25/10/2014

“Ambiente de Guerra” – Opinião do Magno Martins…

Nunca se viu na história recente do País uma eleição presidencial de segundo turno com tamanha imprevisibilidade, agressões entre os candidatos, brigas entre militantes e tantas acusações no campo pessoal. E que chega também à corte judicial com ameaças de processos contra a revista Veja pela presidente Dilma. Que classificou como ato terrorista a capa do periódico trazendo uma revelação do doleiro Alberto Yuossef na qual afirma que tanto ela quanto o ex-presidente Lula sabiam das falcatruas montadas na Petrobras pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, caixa do esquema na estatal. Já a revista IstoÉ também trouxe na capa uma reportagem nada favorável ao PT. Informa que Dilma promoveu uma das campanhas mais sujas da história, com o objetivo de se manter no poder a qualquer custo. Diz que a tática dotada foi a do medo e do terrorismo eleitoral. A tensão, no entanto, não se dá apenas com a noticiário […]
24/10/2014

Luciano Siqueira:”As duas vozes das ruas”…

Eleição presidencial no Brasil jamais foi tranquila – mesmo quando se dava circunscrita aos membros do Estado Maior das Forças Armadas, na vigência do regime militar. A tensão é a marca. Afinal, nos tempos que correm, de exercício da democracia, trata-se de conquistar o apoio da maioria dos eleitores para legitimar determinado projeto de nação. Não é simples, nem se faz apenas, da parte de cada litigante, pela apresentação de suas ideias programáticas; implica polêmica e, em certa medida, na exploração das contradições do adversário. Sobretudo agora, no segundo turno, quando estão frente a frente Dilma e Aécio. A resultante disso está no debate de idéias pelos diversos caminhos ora disponíveis – no horário eleitoral na TV e no rádio, nas entrevistas diárias, nos debates promovidos pelas redes de TV, na internet – e nas ruas. Pode não ser o debate dos nossos sonhos, pois permeado por regras restritivas – […]
18/10/2014

[Ponto de Vista] O PMDB pronto para aderir…

A decisão final não é para agora. Só depois da eleição do dia 26 oPMDB decidirá se fica onde está, no caso da reeleição de Dilma, ou, diante da vitória de Aécio, adere em bloco, ainda que sob o rótulo de “independência”.Uma coisa, porém, é tão certa quanto dois e dois são quatro: o partido estará com o governo. Qualquer que seja. Tendo em vista a ascensão do ex-governador de Minas na disputa, o PMDB já traçou sua estratégia. Em nome “do que for melhor para o Brasil”, apoiará a futura administração… Pontes já foram lançadas no rumo de uma hipotética adesão. Basta atentar para a performance dos principais caciques peemedebistas, que mesmo dispondo do candidato à vice-presidência na chapa de Dilma, desapareceram da campanha. Ainda que ostentando a medalha de maior partido nacional, não se tem notícia da participação do PMDB nas carreatas da presidente da República. Muito menos nas […]
12/10/2014

Opinião – Pronunciamento de Marina Silva é forte e inequívoco…

Marina Silva fez um discurso de adesão a Aécio Neves mais forte e inequívoco do que alguns poderiam apostar. Segundo o Ibope e o Datafolha, o candidato do PSDB teria hoje 51% dos votos válidos, contra 49% de Dilma Rousseff. A estarem certos esses números, comparando-os com o resultado das urnas (41,59% a 33,55% dos válidos para a petista), o peessedebista ganhou impressionantes 17,45 pontos, e a petista, apenas 7,41. Há institutos dizendo que essa vantagem é bem maior. Isso é uma indicação de que a maioria do eleitorado de Marina migrou para o tucano primeiro, e ela, só depois, mas o gesto tem um simbolismo importante, embora nem tudo em sua fala esteja correto, como deixarei claro. Tudo o mais constante e, reitero, desde que esses números façam sentido, a eventual vitória de Aécio não terá dependido da adesão pessoal de Marina. Mas é importante que ela tenha ocorrido. […]
04/10/2014

Palpites “DataDIMAS 2014” em Pernambuco….

