bombeiros Militar, foi levado para a sede da unidade de conservação Parque Natural Municipal Professor Vasconcelos Sobrinho, na Serra dos Cavalos, que acionou a CPRH para […]
29/10/2021

Fazendeiro na Itália colhe abóbora de 1,2 tonelada e bate recorde mundial

g1 O fazendeiro italiano Stefano Cutrupi bateu o recorde mundial da abóbora mais pesada do mundo com a colheita de um fruto com 1,2 tonelada – peso maior do que um carro compacto. Sua abóbora foi apresentada em um festival na cidade de Peccioli, próximo à Pisa, em 26 de setembro. Na última quinta-feira (28), o Guiness World Records reconheceu a marca. O fazendeiro contou ao site do Guiness que ficou nervoso na hora da pesagem, já que vinha cultivando abóboras gigantes desde 2008. “Na hora da pesagem, eu estava de costas para a tela. Quando meus amigos e o público viram o peso, eles me levaram para a comemoração. Naquele momento, eu sabia que tinha conseguido. Gritei até perder minha voz“, disse.
19/10/2021

Bebê nasce com 60 centímetros e 6,3 kg e vira celebridade

Por Rodrigo Barros/Folha de Pernambuco Um bebê chamou atenção no Arizona, nos Estados Unidos, pelo tamanho que nasceu. Com mais de 60 centímetros e pesando 6,3 kg, Finnley atraiu a atenção de todos no hospital e também nas redes sociais.  O médico da família disse que foi o maior bebê que ele realizou o parto em 27 anos de profissão. O Finnley nasceu no último dia 5 deste mês.  Crianças de 6 a 9 meses.  Em entrevista ao Fox 10 Phoenix, a mãe da criança contou: “Assim que o puxaram para fora, eles disseram: ‘Meu Deus, ele é enorme'” . “Tão perfeito e redondo em todos os sentidos. Ele é meu ursinho fofo. Meu bebê Finnley, ele vale cada grama de dor, sangue e lágrimas derramadas”, complementou a mãe do super recém-nascido. O episódio aconteceu no Banner Thunderbird Medical Center em Glendale, no estado do Arizona, nos Estados Unidos. 
22/09/2021

Japonesas de 107 anos são as gêmeas idênticas mais velhas do mundo, diz livro dos recordes

G1 As irmãs japonesas Umeno Sumiyama e Koume Kodama, de 107 anos, foram confirmadas como as gêmeas idênticas mais velhas do mundo, informou na segunda-feira (20) livro dos recordes. Quando receberam o reconhecimento, em 1º de setembro, Umeno e Koume haviam completado 107 anos e 300 dias de vida. Umeno e Koume já passaram por duas guerras mundiais, pandemias e vivem, atualmente, separadas. Cada uma está em uma casa de repouso diferente no Japão, segundo o Guinnes World Records. As duas nasceram em Shodoshima, uma ilha localizada a 150 km de Osaka, em 5 de novembro de 1913, e são parte uma família bastante numerosa – elas tinham ao menos mais nove irmãos. A história das gêmeas tomou destinos diferentes logo cedo. Quando terminaram o ensino fundamental, Koume deixou a ilha para trabalhar com o tio em outra cidade. Já Umeno ficou em Shodoshima, onde se casou e formou sua família. Peregrinação e festa Separadas por […]
19/09/2021

Mais do que charme, bigodes dos gatos têm funções importantes e não devem ser aparados; saiba mais

FolhaPet Nos humanos, o bigode é puramente uma questão estética. Há quem simpatize e há quem não curta muito. Fato é que o bigode é alvo constante da moda, seja em alta ou em baixa. Nos felinos, porém, esse assunto vai além do visual.  Esses pelinhos que concedem uma dose extra de charme aos bichanos, na verdade, têm funções mais importantes do que se possa imaginar. Veja algumas curiosidades que separamos:  Nome científico Pode até parecer um tipo de xingamento, mas esses pelinhos do bigode dos gatos se chamam vibrissas. E não são só os felinos que possuem esses pelos mais alongados e espessos.  Na verdade, as vibrissas fazem parte da anatomia dos mamíferos de forma geral. Nos humanos, porém, elas não correspondem ao bigode, mas aos pelinhos do nariz. Pode aparar? Não é recomendado. Os bigodes dos gatos são responsáveis por ajudá-los a ter uma percepção melhor dos ambientes. As vibrissas […]