26/09/2018

Rede pede retirada da candidatura de Lossio…

A Rede Sustentabilidade pediu, nesta terça (25), ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) o cancelamento do registro da candidatura de Julio Lossio ao Governo do Estado. A petição foi protocolada às 21h13 pela advogada do partido, Carla Rodrigues. De acordo com a advogada, a decisão foi tomada com base no artigo 147 do estatuto da Rede, que traz no seu primeiro parágrafo: “considera-se ato de infidelidade partidária, sujeitando o infrator à aplicação sumária da pena de cancelamento do registro da candidatura na Justiça Eleitoral e à expulsão simultânea da Rede, o candidato que (…) fizer campanha eleitoral para candidato ou partido adversário”. Julio Lossio foi acusado de ter feito acordo eleitoral com o candidato a deputado federal Coronel Meira (PRP), que chegou a ser lançado como pré-candidato de Jair Bolsonaro ao Governo de Pernambuco. A decisão da sua expulsão foi aprovada por unanimidade na reunião extraordinária da Comissão Executiva Nacional da Rede, realizada no dia 21, na sede do partido, em Brasília, à […]
30/05/2018

Antonio Souza assegura apoio de Marina Silva e pré-candidatura ao Senado ganha corpo…

Único fato novo na disputa pelo Senado Federal, o empreendedor social Antonio Souza saiu da reunião com Marina Silva com um grande trunfo nas mãos: o apoio da presidenciável, líder maior da Rede Sustentabilidade, à sua pré-campanha ao Senado Federal. Com a garantia de Marina que o partido apoiará a sua candidatura, Antonio engrossa cada vez mais o pescoço rumo à Casa Alta. Depois do movimento, a pré-campanha de Antonio, que vem ganhando corpo toda semana, com sucessivos apoios políticos, tem tudo para deslanchar de vez. Ele entra na disputa com a experiência de empreendedor social que superou uma infância de pobreza e doença para ter obtido o sucesso na vida empresarial; seu principal ativo para ingressar na vida pública. O empreendedor social é o único postulante, vale salientar, que já agregou seis partidos no seu futuro palanque. Estão com ele, além da Rede, o PTC, PPL, PRP, PMN e […]
10/03/2017

Rede quer ter Joaquim Barbosa como candidato a presidente e Marina como vice…

Interlocutores do Rede Sustentabilidade vão intensificar nos próximos dias a ofensiva para ter o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa como candidato à Presidência em 2018. O plano da legenda é lançar chapa “puro-sangue” com a ex-ministra e ex-petista Marina Silva como vice. Joaquim Barbosa, no entanto, segundo amigos mantém-se recluso e dirá aos “redistas” que permanece “sem interesse sobre isso”. Por ora. Barbosa advoga em Brasília e no Rio, onde tem residências. E vez em quando dá uns pulos em Miami, onde comprou flat há três anos, conforme revelou a Coluna em junho de 2013. (PC)
06/04/2016

Rede propõe nova eleição e pede ao TSE entrada em ação contra chapa Dilma/Temer…

A ex-senadora Marina Silva, candidata à Presidência da República em 2014 e atual líder da Rede Sustentabilidade, participa na tarde desta terça-feira, do evento do partido que lança a campanha “Nem Dilma, nem Temer, nova Eleição é a solução”. O ato, realizado em Brasília, prega a realização de novas eleições como solução para “o impasse da crise política do País”. A legenda entregará ainda hoje uma petição ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), junto com o PPL e o PSB, solicitando sua entrada no processo que pede a cassação do mandato da presidente Dilma Rousseff e do vice Michel Temer. Com o documento, as siglas querem contribuir com denúncias de fraude e abuso de poder político e econômicos que teriam ocorrido nas últimas eleições presidenciais. Representantes da Rede acreditam que o julgamento do TSE possa ocorrer ainda este ano. “A chapa Dilma/Michel não teve mandato legitimamente adquirido, é preciso impugnar esse […]
15/11/2014

Lançando a sua rede, Marina se distancia do PSB…

Marina Silva anda cada vez mais distante do PSB. A ex-senadora derrotada na eleição presidencial tem conversado muito raramente com alguns poucos interlocutores no partido. Em geral, mantém-se alheia às discussões internas. A observação é da colunista Mel Bleil Gallo, no blog Poder Online. Ainda assim, setores do partido ainda têm esperanças de que ela permaneça por lá. Acham que ela terá muita dificuldade para tirar a Rede Sustentabilidade do papel e pode acabar desistindo da criação do novo partido. (Magno Martins)
24/03/2014

Rede aprova indicação de Marina Silva para vice…

A Rede Sustentabilidade deu o último passo que faltava para que a ex-senadora Marina Silva (PSB-AC), enfim, integre a chapa presidencial do governador Eduardo Campos (PSB) na condição de vice. No último domingo, o colegiado que comanda o grupo aprovou documento que permite a neossocialista a realização do movimento. Marina vem sendo apontada como a possível vice de Campos desde o seu ingresso no PSB, no dia 5 de outubro do ano passado – na reta final do período de filiação partidária com vistas às eleições. A ideia do PSB é anunciar o ingresso de Marina Silva na chapa de Eduardo no ato de lançamento oficial do projeto nacional do partido, que deverá ocorrer em abril, em Brasília. O desempenho que ela vinha exibindo nas pesquisas sobre a corrida sucessória – sempre registrando percentuais bem superiores aos de Eduardo – eram destacados como balizadores de uma provável troca de cabeça […]
28/01/2014

Eleições 2014: Sob tensão com PSB, Rede toca projeto partidário…

No momento em que a Rede Sustentabilidade da ex-ministra Marina Silva vive um clima de acirramento na relação com o PSB do governador Eduardo Campos nos dois maiores colégios eleitorais do País, São Paulo e Minas Gerais, o grupo dos “marineiros” decidiu retomar a coleta de assinaturas para tirar a legenda da “clandestinidade” e ampliar os limites do projeto. Congelado desde outubro de 2013, quando Marina anunciou sua filiação e de militantes de seu grupo ao PSB, o processo só agora está sendo retomado. O objetivo é coletar e validar mais 40 mil assinaturas para que a Rede atinja a marca das 492 mil exigida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Só depois disso a agremiação passará a existir legalmente. Em paralelo, a estratégia é tentar eleger em outubro uma bancada ideológica de parlamentares pelo PSB para depois pedir o registro oficial da legenda. Além do PSB, alguns “filiados” da Rede […]