26/07/2021

Opinião: A safra dos novos na política pernambucana 

Edmar Lyra Depois de uma consagrada geração pernambucana de talentosos políticos, já é possível se identificar uma grata safra de herdeiros que se revelam preparados e habilidosos, a exemplo de João Campos, Raquel Lyra e Miguel Coelho. No campo dos proporcionais, Silvio Costa Filho, Priscila Krause, Marília Arraes, e Rodrigo Coutinho já marcam posição com êxito nas seguidas renovações de mandato. Existe um claro novo ciclo político geracional que se revela preparado para enfrentar os desafios do futuro. O próximo pleito em 2022 deve consolidar essa tese, embora que ainda nomes como Geraldo Júlio, Mendonça Filho, Armando Monteiro, dentre outros, possam também continuar firmes em seus palanques partidários. Pedro Campos, Jarbas Vasconcelos Filho e Lula da Fonte, integram essa nova faixa de jovens políticos que tem tudo para fazer a diferença. Eles devem se apresentar como candidatos a deputado, e pelo que tem sido avaliado no meio político, possuem reais possibilidades […]
05/09/2018

A tradição familiar na política de Pernambuco…

Apoiar parentes para cargos eletivos é uma das mais arraigadas tradições da política brasileira e em Pernambuco não é diferente. Para citar alguns exemplos, o deputado federal Sílvio Costa é candidato a senador e tem um filho candidato a deputado federal (Silvinho) e outro (João Paulo) a deputado estadual. É o que ocorre também com o deputado federal Mendonça Filho, que é candidato a senador e lançou o filho, Vinicius, para a Câmara Federal e a irmã, Andrea, para a Assembleia Legislativa. Já o senador Fernando Bezerra tem um filho candidato a deputado federal (Fernandinho) e outro a deputado estadual (Antonio). O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel, apoia a mulher, Socorro, atual deputada, à reeleição, e seu antecessor, Alexandre Arraes, também apoia a mulher, Roberta, igualmente deputada, a um novo mandato. O prefeito de Olinda, Professor Lupércio, lançou a mulher, Cláudia, para deputada estadual, o que também ocorreu com o […]
20/08/2018

Cumaru: “grupo alternativo” oficializa apoio a Ricardo Teobaldo…

Na caminhada política em busca da reeleição, o deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos) assegurou o apoio de representantes da oposição no município de Cumaru, no Agreste. Intitulado de “Grupo Alternativo”, os integrantes promoveram um encontro para oficializar o apoio a candidatura de Teobaldo. Estão no palanque do deputado os vereadores Gilvan da Malhadinha, Dr. Ricardo e Fernando Deinha, os ex-vereadores Canizio Gonçalves e Gustavo Pereira, além dos suplentes Nado de Pilões e Carol da Saúde. “Fiquei extremamente feliz com o importante apoio recebido pelos vereadores, ex-vereadores e suplentes. Mais uma vez reafirmei meu compromisso com Cumaru, município sempre presente na minha trajetória política”, declarou Ricardo, que faz dobradinha no município com o candidato a deputado estadual Henrique Filho (PR). (Blog do Agreste/ Imagem | Assessoria Ricardo Teobaldo | Divulgação)
07/12/2017

A contribuição de Tiririca…

Depois de sete anos, Tiririca fez seu primeiro e último discurso como deputado. Foi o que ele disse ao subir à tribuna da Câmara e anunciar que vai deixar a política. O palhaço não parecia fazer graça. Em tom de desabafo, ele reclamou da “mecânica louca” do Congresso e se declarou decepcionado com a experiência em Brasília. “Estou saindo triste pra caramba, muito chateado com a política e o nosso Parlamento”, disse. “É uma vergonha muito grande”, reforçou. Craque na comunicação popular, o comediante engatou uma crítica à boa vida dos colegas. “A gente tem toda essa mordomia, sem falar na carteirada que muitos de vocês dão…” Ele ensaiou continuar, mas puxou o freio de mão. “Jamais vou falar mal de vocês em qualquer canto que eu chegar”, disse. Os poucos deputados presentes respiraram aliviados. Em 2010, Tiririca causou sensação ao aparecer fantasiado no horário eleitoral. “O que é que faz um […]
24/10/2017

