Garis de João Alfredo recebem homenagem de garotinha de 8 anos de idade…

O trabalho que o gari realiza é de extrema importância, uma vez que contribui para o asseio das ruas, o combate às pragas urbanas, que aumentariam sem a coleta dos resíduos e a manutenção do meio ambiente. Todo trabalhador, independentemente do serviço que executa, merece ser respeitado como pessoa e como profissional, visto que, fazemos parte de um sistema no qual dependemos uns dos outros de forma direta ou indireta para a sobrevivência neste mundo hostil.

No que concerne ao preconceito pela relação de trabalho, o gari é o que mais perece perante a sociedade. A função do “operário do meio ambiente”, pode ser considerada a mais estigmatizada pela comunidade, porque no senso comum se trata de um trabalho humilhante e imundo, uma vez que ninguém quer realizar esta atividade laboral degradante e as pessoas acabam por associar o resíduo à miséria, coisas ruins e imoralidade e, por fim, confundindo o lixo com o coletor.

Felizmente em João Alfredo, no âmbito da municipalidade, o gari tem o respeito que merece e recebe uma atenção especial por parte da Secretaria de Obras, Transportes e Serviços Públicos, na pessoa do secretário Severino Moacyr.  “Faz parte da filosofia de trabalho da prefeita Maria Sebastiana um total apoio aos trabalhadores da limpeza urbana, não só os garis, mas a todos que integram este importante setor da administração municipal”, frisa o secretário, reforçando que os citados profissionais diariamente tomam o café da manhã na secretaria, antes de irem ao serviço, além de fardamento e equipamentos.

Cartinha

Anualmente, antes da Festa do Natal, os trabalhadores da limpeza urbana, especialmente os garis, colocam envelopes nas residências, solicitando uma gratificação a fim de complementar seus gastos de final de ano. E grande parte da população participa de tal campanha, para a alegria da citada turma. Mas ontem o que chamou a atenção do secretário Moacyr e provocou fortes emoções nos garis foi uma cartinha enviada por uma garota chamada Palloma, de 8 anos de idade, residente na rua Barão do Rio Branco, no bairro Manoel Vidal. Eis o texto:

Para os garis

Feliz Natal garis. Meu nome é Palloma, tenho 8 anos e vou fazer nove no ano que vem. Que Deus dê muita paz, alegria, amor, felicidade e muitos anos de vida pra todos vocês. A professora disse que os trabalhos mais respeitados deveriam  ser o gari e o professor. Porque o gari limpa as ruas da cidade e se não fossem vocês a cidade já estaria um verdadeiro lixão.

Não se esqueçam. Feliz Natal e Feliz Ano Novo.

De Palloma para os garis.

Com vários anos na função de secretário municipal de serviços públicos, Moacyr  explica que por ser uma profissão de movimentação diária, para ser um bom gari é preciso ser uma pessoa ágil, dinâmica, dedicada, focada, motivada e disposta a oferecer seus serviços à sociedade. Para se tornar um bom gari o profissional deve ter grande força de vontade para trabalhar em prol do bem da sociedade, melhorando o seu crescimento e é claro, a sua higienização.

“Tais características também são de grande diferencial para esse profissional: disposição física e mental, pró-atividade, positividade em servir o público, agilidade, responsabilidade e trabalho em equipe”, pontuou o secretário, desejando que toda a comunidade valorize mais o trabalho dos garis, a exemplo da garotinha Palloma. 

One Response to Garis de João Alfredo recebem homenagem de garotinha de 8 anos de idade…

  1. JANAINA ARAUJO disse:

    👏👏👏👏👏👏👏👏 Por mais pessoas assim. Os Garis merecem nosso respeito e reconhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo