23/08/2014

Marina diz que presidente não pode ser propriedade de um partido…

Indicada pelo PSB para concorrer à Presidência da República, a ex-senadora Marina Silva afirmou ontem (22), em São Paulo, que o cargo de presidente não pode ser tratado como “propriedade” de um partido. Ela fez a afirmação em resposta a uma pergunta sobre se permanecerá no PSB pelos próximos quatros anos na hipótese de se eleger presidente da República. Marina Silva entrou no PSB para poder concorrer na eleição deste ano como vice de Eduardo Campos, presidenciável do partido morto em acidente aéreo na semana passada. A Rede Sustentabilidade, partido de Marina, não conseguiu obter registro na Justiça Eleitoral a tempo de disputar a eleição. “Eu me comprometo a governar o Brasil. Nós não devemos tratar o presidente da República como propriedade de um partido. As lideranças políticas têm que entender que o Estado não é o partido, que o governo não é o Estado”, afirmou a candidata. Marina Silva reiterou que, […]
11/03/2014

Filha de Sérgio Guerra não será candidata à Câmara Federal…

Depois da morte de Sérgio Guerra na semana passada, especulou-se que Helena Guerra, filha do ex-deputado federal, poderia assumir a tarefa de se candidatar à Câmara Federal para que a família continue com o legado político. Ontem (10), no entanto, ficou decidido que Helena não participará das eleições. – Ela desistiu porque seria difícil reunir as bases – informou o deputado estadual Betinho Gomes, que estaria disposto a ajudar Helena Guerra no desafio de se eleger. O deputado estadual Daniel Coelho, que irá se candidatar à Câmara Federal, afirma que a candidatura de Helena Guerra não iria atrapalhar os seus planos nas eleições deste ano. – Não teria problema algum (a candidatura de Helena). Eu tentaria ajudar no que fosse possível, tendo em vista que também vou ser candidato. Nas eleições de 2010, Sérgio Guerra elegeu-se com 167.117 votos. Com a sua morte, quem assume o mandato é André de […]
17/02/2014

Barbosa contesta Veja: deixa STF, mas não é candidato…

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, divulgou nota sábado (15) para comentar a reportagem da revista Veja que lhe atribui a frase ‘acho que já é hora de sair’. Na nota, ele confirmou a intenção de deixar a suprema corte antes da aposentadoria compulsória aos 70 anos, mas diz que não será candidato a presidência da República em 2014. No entanto, a nota não deixa claro se Barbosa disputará outro cargo público ou não. Ele já recebeu um convite do PSB para disputar uma vaga ao Senado pelo Rio de Janeiro e especula-se, também, que ele poderá tentar o governo do Distrito Federal. Eis a íntegra da nota, divulgada por sua assessoria: 1) O Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Joaquim Barbosa, ratifica que não é candidato a presidente nas eleições de 2014. 2) Com relação a uma possível renúncia ao cargo que hoje ocupa, o Ministro já […]
05/02/2014

Jarbas anuncia que não disputa reeleição…

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) acaba de comunicar, por meio de nota oficial, que não vai disputar a reeleição nas eleições deste ano. De acordo com o parlamentar, após refletir sobre o convite feito pelo governador Eduardo Campos (PSB) para disputar um novo mandato no Senado Federal dentro da chapa majoritária da Frente Popular de Pernambuco, chegou à conclusão de que o melhor, diante da atual conjuntura, seria sugerir o nome do deputado federal Raul Henry (PMDB) para representar o partido na coligação. “[…] Amadureci uma decisão que quero comunicar publicamente ao povo de Pernambuco: não disputarei a reeleição para o Senado Federal. Já comuniquei essa posição ao meu partido e ao governador Eduardo Campos. Sendo assim, com minha saída da disputa senatorial, o PMDB sugere o nome do deputado federal Raul Henry para representar o partido na chapa majoritária da Frente Popular, contribuindo para esse movimento de renovação desejado […]