29/06/2021

Fiocruz: estudo sugere que variante delta pode causar mais reinfecções

Agência Brasil Uma pesquisa que teve participação de cientistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) sugere que a variante delta do novo coronavírus (SARS-CoV-2) tem potencial maior de causar reinfecções e novos quadros de Covid-19 em pessoas que haviam se curado da doença. A variante foi detectada pela primeira vez na Índia, mas já está presente em 85 países e causou a primeira morte no Brasil no último fim de semana. O trabalho foi publicado na revista científica Cell e detalhes foram divulgados na segunda-feira (28), pela Agência Fiocruz de Notícias. As conclusões da pesquisa mostram que pessoas previamente infectadas por outras cepas do novo coronavírus têm um soro com anticorpos menos potentes contra a variante delta, que é uma das quatro variantes de preocupação já identificadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A Fiocruz destaca que o aumento do risco é marcante no caso das pessoas que tiveram uma infecção […]
21/11/2016

Trem descarrila, mata mais de 100 e deixa 150 feridos na Índia…

Mais de 100 pessoas morreram e 150 ficaram feridas ontem (20) em um acidente ferroviário, no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, segundo a agência France Presse. Como muitos feridos estão em estado grave, o número de mortos ainda pode aumentar. O trem expresso Patna-Indore saiu da linha férrea perto da cidade de Kanpur, no estado de Uttar Pradesh, às 3h (19h30 de Brasília, sábado), quando muitos passageiros estavam dormindo. As operações de resgate prosseguem para tentar encontrar sobreviventes ou corpos entre as ferragens. Canais de televisão exibiram imagens de uma composição inclinada, com alguns vagões praticamente esmagados. Um porta-voz da Região Norte e Central da Rede de Ferrovias indiana, R.D.Bajpayee, disse que “as causas do acidente ainda não puderam ser determinadas”. Continua…
24/07/2016

A morte esqueceu-se dele e tem “apenas” 179 anos de idade! Impressionante!…

Na Índia um sapateiro reformado alega ter nascido em Janeiro de 1835, dá para acreditar? Mahashta Mûrasi não só o ser humano mais velho do mundo, mas também o homem que mais anos viveu de sempre na História, de acordo com o Guiness World Records.As autoridades indianas avançaram que o homem nasceu numa casa em Bangalore no dia 6 de Janeiro de 1835. A partir de 1903 Mahashta Mûrasi passou a viver em Varanasi. Trabalhou nessa cidade até 1957, altura em que se reformou, aos 122 anos de idade. “Estou vivo há tanto tempo que os meus bisnetos já morreram há anos”, explicou Mahashta Mûrasi. “De algum modo, a Morte esqueceu-se de mim. E agora já não tenho esperança. Ao olhar para as estatísticas, ninguém morre com mais de 150 anos, muito menos com mais de 170. Neste ponto acho que sou imortal ou algo assim”, disse Mahashta Mûrasi à […]