DEPUTADOS FEDERAIS: PSB Marinaldo Rosendo Gonzaga Patriota Danilo Cabral Felipe Carreras Pastor Eurico Fernando Filho 1 vaga (demais candidatos)  PSDB Daniel Coelho Bruno Araújo Betinho Gomes  PSL Luciano Bivar (PSL) PDT Wolney Queiroz PTB Ricardo Teobaldo Jorge Corte Real Adalberto Cavalcanti PT João da Costa 01 vaga ( demais candidatos) PSC Silvio Costa PP Eduardo da Fonte Eduardo Monteiro PMDB Jarbas Vasconcelos PR Sebastião Oliveira PSD André de Paula PCdoB Luciana Santos DEM Mendonça Filho   Mais votados: Eduardo da Fonte (PP) Jarbas Vasconcelos (PMDB) Felipe Carreras (PSB) Daniel Coelho (PSDB)     DEPUTADOS ESTADUAIS: PTN Jadeval de Lima PSL Socorro Pimentel PHS Toinho do Pará PP Cleiton Collins 2 vagas (demais candidatos) PTB Julio Cavalcanti Romário Dias Álvaro Porto Silvio Costa Filho José Humberto Cavalcanti PDT Guilherme Uchoa Pedro Serafim Manoel Botafogo PT Manoel Santos Sérgio Leite Teresa Leitão Odacy Amorim PSB Ângelo Ferreira Clodoaldo Magalhães Diogo Moraes Presbítero […]
30/09/2014

Não subestime o PSDB…

O destino desta eleição presidencial – a sétima desde a redemocratização do país com o fim da ditadura de 64 – está nas mãos dos eleitores do PSDB. Dos que pretendem votar em Aécio porque o consideram o melhor candidato. Ou dos que votarão nele simplesmente porque querem pôr um fim a 12 anos de governos do PT. É isso o que fica claro com a mais recente pesquisa de intenções de voto do Datafolha. Em uma semana, a vantagem de Dilma sobre Marina quase dobrou. Passou de sete pontos percentuais para 13. Dilma está com 40% e Marina com 27%. Mas quando o Datafolha simulou um eventual segundo turno entre as duas, elas apareceram empatadas dentro da margem de erro da pesquisa. Só há uma explicação para isso: foi o voto anti PT que empurrou Marina para cima de Dilma. É por isso que nesta última semana de campanha, […]
29/09/2014

Possibilidades…

Este título, a meu ver, destaca o aspecto mais importante da pesquisa do Datafolha divulgada na noite de sexta-feira pela Globo News, e também pelas Redes Globo e Record, e no dia seguinte, ontem, sábado focalizado nas reportagens de Renato Onofre e Isabel Braga, no Globo e na de Ricardo Mendonça na Folha de São Paulo. Dilma Rousseff avançou, no espaço de uma semana de 37 para 40 pontos. Marina Silva recuou de 30 para 27. Aécio Neves passou de 17 para 18. Pela primeira vez numa projeção para o segundo turno, se as intenções de voto fossem hoje pela primeira vez, a presidente da República supera a ex-ministra do Meio Ambiente pela margem de 47 a 43%. O Datafolha calcula que a parcela de 13% agrupa os indecisos e aqueles que vão votar branco ou anular o voto. Assim 87% do eleitorado passam a ser iguais a 100. Neste […]
27/09/2014

Datafolha sinaliza virada do medo na sucessão…

Os dados que o Datafolha divulgou na noite desta sexta-feira (26) exibem algo muito parecido com o que os amantes do futebol chamam de virada. No caso da sucessão, uma virada do medo contra o desejo de mudar. A melhor explicação para o fenômeno vem do Nordeste. Ali, informa a pesquisa, Marina Silva despencou nove pontos percentuais. E Dilma Rousseff subiu seis. Uma evidência de que a eficácia do terrorismo eleitoral cresce na proporção direta da dependência em relação a programas como o Bolsa Família. No total geral, Dilma voltou a oscilar para o alto. Em uma semana, subiu de 37% para 40%. Marina escorregou três pontos, de 30% para 27%. A vantagem alargou-se para 13 pontos. Aécio Neves ficou praticamente estável: foi de 17% para 18%. No cenário de segundo turno, Dilma subiu de 44% para 47%. Com isso, ultrapassou Marina, que caiu de 46% para 43%. Construída lentamente, desde o […]
24/09/2014

O nome é gratuito…

O horário eleitoral apelidado de gratuito custa neste ano R$ 839,5 milhões, em isenção de impostos concedida às emissoras de rádio e TV. O cálculo é da Receita Federal. Fora isso, a União paga o Fundo Partidário (o candidato Levy Fidelix se queixou da quantia que seu PRTB recebe – R$ 100 mil por mês. Os grandes partidos recebem bem mais do que isso). E há quem defenda o financiamento público de campanha como se fosse novidade.Olhando os números, quem dirá que o financiamento público de campanha atualmente não existe?Por falar em horário gratuito, a Câmara dos Deputados decidiu comprar 60 televisores de 32 polegadas, com tela de cristal líquido ou LED, modelo full HD. Custo da compra, segundo a ONG Contas Abertas, que acompanha os gastos públicos: R$ 51.200. Agora Suas Excelências, finalmente, terão melhor imagem. (Carlos Brickmann)