Nova pesquisa Datafolha revela o peso da religião nas eleições de 2018…

Pesquisa Datafolha, divulgada ontem (23), na Folha de S. Paulo revela o peso da religião nos votos dos pré-candidatos à Presidência da República em 2018. A pesquisa foi realizada entre 27 e 28 de setembro com 2.772 entrevistados em 194 cidades. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos. Segundo a pesquisa, os votos de católicos (52% da população) e de evangélicos (32%) impulsionariam o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e a ex-senadora Marina Silva (Rede) na corrida presidencial, mas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue como primeira opção do público geral e entre eleitores das duas religiões. No quadro geral, Lula tem entre 35% e 36% das intenções de voto nos cenários nos quais seu nome é testado, liderando a pesquisa. Nos cenários com Lula, Bolsonaro teria entre 21% e 22% das intenções de votos evangélicos, e Marina, com 17% das intenções em […]
29/07/2017

Marina: partidos fazem negócios em vez de política…

A ministra, ex-senadora, candidata derrotada em duas eleições presidenciais (2010 e 2014) e provável concorrente ao cargo na sucessão de 2018, Marina Silva (Rede) afirmou que “os partidos não estão mais fazendo política, a maioria deles está fazendo negócios”. Ela foi entrevistada pelo jornalista Roberto D’Ávila, em programa exibido recentemente, pelo canal por assinatura GloboNews. A ex-ministra do Meio Ambiente defendeu candidaturas avulsas para concorrer com os partidos. “Os partidos não estão mais fazendo política, a maioria dele está fazendo negócios. É preciso criar uma concorrência idônea para os partidos. Vários países têm candidaturas independentes. Não é a pessoa, é uma lista endossada por um percentual de cidadãos, uma plataforma que precisa ser registrada na Justiça Eleitoral, e com isso você conseguiria recrutar pessoas da sociedade. Esse monopólio fez muito mal à política, e agora os partidos estão se tornando autarquias, com o megafundo partidário que estão querendo e com […]
19/06/2017

TSE lança campanha nas redes sociais para acabar com mitos eleitorais…

Com o objetivo de esclarecer questões sobre o processo de votação, opções de voto e o resultado de uma eleição, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou, ontem (18), em suas redes sociais, a campanha Mitos Eleitorais. O primeiro tema a ser abordado na fanpage, no Facebook e no perfil do tribunal no Twitter será “Votar nulo anula uma eleição?”. A ideia da campanha, que será veiculada este mês e em julho, é desmistificar alguns temas e esclarecer o eleitor brasileiro. Para isso, foram criados nove vídeos de curta duração, animados, com infográficos para as redes sociais. Os demais temas da campanha são “Voto em branco vai para quem está ganhando?”, “Voto em branco é igual a voto nulo?”, “É eleito sempre o candidato que possui mais votos?”, “Quem não votou na última eleição não pode votar na próxima?”, “Depois da eleição é possível saber em quem o eleitor votou?”, “Quem […]
06/09/2016

Envolvimento na política “é uma obrigação para um cristão”, diz Papa Francisco…

“Envolver-se na política é uma obrigação para um cristão”, falou o Papa Francisco, ao responder a perguntas colocadas por algumas das nove mil crianças e jovens de escolas e movimentos Jesuítas com quem se encontrou no Vaticano. Os cristãos não podem “fazer de Pilatos, lavar as mãos»: «Devemos implicar-nos na política, porque a política é uma das formas mais elevadas da caridade, visto que procura o bem comum”, frisou Francisco. “Os leigos cristãos devem trabalhar na política. Dir-me-ão: não é fácil. Mas também não o é tornar-se padre. A política é demasiado suja, mas é suja porque os cristãos não se implicaram com o espírito evangélico. É fácil atirar culpas… mas eu, que faço? Trabalhar para o bem comum é dever de cristão”, apontou. Continua…
28/09/2015

Alianças, filiações, acordos e nomes na pauta da política do Limoeiro…

Na caminhada para as eleições municipais do próximo ano, os líderes partidários e os futuros candidatos se mobilizam para organizar os grupos políticos. Reuniões, ligações, acordos e promessas fazem parte da rotina. Em Limoeiro, o clima ainda é considerado tranquilo em relação a outros municípios da região. Mas nem por isso, o assunto fica ocultado. As siglas estão na montagem das diretorias para atender aos prazos determinados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Pela situação, o prefeito Thiago Cavalcanti (PROS) caminha para ser candidato ao cargo de prefeito, possivelmente pelo PTB, mas sempre que perguntando, ele é formal e objetivo ao afirmar que vai reunir o grupo e o nome será escolhido pela maioria. Nos bastidores políticos, a maior dúvida é apontar o vice para majoritária. O nome do vereador Zé de Nena (PROS), que deve seguir para o PSDB vem sendo citado, mas ninguém confirma, nem mesmo o vereador. Outra […]