10/06/2018

PT decide por prioridade ao PSB. Marília pode sobrar…

Executiva do partido ressaltou a primazia do projeto nacional sobre as disputas regionais Catia Seabra e Carolina Linhares – Folha de S.Paulo Sob protestos da esquerda do partido, o comando do PT formalizou ontem (9) a disposição de sacrificar suas candidaturas estaduais em troca do apoio do PSB e do PCdoB na corrida presidencial. Por 19 votos contra cinco e uma abstenção, a Executiva Nacional do PT registrou em papel que “está clara a primazia do projeto nacional sobre as disputas regionais”. A resolução submete as candidaturas e alianças estaduais à prévia autorização da cúpula partidária.  “Toda e qualquer definição de candidaturas e política de aliança nos estados terá que ser submetida antecipadamente à Comissão Executiva”, diz a nota.  Ex-ministro e chefe de gabinete da presidência do PT, Gilberto Carvalho afirma que “este é um sinal” para o PSB. Segundo petistas, seus termos foram discutidos com integrantes do PSB. Redigido após quatro horas […]
13/01/2015

Jorge Côrte Real defende maior espaço no PTB nacional…

Deputado federal reeleito, Jorge Côrte Real (PTB) mostrou que não está de acordo com a posição da presidente nacional da legenda, Cristiane Brasil (RJ), filha e herdeira política de Roberto Jefferson, de apoiar Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a presidência da Câmara Federal. Para o parlamentar, a definição não foi discutida com as bases do partido. Além disso, o petebista também defendeu que é preciso rever o espaço de Pernambuco dentro da sigla. “Eu acho que chegou a hora da gente rever. A gente está revendo a posição, vamos ver que espaço nós teríamos dentro do partido. O PTB de Pernambuco tem quatro deputados dos 25; temos um senador e um ministro. Temos condições de ocupar alguns cargos, quer sejam na mesa ou nas comissões”, afirmou o deputado federal, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7. Apesar de defender que é chegada a hora de o diretório pernambucano ter uma posição de […]
29/01/2014

MEC confirma novo piso de professor da educação básica de R$ 1.697…

O piso nacional da carreira de professor da educação básica foi reajustado para R$ 1.697 – um crescimento de 8,32% em comparação ao valor atual (R$ 1.567). O número foi divulgado nesta quarta-feira (29) pelo Ministério da Educação. Como mostrou reportagem da Folha, o índice provocou atrito com a categoria, que esperava um percentual entre 13% e 15%. Professores acusaram o governo federal de maquiar o reajuste, com o objetivo de diminuir o impacto no orçamento de Estados e municípios. O MEC e o Tesouro Nacional negaram a acusação. Diferentemente de anos anteriores, o novo piso não foi anunciado em coletiva de imprensa – o valor foi divulgado no site da pasta na tarde de hoje. A alteração do valor acontece num momento de transição na Esplanada dos Ministérios: o atual titular da Educação, Aloizio Mercadante, deve assumir o comando da Casa Civil na próxima semana. Em seu lugar, deve […]