13/07/2018

Imbróglio do MDB está apenas começando …

Movimento realizado em julho do ano passado, o senador Fernando Bezerra Coelho foi convidado pela executiva nacional do MDB para filiar-se ao partido no sentido de ser candidato a governador nas eleições deste ano. Ele negociava com o DEM e caminhava para definir sua ida para o partido quando recebeu o convite da sigla e acabou optando pelo caminho do MDB. O movimento não era de fácil execução, uma vez que por diversas vezes tentaram tirar o partido de Jarbas Vasconcelos e ninguém havia conseguido. Quando houve a sua entrada em setembro, Fernando sempre deixou claro que tinha por objetivo levar o partido para a oposição, uma vez que o PSB de Pernambuco se posicionou contra Michel Temer desde que ele chegou ao Planalto, mas não aceitava perder o partido para a oposição. Jarbas Vasconcelos e Raul Henry, cujo partido foi a tábua de salvação de ambos no momento mais […]
12/07/2018

MDB nacional pede urgência ao STF sobre conflito em PE…

No início da tarde de ontem, o MDB nacional protocolou, no Supremo Tribunal Federal (STF), pedido de “Tutela Provisória Incidental”, baseado no prazo para realização de convenções partidárias (entre os dias 20 de julho a 5 de agosto). Em outras palavras, a sigla faz alerta ao STF em relação ao risco do “perecimento do direito postulado” no caso da disputa pelo comando do MDB pernambucano. No Estado, a legenda segue presidida pelo vice-governador Raul Henry, mediante liminar do ministro Ricardo Lewandowski. O documento protocolado ontem adverte para a “urgência na análise e no deferimento do presente pedido”, considerando o prazo para definição de candidatos e formação de coligações. “Em resumo, o fato de haver datas legalmente estabelecidas para a realização das convenções partidárias – a partir de 20/07/2018 – torna ainda mais urgente a prestação jurisdicional que encerre os litígios no STF e no TSE, de maneira que os processos […]
23/03/2018

Lewandowski suspende dissolução do diretório do MDB-PE…

Folha Política Em decisão emitida na noite de hoje, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, suspendeu a dissolução do diretório estadual do MDB e determinou o seguinte: “fica recomposto o status quo ante à decisão proferida pelo Ministro Admar Gonzaga no referido MS, voltando, em consequência, a funcionar o Diretório Estadual do MDB/PE com a sua composição anterior à reunião da Comissão Executiva Nacional, ocorrida em 20/3/2018 e preservadas as suas atribuições estatutárias”. Em outras palavras, o vice-governador Raul Henry volta ao comando do diretório estadual, que havia passado às mãos do senador Fernando Bezerra Coelho no último dia 20. Segue abaixo trecho da decisão e o documento assinado por Lewandowski: “Por isso, afigura-se de todo conveniente conceder a cautela pleiteada para suspender a dissolução do Diretório Estadual, retornando-se ao status quo ante, de modo a evitar uma indesejável interferência exógena no processo eleitoral que em breve se […]
20/03/2018

Paulo Câmara se solidariza com Raul e Jarbas…

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), comentou a decisão da executiva nacional do MDB de aprovar a dissolução do diretório estadual da legenda. O socialista se solidarizou com o deputado Jarbas Vasconcelos e com o vice-governador Raul Henry, ambos do MDB-PE.  “O que estão tentando fazer contra eles é uma das maiores violências da história política nacional. Mas essa luta não se encerrou. Ainda acredito que a Justiça há de prevalecer. Jarbas e Raul têm o nosso apoio e solidariedade”, afirmou o governador, por meio de nota. Com a deliberação da nacional, o partido no Estado será dirigido por uma comissão provisória, que vai vigorar por 90 dias, com possibilidade de prorrogação, e será presidida pelo senador Fernando Bezerra Coelho. O parlamentar integra o grupo das oposições que deverá lançar candidatura contra o governador Paulo Câmara. (Folha de Pernambuco)
20/03/2018

Fernando Bezerra Coelho é nomeado presidente da comissão provisória do MDB de Pernambuco…

Após a oficialização da dissolução do diretório estadual do MDB por 17 votos a 6, pela executiva nacional do partido, o senador Fernando Bezerra Coelho foi nomeado presidente da comissão provisória do MDB de Pernambuco.  A dissolução tinha sido autorizada ontem pelo TSE através de uma liminar do ministro Admar Gonzaga e hoje foi efetivada pelo diretório nacional do partido.(Edmar Lyra)
11/03/2018

Relator deve apreciar dissolução do MDB-PE no dia 20…

Relator do pedido de dissolução do diretório do MDB de Pernambuco, o secretário executivo da Fundação Ulysses Guimarães João Henrique Souza (PI), sugeriu, no documento, o dia 20 de março para a apreciação do tema pela Executiva Nacional da legenda. A reunião deve acontecer na sede do partido em Brasília, às 15h. Após apresentar o voto, será dado um momento para que o vice-governador de Pernambuco e atual presidente do MDB-PE, Raul Henry, faça a defesa para, em seguida, a Executiva Nacional proferir voto. No comunicado, João Henrique Souza reforça a competência da Executiva em apreciar uma questão interna corporis e nega a solicitação feita pelo diretório estadual, que pedia mais prazo para a defesa.  Nessa quinta-feira (8), o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) proferiu nova decisão retirando a suspensão do segundo pedido de dissolução do MDB-PE. A liminar – expedida pelo juiz Otoniel Ferreira dos Santos, da 26ª […]
09/03/2018

Após reconsiderar, TJPE permite prosseguimento da dissolução do MDB-PE…

Em um clima de insegurança jurídica, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) proferiu nova decisão, ontem (8), retirando a suspensão do segundo pedido de dissolução do MDB-PE. A liminar – expedida pelo juiz Otoniel Ferreira dos Santos, 26ª Vara Cível da Capital – suspendia o processo desde a última segunda-feira (5), mas hoje o juiz Ailton Alfredo de Souza, da 27ª Vara Cível (substituindo automaticamente a 26ª), entendeu que esse pedido era uma questão interna corporis, indicando à instância competente, a Executiva nacional, que prossiga com a questão. Na última decisão, do magistrado Otoniel Ferreira, havia um entendimento de que os dois pedidos de dissolução, contestados judicialmente, tinham conexão, porque versavam sobre o desempenho eleitoral do MDB-PE. Entretanto, na sua reconsideração, o juiz Ailton Alfredo alega que a questão da competência para dissolver já foi superada e a acusação de “desempenho eleitoral insatisfatório” dá ao MDB-PE possibilidade de defesa […]