28/09/2018

Ex-esposa acusou Bolsonaro de furto de cofre e agressividade, diz Veja…

A separação litigiosa de Jair Bolsonaro (PSL) e da ex-esposa dele foi além da disputa pela guarda do filho do casal e incluiu acusações de furto de cofre, ocultação de bens e relatos de “comportamento explosivo” e “desmedida agressividade” do hoje candidato à Presidência da República pelo PSL. As informações constam de um processo de cerca de 500 páginas obtido pela revista Veja e revelado na noite desta quinta-feira (27). No documento, Ana Cristina Siqueira Valle acusou seu ex-marido de ocultar milhões de reais em patrimônio pessoal na prestação de contas à Justiça Eleitoral em 2006, quando foi candidato a deputado federal -e eleito em seguida. Ana Cristina também acusou o ex-marido de furtar US$ 30 mil e mais R$ 800 mil -sendo R$ 600 mil em joias e mais R$ 200 mil em dinheiro vivo – de um cofre que ela mantinha em uma agência do Banco do Brasil, em 26 de outubro de 2007. O caso resultou em um […]
03/03/2018

Veja mostra corrupção no ministério de Temer…

Revista reproduziu uma conversa gravada pelo empresário gaúcho Afonso Rodrigues de Carvalho mostrando dois lobistas pedindo propina de R$ 4 milhões em troca de um registro de atividade profissional no Ministério do Trabalho, que está nas mãos do PTB e envolve o deputado Jovair Arantes (PTB-GO), que presidiu comissão do golpe e é aliado de Temer Reportagem de capa (Clique aí)  da revista Veja desta semana reproduz uma conversa gravada pelo empresário gaúcho Afonso Rodrigues de Carvalho no ano passado mostrando dois lobistas pedindo R$ 4 milhões em troca de um registro de atividade profissional no Ministério do Trabalho, pasta comandada pelo PTB. O serviço seria realizados porque, além da propina, quem manda no pedaço é o deputado Jovair Arantes, que presidiu a comissão do golpe contra Dilma Rousseff na Câmara e é aliado de Temer. Lobista 2: (…) A gente vai ter até que envolver o deputado Jovair… Empresário: Não é o Jovair Arantes? Lobista 2: É… O Jovair […]
04/04/2016

“A vida é muito curta para ler a Veja”, diz Jean Wyllys…

A simpatia da revista Veja pelo atual presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), chamou a atenção do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ). Na reportagem de capa desta semana, Veja apresenta o líder do PMDB como o ‘político mais poderoso do Brasil’. De acordo com Wyllys, a publicação está decidida a tentar transformar Cunha em um ‘grande estadista’, ignorando que ele é réu em processo que será julgado pelo STF por envolvimento na Lava-Jato. No passado, lembrou Wyllys, a mesma Veja colocou o ex-senador Demóstenes Torres (DEM-GO) em um pedestal, elegendo-o ‘paladino da moralidade e da ética’. Pouco tempo depois, ficou provado que Demóstenes era um corrupto confesso e graúdo. O parlamentar, que teve participação em esquemas fraudulentos junto com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, foi condenado e perdeu seu mandato. Continua…
31/10/2015

Veja deveria ser apreendida pela Justiça, diz editor…

“Retratar um ex-presidente da República, que não tem sequer uma denúncia judicial contra ele, com uniforme de presidiário não é o livre exercício do jornalismo”, diz Fernando Brito, editor do Tijolaço; “é o exercício criminoso da propaganda, para criar um estado de comoção e preparação para medidas arbitrárias” Se a Justiça não tem peito de apreender a Veja, que a Vigilância Sanitária o faça FERNANDO BRITO, Tivesse hoje um Judiciário altivo, a  edição da Veja desta semana estaria, neste momento, sendo apreendida. E Luís Inácio Lula da Silva estaria para receber ao menos R$ 10 milhões de reais como indenização por danos morais, com um pedido módico de que a revista pagasse, como reparação, o mesmo preço de venda de cada um de seus exemplares. Porque retratar um ex-presidente da República, que não tem sequer uma denúncia judicial contra ele, com uniforme de presidiário não é o livre exercício do […]
14/12/2014

Propina a domicílio: doleiro era quem fazia a entrega…

Reportagem da nova edição da revista Veja diz que um dos principais auxiliares do doleiro Alberto Youssef, Rafael Ângulo Lopez, entregava em domicílio dinheiro do esquema de corrupção da Petrobras a políticos. Entre os beneficiários, segundo a revista, estão a ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB), o senador Fernando Collor (PTB-AL), o ex-ministro das Cidades Mário Negromonte (PP-BA), o ex-deputado cassado André Vargas (ex-PT-PR), o deputado Luiz Argôlo (SD-BA) e o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. De acordo com a reportagem, Rafael Ângulo distribuía propina a “clientes especiais”, como deputados, senadores, governadores e ministros. A revista diz que ele entregou duas malas, no total de R$ 500 mil, ao tesoureiro petista em 2012. Outros R$ 900 mil, ainda segundo Veja, foram entregues a um assessor no Palácio dos Leões, em São Luís, onde a então governadora Roseana Sarney despachava. Roseana renunciou ao mandato na última quarta-feira, alegando recomendações médicas. Collor, segundo a […]
26/10/2014

Por ordem judicial, Veja publica resposta de Dilma…

Já na madrugada deste domingo, o site da revista Veja publicou o direito de resposta a que foi obrigado pelo TSE  a dar a presidente Dilma Rousseff. O motivo foi o fato de a revista ter antecipado capa da edição que circularia neste domingo, reproduzindo acusações que teriam sido feitas pelo doleiro Alberto Rousseff. O doleiro — veiculou a publicação,– teria declarado, em delação premiada à Polícia Federal, que a presidente e o ex-presidente Lula sabiam da corrupção que ocorria na Petrobras. Abaixo, na íntegra, a nota publicada na madrugada pela revista: ”Direito de resposta VEJA veicula a resposta conferida à Dilma Rousseff, para o fim de serem reparadas as informações publicadas na edição nº 2397 – ano 47 – nº 44 – de 29 de outubro de 2014. A democracia brasileira assiste, mais uma vez, a setores que, às vésperas da manifestação da vontade soberana das urnas, tentam influenciar o processo eleitoral por meio […]
22/03/2014

Chefe da Veja defende operação Pasadena…

A operação de compra da refinaria de Pasadena, no Texas, pela Petrobras, que vem causando tanta celeuma, acaba de ganhar mais um defensor. Ninguém menos que Fábio Barbosa, atual presidente da Editora Abril, que edita Veja e Exame, e ex-conselheiro da Petrobras, na época em que a operação foi aprovada por unanimidade pelo conselho de administração, do qual também fazia parte a presidente Dilma Rousseff.  Leia, abaixo, a reportagem postada pela versão eletrônica da revista da Abril: Conselheiros corroboram declaração de Dilma sobre Pasadena O ex-diretor da área internacional, Nestor Ceveró. Segundo Haddad, ele fez apresentação consistente do negócio e recomendou sua aprovação (Estadão Conteúdo) Depois de a presidente Dilma Rousseff declarar que a compra de uma participação na refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), foi aprovada no início de 2006 pelo Conselho de Administração da Petrobras, que ela chefiava, com base em relatório executivo que depois se demonstrou ‘incompleto’ e […]